Ministério do Esporte Brasil mantém hegemonia no campeonato Sul-americano Sub-23 de atletismo
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasil mantém hegemonia no campeonato Sul-americano Sub-23 de atletismo

O Brasil manteve a hegemonia no Campeonato Sul-americano Sub-23 de Atletismo, realizado de 23 a 25 de setembro, no Estádio da Villa Deportiva Nacional (La Videna), em Lima, Peru. A equipe conquistou os títulos das categorias masculina e feminina e geral da sétima edição da competição.
 
Delegação brasileira comemora os troféus do masculino e feminino (Foto: Divulgação/CBAt) Delegação brasileira comemora os troféus do masculino e feminino (Foto: Divulgação/CBAt)
 
Com 42 atletas - 22 homens e 20 mulheres -, convocados pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) com base no ranking nacional da categoria, a delegação teve uma atuação perfeita, confirmando o favoritismo.
 
Na classificação geral, o Brasil somou 307 pontos, deixando o Equador em segundo lugar, com 212, e a Colômbia em terceiro, com 178. Os brasileiros venceram no masculino, com 175 pontos, seguidos pelos equatorianos (100) e chilenos (95), enquanto no feminino as atletas somaram 132 pontos contra 112 das equatorianas e 102 das colombianas.
 
O Brasil ganhou um total de 18 medalhas de ouro, seis de prata e seis de bronze durante a competição. Pelo menos 14 atletas medalhistas recebem o Bolsa Atleta do Ministério do Esporte. A delegação brasileira demonstrou superioridade no evento, que reuniu representantes dos 13 países do Cone Sul, da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês).
 
As medalhas de ouro foram conquistadas pelos atletas: Claudine Paola Jesus no salto triplo e salto em distância; Edivânia dos Santos Araújo, no lançamento do dardo; Juliana de Menis Campos, no salto com vara; Izabela Rodrigues da Silva, no arremesso de peso e no lançamento do disco; Vitória Cristina Rosa, nos 200m rasos. E no masculino com Gabriel Oliveira Constantino, nos 110m com barreira; Rodrigo Nascimento nos 100m rasos; Alexandre Russo nos 400m rasos; Daniel Ferreira do Nascimento nos 3 mil com obstáculo; Fernando Carvalho Ferreira, no salto em altura; William Denilson Dourado, no arremesso de peso; Higor Silva Alves no salto em distância; Márcio Teles, nos 400m c/barreira; Rodrigo Nascimento nos 200m rasos; Douglas Miguel Nascimento nos 5 mil e o revezamento 4x400m masculino.
 
As medalhas de prata foram para: Dandadeua Brites, nos 400m c/barreira; Julia Cristina da Silva, no salto em altura; Karen Maria Lopes, no heptatlo; e revezamento  4x400m feminino. Ainda Márcio Teles, no 400m c/barreira; Douglas Júnior dos Reis, nos lançamento do disco.
 
Por último, as medalhas de bronze foram para Ana Lays Bayer, no arremesso do martelo; Wellerson Falcão Vivi, nos 1.500m; Pedro Luis do Prado Barros, no lançamento do dardo; Mateus Danial Adão de Sá, no salto triplo; Ricardo Mario de Souza, nos 100m rasos; Gabriel Oliveira nos 200m rasos. 
 
Ascom -  Ministério do Esporte 
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla