Ministério do Esporte Brasil vence Alemanha por 4 a 3 e é campeão do Superdesafio BRA - Copa Internacional de Seleções
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasil vence Alemanha por 4 a 3 e é campeão do Superdesafio BRA - Copa Internacional de Seleções

Foto: Mayara Ananias/CBJFoto: Mayara Ananias/CBJO Centro Pan-Americano de Judô recebeu nesta segunda-feira, 13, o último e decisivo dia de Superdesafio BRA - Copa Internacional de Seleções. Brasil e França saíram vitoriosos dos dois combates, conquistando ouro e bronze, respectivamente. A Alemanha ficou com a prata e a Argentina com o quarto lugar.  
Em duelo definido no último combate, o Brasil venceu a Alemanha por 4 a 3 e sagrou-se campeão do Superdesafio BRA - Copa Internacional de Seleções. O peso-pesado Victor Pereira imobilizou Daniel Messelberger até o ippon e marcou o quarto ponto brasileiro na última luta quando o confronto estava empatado em 3 a 3.
 
No primeiro combate, Robson Penna conseguiu um wazari contra Chris Lammers. O alemão chegou a empatar a luta, mas o brasileiro foi atrás e conseguiu novo wazari a um segundo do fim para colocar o Brasil na frente. Na sequência, a Alemanha empatou com Michel Adam estrangulando Airton Silva. 
 
David Lima (73kg) entrou agressivo para o terceiro combate e conseguiu desclassificar Maurice Püchel por hansoku make. O alemão defendeu-se de uma queda com a cabeça, movimento proibido no judô por colocar em risco a integridade física do atleta. Placar de 2 a 1 para o Brasil. 
 
O baiano Tiago Pinho entrou motivado para a quarta luta contra Tim Gramkow, mas o alemão venceu por um wazari e empatou novamente. 
 
Na quinta luta, Henrique Francini (90kg) acabou levando hansoku make também por defender-se com a cabeça e a Alemanha retomou a vantagem no placar com um 3 a 2.
 
Coube a William Souza Jr (100kg) buscar o ponto que manteria o Brasil vivo na disputa e ele não decepcionou. Marcou um wazari a nove segundos do fim do combate contra Jan Goldhammer e deixou tudo igual em 3 a 3.
 
“O apoio da torcida foi fundamental para eu conseguir a pontuação já no finalzinho da luta e não deixar ir pro golden score. É uma emoção muito grande competir em um ginásio lotado, com as pessoas gritando seu nome. Foi excelente”, disse William.
 
A decisão ficaria, então, para o último duelo entre os pesados Victor Pereira e Daniel Messelberger. Em luta equilibrada, Messelberger tentou uma técnica de sacrifício, Victor defendeu-se e conseguiu imobilizar o adversário até o ippon, garantindo a vitória brasileira por 4 a 3 e o título do segundo Superdesafio BRA de 2017.
 
“Foi muito emocionante pra mim porque nunca tinha tido uma experiência como essa de lutar num ginásio cheio, com o apoio da torcida num evento internacional. Agradeço a Deus, aos técnicos do meu clube, o Judô Belarmino, e à CBJ por terem me deixado na melhor forma para conquistar esse título pro Brasil”, disse Victor.
 
França reage após derrota e leva o bronze no duelo contra a Argentina 
 
A disputa de bronze entre França e Argentina abriu o último dia de Superdesafio BRA - Copa Internacional de Seleções e os franceses saíram vitoriosos do CPJ. Depois de perderem a primeira luta, quando Vincent Sorgiati levou o ippon de Jose Galvan, os europeus se recuperaram e venceram todos os confrontos restantes. Placar final de 6 a 1 para França, com vitórias de Fabien Le Touze (66kg), Kemcy Benguesmi (73kg), Tony Persehais (81kg), Lorenzo Perricone (90kg), Nicolas Homo (100kg) e Palthi Mena-Munzimbu (+100kg). 
 
Veja abaixo as escalações das equipes: 
 
FRANÇA X ARGENTINA - BRONZE
60kg - Vincent Sorgiati x José Luis Galvan
66kg - Fabien Le Touze x Elian Chinelato
73kg - Kemcy Benguesmi x Santiago Latorre
81kg - Tony Persehais x Gabriel Tomas
90kg - Lorenzo Perricone x Ivo Dargoltz
100kg - Nicolas Homo x Joaquin Burgos
+100kg - Palthi Mena-Munzimbu x Jose Angel Rios
 
BRASIL X ALEMANHA - OURO
60kg - Robson Penna x Chris Lammers
66kg - Airton Silva x Michel Adam
73kg - David Lima x Maurice Püchel
81kg - Tiago Pinho x Tim Gramkow
90kg - Henrique Francini x Eduard Trippel
100kg - William Souza Jr x Jan Goldhammer
+100kg - Victor Pereira x Daniel Messelberger
 
Fonte: CBJ
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla