Ministério do Esporte Ministério do Esporte e ABCD participam de Simpósio Anual da Wada
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministério do Esporte e ABCD participam de Simpósio Anual da Wada

A cidade-sede do Movimento Olímpico se transforma nesta semana na capital mundial da luta contra a dopagem. Começa nesta quarta-feira (21.03), em Lausanne (Suíça), o Simpósio Anual da Agência Mundial Antidoping (Wada), que reunirá representantes das organizações nacionais de combate à dopagem, membros de vários governos e especialistas da comunidade internacional. Sob o tema “Moldando o futuro do esporte limpo” – “Shaping the future of clean sport” –, o congresso da Wada discutirá, até sexta-feira (23.03), temas que vão da reconstrução da agência russa pós-escândalo aos mecanismos de financiamento da engrenagem de investigação e punição ao jogo sujo no esporte.

Diretor de Informação e Educação da ABCD, Sandro Teixeira, durante Assembleia-Geral do Instituto das Organizações Nacionais Antidoping (Inado) Foto: DivulgaçãoDiretor de Informação e Educação da ABCD, Sandro Teixeira, durante Assembleia-Geral do Instituto das Organizações Nacionais Antidoping (Inado) Foto: Divulgação

O evento contará com a presença do secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Rogério Sampaio, que representará o ministro Leonardo Picciani. Ele será acompanhado por dois integrantes da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD): o diretor de Informação e Educação, Sandro Teixeira, e o diretor de Operações, Christian Trajano.

Rogério Sampaio – ex-secretário nacional da ABCD, cargo ocupado desde setembro do ano passado por Luiz Celso Giacomini – e Sandro Teixeira serão palestrantes em painel marcado para quinta-feira (22.03), que discutirá as relações entre os governos federais – principais financiadores das estruturas de combate à dopagem – e as agências nacionais.

A participação brasileira nos debates marcados para a cidade que abriga o Comitê Olímpico Internacional (COI) já se iniciou na segunda-feira (19.03). Os diretores da ABCD se reuniram com colegas do mundo inteiro na Assembleia-Geral do Instituto das Organizações Nacionais Antidoping (Inado), realizada na Universidade de Lausanne.

Sandro Teixeira defende que o Brasil exerça um papel de liderança na América do Sul. “Hoje somos a única nação sul-americana associada à Inado. É importante incentivar a participação de outros países do continente e fortalecer o relacionamento das autoridades nacionais com a própria Wada”, avalia. Para se ter uma ideia da importância brasileira na comunidade internacional de combate à dopagem, o país só fica atrás dos Estados Unidos e do Canadá, nas três Américas, quanto aos valores pagos à Wada como taxas anuais. A Inado reúne 70 países.

Código mundial
Nesta terça-feira (20.03), a ABCD participou do painel relacionado à revisão do Código Mundial Antidoping (Code), que vai completar 15 anos de vigência. “Falamos em nome da América Latina como um todo. E já enviamos à Wada um documento elaborado durante o 7º Seminário Legal Antidopagem, realizado há duas semanas no Rio de Janeiro, com uma série de sugestões para revisar o Code”, revelou Teixeira.

O diretor de Operações da ABCD, Christian Trajano, lembra que a participação latino-americana como um bloco é importante neste momento de revisão do Código Mundial Antidoping: “O Code foi elaborado tendo como base o ‘Common Law’, conceito anglo-saxão de direito. Ao se levar em conta também o conceito jurídico dos países latinos, haverá maior facilidade de entendimento geral das normas”.


Paulo Rossi, de Lausanne (Suíça)
Ascom – Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla