Ministério do Esporte Em Deodoro, legado olímpico reúne mais de 4 mil pessoas durante Mundial de Jiu-Jitsu
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Em Deodoro, legado olímpico reúne mais de 4 mil pessoas durante Mundial de Jiu-Jitsu

A Arena Coronel Wenceslau Malta, no Parque Olímpico de Deodoro, um dos legados dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, recebeu, no último sábado (13) e domingo (14), o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu. Durante dois dias, mais de quatro mil pessoas passaram pelo evento, que reuniu equipes do Brasil, Estados Unidos, Argentina, França e China.

Promovida pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Olímpico (CBJJO), o mundial distribuiu medalhas nas categorias infantil, adulto e máster. Na classificação geral, a equipe brasileira GFTeam, com lutadores de várias partes do país, conquistou o título, seguida pelas equipes Top Brother e Maré PH JJ.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Desde 2017, foram realizados mais de 200 eventos em todo o complexo de Deodoro. Além da Arena Coronel Wenceslau Malta, o governo federal administra, por meio de acordo de cooperação com o Exército, o Parque Equestre e os centros nacionais de Tiro, Pentatlo Moderno e Hóquei sobre Grama. O estande de tiro sediará em agosto a Copa do Mundo, seletiva para os Jogos de Tóquio 2020, com atletas de 80 países.

De acordo com o gerente da instalação esportiva, Coronel Barros, “a arena vem sendo utilizada e conta com o calendário fechado até o dia 8 de dezembro. Todos os fins de semana estão ocupados com eventos promovidos por confederações, federações e clubes”, explicou.

Nos Jogos Rio 2016, o ginásio, conhecido como Arena da Juventude, foi palco das disputas de esgrima do pentatlo moderno, durante os Jogos Olímpicos, e de partidas do basquete em cadeira de rodas, nos Jogos Paralímpicos. Com nove mil metros quadrados, a arena dispõe de quatro quadras que podem receber treinamentos e competições de jiu-jitsu, judô, taekwondo, basquete, vôlei e futsal. A estrutura é administrada pelo Exército Brasileiro.

Jéssica Barz – Ascom – Ministério da Cidadania

 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla