Ministério do Esporte Na Comissão do Esporte na Câmara, Osmar Terra e Décio Brasil apresentam ações esportivas do Ministério da Cidadania
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Na Comissão do Esporte na Câmara, Osmar Terra e Décio Brasil apresentam ações esportivas do Ministério da Cidadania

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o secretário especial do Esporte, Décio Brasil, participaram, nesta quarta-feira (08.05), de reunião na Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados, em Brasília. Na oportunidade, Osmar Terra apresentou a estrutura do Ministério da Cidadania, dividida em secretarias especiais do Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte, além dos programas e das ações da pasta voltados para a disseminação da prática esportiva no país.

Osmar Terra (ministro da Cidadania), Décio Brasil (secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania) e Washington Cerqueira (secretário da SNELIS) durante a reunião da Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da CidadaniaOsmar Terra (ministro da Cidadania), Décio Brasil (secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania) e Washington Cerqueira (secretário da SNELIS) durante a reunião da Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

Terra explicou que a Secretaria Especial do Esporte é dividida em quatro áreas: Secretaria de Alto Rendimento; Secretaria de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis); Secretaria de Futebol e Direitos do Torcedor; e Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

“Todas as secretarias que existiam no Ministério do Esporte continuam. O presidente Bolsonaro diminuiu o número de ministérios, mas a parte operacional é a mesma. Economizamos ao juntar as estruturas meio dos ministérios, como a área jurídica. Então, nós juntamos as áreas e estamos integrando uma base. É importante que, tanto a cultura quanto o esporte, além da área de desenvolvimento social, ajudem a melhorar a qualidade de vida da população. Meu compromisso é que o esporte não terá nenhum retrocesso, só avanços. Queremos uma estrutura integrada que dê uma resposta muito maior na área esportiva”, explicou Terra.

Durante a audiência, Décio Brasil esclareceu alguns ajustes promovidos na Secretaria Especial do Esporte. “Tenho uma história no esporte e conheço muitos atletas. A minha experiência possibilitou estar no governo. Desde a semana passada, quando cheguei na secretaria, transferi o medalhista olímpico Emanuel Rego da ABCD para o Alto Rendimento, pois a comunidade esportiva precisava de um nome de impacto, que vai trabalhar em benefício do esporte. Emanuel é uma referência para todos”, destacou. “O segundo passo foi trazer a ex-ginasta Luisa Parente, que tem conhecimento na área de controle de dopagem, para comandar a ABCD”, completou.

Presidida pelo deputado federal Fábio Mitidieri, a reunião da Comissão do Esporte da Câmara contou também com a presença do secretário da ABCD, Emanuel Rego, e do secretário da Snelis, Washington Cerqueira.

Secretário Décio Brasil. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da CidadaniaSecretário Décio Brasil. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

Espaços unificados
“O objetivo da Cidadania é elevar a condição de cidadania e qualidade de vida da população brasileira, dos seus direitos e deveres. Sempre precisei do esporte, mesmo quando eu era ministro do Desenvolvimento Social. Participei da intervenção federal no Rio de Janeiro e só conseguimos chegar aos jovens das favelas do Rio de Janeiro por meio do esporte”, contou o ministro.

Para garantir o acesso à cidadania integral, o ministro informou que o governo federal está unificando os espaços construídos dos Centros de Iniciação ao Esporte, os Centros de Artes e Esportes Unificados, o Centro de Convivência de Idosos, o Centro-Dia de Referência para Pessoa com Deficiência e Praça da Juventude. “Estamos unificando tudo isso em um espaço maior, que chamamos de Estação Cidadania, onde as pessoas poderão conviver e ter mais tipos de atividades diferentes. Assim, pretendemos colocar os espaços em municípios polos das microrregiões do Brasil”, anunciou Osmar Terra.

“Queremos municipalizar o esporte em grande escala, garantindo a prática de algumas modalidades olímpicas e do xadrez. Vamos disseminar e queremos levar para todos os municípios, ver os atletas que surgirem, e quem sabe, dar bolsa para os atletas que irão se destacar, além de promover competições escolares em todas as microrregiões do país”, disse.

O ministro Osmar Terra lembrou que foi encaminhado ao Congresso Nacional um Projeto de Lei com propostas para modernizar o programa Bolsa Atleta. Entre as mudanças, Terra falou no reajuste de cerca de 10% nos valores das categorias e a adoção de um sistema de escalonamento, observando o nível da competição e o resultado esportivo, como já é feito na Bolsa Pódio. “Queremos incrementar o programa Bolsa Atleta. Estamos com 6.199 atletas beneficiados, com o orçamento de R$ 84,5 milhões neste ano. Nessas modificações nas estruturas, queremos fazer outras propostas para estimular os atletas”, disse.

Reunião da Comissão do Esporte na Câmara dos DeputadosReunião da Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados

Breno Barros
Ascom - Ministério da Cidadania

 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla