Ministério do Esporte Ilha do Sal, em Cabo Verde, recebe 10ª edição dos Jogos da CPLP
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ilha do Sal, em Cabo Verde, recebe 10ª edição dos Jogos da CPLP

A Ilha do Sal, em Cabo Verde, recebe de 17 a 24 de julho, a 10ª edição dos Jogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Cerca de cinquenta jovens-atletas representam o Brasil e levarão na mochila o sonho de conquistar o título no basquete feminino e no futebol e handebol masculinos.

Os jogos  serão realizados nas cidades de Aspargos e Santa Maria, ambas situadas na Ilha do Sal – uma das nove ilhas do arquipélago de Cabo Verde. O evento esportivo conta com mais de mil participantes entre atletas, dirigentes e oficias – delegados, técnicos, médicos e fisioterapeutas.

Participam dos Jogos da CPLP os representantes de Cabo Verde, Angola, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, Timor Leste, São Tomé e Príncipe além do Brasil que tem participação garantida pelo Ministério do Esporte, em parceria com a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE).

Foto: Érica Asano/MEFoto: Érica Asano/ME

Os Jogos da CPLP serão realizados em duas etapas. A natação (maratona aquática) e o atletismo adaptado (paralímpico) nas categorias sub 20. Handebol, atletismo, basquete, taekwondo e vôlei de praia são as modalidades que contam com atletas sub 16, categoria que participam os alunos brasileiros.

O Brasil é representado por três equipes. O futebol tem um time formado pelos alunos do Colégio Amorim, de São Paulo. O basquete, por atletas da Escola Paulina Nunes, de Barretos (SP). Já o handebol é composto pelas jogadoras da escola pública Caic José Balduino Barbosa de Deus, de Teresina. Os três times são vencedores das seletivas nacionais promovidas pela CBDE.

Para a técnica do time de basquete feminino, Cynthia Almeida a experiência de participar dos Jogos da CPLP é única. "Nossa expectativa é vencer e a oportunidade das meninas estarem conhecendo novas culturas é um aprendizado único para o esporte. Também quero agradecer o apoio do Ministério do Esporte por todo incentivo às meninas".

Emyli Florentino, do basquete, comemora a oportunidade e diz que o time treinou muito para levar o título para o Brasil. "Estou muito feliz e espero que a gente possa levar o título, têm times fortes, mas treinamos muito e estamos preparadas para fazer um bom campeonato. É muito gratificante representar e defender nosso país e ainda por cima conhecer novas pessoas e um país diferente".

A delegação brasileira dos Jogos da CPLP 2016 tem como chefe o professor Rivaldo de Araújo Silva e conta com a presença dos técnicos: Cinthia Alves de Almeida (basquete), Guliano Ramos (handebol) e Kauê Roberto Mendes (futebol). Para o professor Rivaldo essa experiência transforma a vida dos jovens atletas. "Sair do Brasil e levantar a bandeira do esporte e defender seu país e time é uma oportunidade única na vida de cada menino ou menina".

Delegação brasileira de basquete. (Foto: Érica Asano/ ME)Delegação brasileira de basquete. (Foto: Érica Asano/ ME)

O técnico de handebol, Guliano Ramos parabeniza a organização e diz que pretende levar da ilha a experiência e o título de campeão. "É a primeira vez que participamos dos jogos da CPLP e a expectativa é que a gente leve o título. Estar aqui já é único por poder interagir com outras culturas e trocar experiências".

Felipe Rafael que defende o Brasil na modalidade de handebol diz que vir para África é uma experiência que ele não imaginava. "Estou muito feliz com essa oportunidade de estar jogando um mundial e defendendo meu país. A partir do momento que a gente chegou, sentimos que aqui é surreal. Espero que a competição seja muito boa, cheia de experiência e eu quero levar o título pra casa".

Nesta décima edição dos Jogos da CPLP, cada país poderá participar com uma delegação composta de até 116 pessoas.

Érica Asano, de Cabo Verde

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla