Ministério do Esporte Comitê Brasileiro de Clubes repassa mais de 200 milhões para formação de atletas
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Comitê Brasileiro de Clubes repassa mais de 200 milhões para formação de atletas

O Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) – nova marca da até então Confederação Brasileira de Clubes - repassou nesta segunda-feira (23.1) para 30 clubes cerca de R$ 84 milhões que custearão o pagamento de 705 profissionais da área esportiva, entre técnicos, auxiliares, preparadores físicos e fisioterapeutas, referentes ao Edital de Chamamento de Projetos nº 6. São 37 modalidades olímpicas e paralímpicas atendidas no total, beneficiando cerca de 15 mil atletas. “Saudamos a boa gestão do presidente e sua diretoria, e reafirmamos nossa confiança e expectativa em uma gestão ainda mais exitosa”, disse o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, que participou da cerimônia.
 
Ministro Leonardo Picciani recebe homenagem durante lançamento da marca da Nova CBC. Foto: Francisco Medeiros/MEMinistro Leonardo Picciani recebe homenagem durante lançamento da marca da Nova CBC. Foto: Francisco Medeiros/ME
 
Neste ciclo olímpico de 2016 e 2020, o CBC disponibilizará mais de 200 milhões para clubes de todo o Brasil, com projetos que serão muito significantes na formação de atletas olímpicos e paralímpicos. O comitê consolidou ainda o trabalho desenvolvido desde 2014, quando passou a receber e descentralizar recursos de concursos de prognósticos (0,5%) previstos na Nova Lei Pelé para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos em clubes de todo o Brasil. 
 
“Quero desejar muito sucesso, sorte e trabalho nestes quatro anos. Que essa boa gestão da CBC combine com o extraordinário resultado dos nossos atletas em Tóquio 2020, fechando o ciclo olímpico. Tenho certeza de que os investimentos feitos na Rio 2016 foram um aprendizado. Vamos ter um resultado ainda melhor em Tóquio 2020, com muito trabalho e dedicação. Aproveito a oportunidade para reafirmar o compromisso do Ministério do Esporte na preparação de atletas”, afirmou o ministro.
 
Segundo o presidente do Comitê Brasileiro de Clubes, Jair Pereira, tudo isso se deve à parceria com a pasta. “Estamos na contramão da crise, pois esse Edital proporcionou manutenção e/ou criação de novos postos de trabalho, contemplando a contratação de equipes técnicas e multidisciplinares pelos clubes para o próximo ciclo olímpico e paralímpico, o que representa um grande passo rumo a Tóquio 2020. O investimento nos clubes é acertado, já que são celeiros de talentos e berço do esporte nacional. Nos Jogos Olímpicos do Rio, 84% dos atletas brasileiros vieram deles”, acentuou.
 
Para Arthur Nori, medalhista olímpico na ginástica artística e um dos embaixadores da CBC, esse apoio e parceria vai incentivar cada vez mais os atletas. “Vamos colher os frutos no futuro. Acredito que esse trabalho será feito de forma linda”, ressaltou. 
 
Nova identidade visual 
 
Além do repasse dos valores de seus respectivos projetos aos 30 presidentes de clubes participantes do Edital de Chamamento de Projetos nº 6, a nova identidade visual do Comitê Brasileiro de Clubes foi apresentada à comunidade esportiva. A marca passa a ter como símbolo um atleta estilizado em ponto de partida com impulso e força, enquanto a nova tipografia remete à receptividade de um atleta de braços abertos, que busca inspiração dos céus levando consigo as cores de nossa bandeira nacional.
 
Ascom – Ministério do Esporte
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla