Ministério do Esporte Sou do Esporte reconhece iniciativas de boa gestão e transparência
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Sou do Esporte reconhece iniciativas de boa gestão e transparência

A Sou do Esporte, entidade sem fins lucrativos que promove ações para o desenvolvimento do esporte brasileiro, realizou na noite desta quinta-feira (7.12), no Rio de Janeiro, a terceira edição do Prêmio Sou do Esporte, que avalia práticas de governança de entidades esportivas a partir de mais de 130 atributos, abalizados nos indicadores: Transparência, Equidade, Prestação de Contas, Integridade Institucional e Modernidade. 
 
Entre os vencedores da noite, destaque para a Confederação Brasileira de Rugby, primeira colocada na categoria Governança, e para o presidente da Confederação Brasileira de Vela, Marco Aurélio de Sá Ribeiro, eleito Gestor do Ano. Os momentos mais emocionantes da premiação, no entanto, ficaram por conta das homenagens à nadadora paralímpica Susana Schnardorf, na categoria Atleta de Valor, e ao ‘Galinho de Ouro’, Eder Jofre, considerado o maior peso galo da história do boxe brasileiro, na categoria Especial. Nas duas ocasiões, o público se colocou de pé para aplaudir os atletas. 
 
Foto: Pedro Ramos/MEFoto: Pedro Ramos/ME
 
A premiação foi marcada por elogios à recente decisão do Comitê Olímpico do Brasil (COB) que, na última quarta-feira (6.12), alterou, por unanimidade, o item do novo estatuto da entidade que definiu a participação proporcional de 1/3 de atletas com assento na Assembleia, atendendo à proposta feita pela Comissão que reformou o Estatuto do COB. 
 
A presidente da Sou do Esporte, Fabiana Bentes, destacou a atuação do Ministério do Esporte, que contribuiu para a alteração na regra do COB. “Gostaria de destacar a ação firme do ministério nessa luta por melhores práticas de governança e transparência no esporte brasileiro”, disse em seu discurso de abertura. 
 
Responsável pela entrega dos prêmios da categoria Governança, concedidos às cinco confederações esportivas mais bem avaliadas, o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Rogério Sampaio, reforçou o papel da pasta e dos esportistas na busca por melhores práticas de gestão. 
 
“O Ministério é protagonista no que diz respeito ao desenvolvimento de regras de governança e transparência das entidades que organizam o esporte brasileiro. É importante que exista uma participação maior dos atletas nas assembleias e na gestão dessas entidades”, destacou. “Nós convidamos hoje a entidade Sou do Esporte para participar da organização de oficinas, ministradas aos atletas e ex-atletas, para que eles possam participar das equipes de gestão, das comissões do COB. A partir do momento que eles conquistam esse espaço, precisam se preparar para exercer esse poder”, disse Sampaio.
 
Vencedores do III Prêmio Sou do Esporte: 
 
Homenageado especial da Premiação em 2017: Eder Jofre
Atleta de Valor: Susana Schnardorf (Natação Paralímpica), Rodrigo Minotauro (MMA) e Isabel Swan (Vela)
Atitude Positiva: Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados
Sou do Esporte Solidário: Projeto Grael
Gestor do Ano: Marco Aurélio de Sá Ribeiro (CBVela)
Governança: 1º lugar: Confederação Brasileira de Rugby; 2º lugar:  Confederação Brasileira de Atletismo; 3º lugar: Confederação Brasileira de Tênis de Mesa; 4º lugar: Confederação Brasileira de Vôlei; 5º lugar: Confederação Brasileira de Vela
 
Pedro Ramos - Ascom - Ministério do Esporte
 
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla