Ministério do Esporte Salvador recebe Campeonato Mundial por Equipes de judô
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Salvador recebe Campeonato Mundial por Equipes de judô

A cidade de Salvador será o ponto de encontro dos amantes do judô no próximo fim de semana. Nos dias 27 e 28, a capital baiana recebe o Campeonato Mundial por Equipes de judô, que reunirá seleções de mais de 30 países. Essa será a primeira vez que um país das Américas receberá a competição. O evento é realizado com recursos captados por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Nomes como a atual medalhista olímpica na categoria até 48 kg Sarah Menezes e o medalhista de bronze Rafael Silva integram a equipe que representará o Brasil na competição. O sábado será reservado para as disputas femininas, com início das classificatórias às 9h na arena montada próxima ao Gran Hotel Stella Maris.

A seleção brasileira de judô está confirmada no mundial com Leandro Cunha (66kg), Luiz Revite (66kg), Bruno Mendonça (73kg), Marcelo Contini (73kg), Victor Penalber (81kg), Felipe Costa (81kg), Eduardo Bettoni (90kg), Henrique Silva (90kg), Rafael Silva (+90kg) e David Moura (+90kg). No feminino, lutam Sarah Menezes (52kg), Erika Miranda (52kg), Ketleyn Quadros (57kg), Flávia Gomes (57kg), Rafaela Silva (63kg), Katherine Campos (63kg), Maria Portela (7kg), Nádia Merli (70kg), Maria Suelen Altheman (+70kg) e Rochele Nunes (+70kg).

"Vamos contar com o fator torcida, o que num evento por equipes faz muita diferença. Estamos neste evento com uma equipe renovada e bastante forte", afirmou Rafael Silva. Além do Brasil, competem, Japão, China, Mongólia, Coreia, Rússia, França, Alemanha, Turquia, Cuba, México, Ucrânia, Estados Unidos, Argélia, Argentina e Grã Bretanha.

No domingo (28), também às 9h, será a vez de os homens entrarem em ação. O Brasil terá como adversários pelo ouro Japão, Uzbequistão, Mongólia, Coreia, Geórgia, Rússia, Ucrânia, Cuba, França, Estados Unidos, Argélia, Argentina, Grã Bretanha, China e Venezuela.

A competição
Tradicionalmente disputado no formato individual, o judô é transformado em esporte coletivo nas disputas por equipes. A cada rodada, todos os cinco pesos se enfrentam e a vitória vale um ponto. Não há empate (se o tempo regulamentar acabar empatado, há prorrogação com morte súbita "golden score" e, em seguida, decisão dos juízes). Em mundiais por equipe não há luta nas categorias ligeiro e meio-pesado.

Os japoneses já foram quatro vezes campeões do mundo no masculino e são bicampeões no feminino. O Brasil conquistou quatro pratas e um bronze na disputa entre os homens, e as mulheres buscam uma medalha inédita.  

Criada em 1994, a competição teve sua primeira edição em Paris. A capital francesa recebeu ainda as edições de 2006 e 2011. Os demais mundiais por equipe aconteceram em Osaka, no Japão (1997); Minsk, na Bielorússia (1998); Basel, na Suíça (2002); Pequim, na China (CHN/2007); Tóquio, no Japão (2008) e Antália, na Turquia (2010).


Paula Braga, com informações da CBJ
Foto: Alaor Filho/AGIF/COB

Ascom - Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla