Ministério do Esporte Desafio de Cadetes: Com Rafael Torino, equipe da América Latina de tênis de mesa fica em quinto na China
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Desafio de Cadetes: Com Rafael Torino, equipe da América Latina de tênis de mesa fica em quinto na China

DivulgaçãoDivulgação
Com a presença do brasileiro Rafael Torino, a equipe masculina da América Latina conquistou o quinto lugar no Desafio Mundial de Cadetes, que acontece na China. O time da Ásia sagrou-se campeã do torneio no masculino e feminino. 
 
Na competição masculina, a América Latina bateu a equipe do Hopes por 3 a 1. A vitória deu a opção de enfrentar o time da África na disputa pelo quinto lugar.
 
No primeiro jogo contra a África, o brasileiro Rafael Torino enfrentou Aboubaker Bourass e venceu por 3 sets a 0 (11/6; 11/6 e 11/9). Já no segundo confronto, Mariano Lockward, da República Dominicana, derrotou Marwan Abdelwahab por 3 sets a 1 (11/3; 10/12; 11/6 e 11/9). Na partida decisiva, Gabriel Pérez fez um duelo bastante equilibrado com Abdelbasset Chaichi e acabou triunfando por 3 sets a 2 (11/3; 9/11; 11/6; 8/11 e 11/9), garantindo o quinto lugar para a América Latina.
 
Na decisão por medalhas, a Ásia se impôs diante da China e venceu a final por 3 a 0, assegurando o ouro. A Europa ocupou a terceira colocação no pódio ao bater a América do Norte também por 3 a 0.
 
Na competição feminina, o pódio se repetiu. A Ásia com o ouro após derrotar a China por 3 a 0 e a Europa com o bronze ao bater a América do Norte por 3 a 2.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 
Fonte: CBTM
Ascom - Ministério do Esporte
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla