Ministério do Esporte Secretário
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
A Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor é responsável por várias ações que irão contribuir para o melhoramento do futebol como um todo no Brasil, entre elas o incentivo a uma cultura de respeito aos direitos do torcedor. 

Informações: (61) 3217-1778 E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Secretário

Ronaldo Lima dos Santos
 
Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor
 
Natural do Rio de Janeiro (RJ), Ronaldo Lima dos Santos tem 30 anos de experiência como treinador e dirigente, sobretudo em clubes como Santos e Botafogo, e também na seleção brasileira feminina de futebol. Sua nomeação como secretário nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor foi publicada no Diário Oficial da União em 04.04.2019.
 
O início da carreira foi como técnico de futebol da seleção do Exército, em 1984. No mesmo ano, entrou para o Botafogo como supervisor da categoria Sub-20. A permanência no clube carioca durou 21 anos, período no qual Ronaldo Lima também atuou como supervisor das categorias de base, gerente de futebol de base e supervisor do futebol profissional.
 
Pós-graduado em Preparação Física, Técnica e Tática de Futebol pela Universidade de Castelo Branco, em 1994, Ronaldo Lima ainda teve passagens por diversos outros clubes brasileiros. Foi gerente de futebol profissional da Cabofriense, em 2006, do Vila Nova, em 2007 e 2008, e do Resende, em 2011. O último clube em que trabalhou foi o Santos, de 2015 a 2017, quando atuou como gerente de futebol de base.
 
O secretário também teve passagens por diversas áreas técnicas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Entre 1994 e 1996, foi observador da Seleção Brasileira no Torneio das Favelas. Já em 2009 e 2010, assumiu como supervisor da Seleção feminina, cargo que voltou a ocupar em 2012 e 2013. Nesse intervalo, ainda foi coordenador das categorias de base (masculina e feminina), em 2010.
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla