Ministério do Esporte Programa Esporte Sem Assédio terá base de dados sobre denúncias de atletas
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Programa Esporte Sem Assédio terá base de dados sobre denúncias de atletas

As ações do programa Esporte Sem Assédio, lançado no último dia 29 de março pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SPM) e pelo Ministério do Esporte, seguem em ritmo acelerado. Nesta sexta-feira (06.04), a Diretoria de Enfrentamento à Violência e a empresa responsável pela administração da central de atendimento discutiram ações para viabilizar a construção de indicadores de resultados, considerando que o serviço Ligue 180 tem agora um atendimento especial para atletas.

Será implementado um calendário de capacitação para as atendentes da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180. “As turmas serão iniciadas ainda este mês. Vamos realizar também as pactuações com as federações esportivas e a rede de enfrentamento à violência para que o programa seja mais efetivo no tratamento do assédio moral e sexual”, ressaltou a diretora de Enfrentamento à Violência, Eliana Guerra.

 A gerente da empresa contratada para administração da central, Jaqueline Sutarelli, destacou o trabalho de sensibilização das atendentes para a causa. “No último mês, ampliamos em 40% o número de relatos de violência encaminhados pelo Ligue 180. Quando o atendimento é realizado com mais empatia, estimula as denúncias”.

O Esporte Sem Assédio conta com o apoio e o engajamento da comunidade esportiva. No lançamento do programa, 26 atletas gravaram vídeos em prol da causa e ampliaram o alcance da campanha nas redes sociais. No último dia 1º de abril, as finais de campeonatos estaduais contaram com ações em estádios na Bahia, em Pernambuco e no Rio de Janeiro. Atletas entraram em campo com camisetas do programa, e faixas e vídeos foram exibidos.

Mais informações: 61 98282-6391 – Niege Neves

Fonte: SPM
 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla