Ministério do Esporte Raphaela Nakashima é a maior medalhista dos Jogos Escolares em João Pessoa
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Raphaela Nakashima é a maior medalhista dos Jogos Escolares em João Pessoa

Com quatro medalhas de ouro e uma de prata, a nadadora Raphaela Nakashima tornou-se a maior medalhista dos Jogos Escolares da Juventude João Pessoa 2016. Atleta do Colégio Amorim Tatuapé e do Corinthians, Raphaela venceu os 50m e os 100m peito, ajudou a equipe de São Paulo a conquistar o ouro nos revezamentos 4x50m medley e 4x50m medley misto e a medalha de prata no 4x50m livre.
 
Foto:William Lucas/Exemplus/COBFoto:William Lucas/Exemplus/COB
 
Somando as quatro medalhas conquistadas em Fortaleza 2015 – ouro nos revezamentos 4x50m livre e 4x50m medley feminino, a prata nos 50m peito e o bronze nos 100m peito –, a atleta de 14 anos encerrou sua participação na edição para alunos-atletas de 12 a 14 anos com seis medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze. "Não consegui melhorar meus tempos, não fiz uma preparação específica", disse Raphaela, que se apaixonou por João Pessoa. "Adorei a estrutura da Vila Olímpica. E a cidade é linda e maravilhosa".
 
Outra atleta conquistou cinco láureas em João Pessoa 2016. A paranaense Laura Paludo, do Colégio FAG, de Cascavel (PR), com uma medalha de ouro (200m medley) três pratas (200m e 400m livre e revezamento 4x50m medley) e um bronze (4x50m medley misto). Laura ainda estabeleceu um novo recorde de competição, nos 200m medley, com 2min23s03.
 
“Meu tempo na classificatória já era o melhor então eu fiz um esforço ainda maior na prova final para bater esse recorde, apesar de meu objetivo ter sido 2min22s. Mas, foi por pouco, e fiz minha melhor marca nessa prova que é minha especialidade”, disse Laura.
 
Outros destaques da natação entre as meninas: Fernanda Celidônio, do Colégio La Salle Asa Sul (DF), com um ouro, duas pratas e um bronze; Aime Lourenço, do Colégio La Salle Asa Sul (DF), com um ouro, uma prata e um bronze; e Ana Paula Behr, do Colégio Anchieta (RS), com um ouro e dois bronzes.
 
Entre os nadadores os maiores medalhistas foram Arthur Micael Souza, do Colégio Santa Catarina (RS), com três ouros; Stuart Gonçalves Silva, do Colégio Amorim Tatuapé (SP), com dois ouros e um bronze; e Bernardo Brandão, do Colégio Marista São José (RJ), com duas pratas e dois bronzes.
 
Na ginástica rítmica, Samara Arcala Sibin, do Colégio Itecne, de Cascavel (PR), conquistou todas as medalhas de ouro em disputa. Ela venceu o individual geral, os títulos nos aparelhos maças e corda e ajudou o Paraná a vencer a final por equipes. “É uma ótima sensação ter conquistado as quatro medalhas de ouro, as quatro da competição toda. Chegar aqui e conquistar todas essas medalhas foi muito bom”, disse Samara.
 
No tênis de mesa, Ana Bonsere, do Colégio La Salle (PR) venceu os três torneios que disputou. Ela derrotou a catarinense Lhays Stolarsky por 3 sets a 1, parciais de 11/9, 11/9, 9/11 e 11/6, na final individual, e conquistou os títulos nos dois torneios de duplas. Na feminina ao lado de Isabella Silva e na dupla mista ao lado de Joon Shin. "Quero agradecer a minha família e ao técnico Emerson Jerônimo, que me ajudaram demais a chegar onde cheguei", disse Ana.
 
No atletismo, a atleta mais laureada foi Lissandra Maysa Campos, com três medalhas de ouro: 75m rasos, salto em distância e revezamento 4x75m. Aluna do Instituto Cuiabano de Educação (ICE-MT), Lissandra não cabia em si de tanta alegria. “Esperava ganhar pelo menos uma medalha de ouro, mas três foi uma surpresa até para mim. Estou muito feliz por que tudo que eu treinei eu consegui colocar em prática”, comemorou.
 
A equipe de Mato Grosso conquistou ao todo 12 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude João Pessoa 2016, sendo oito ouros, duas pratas e dois bronzes. Eric Vitor da Silva, o ‘Boltinho’ da Escola Estadual 13 de maio, da cidade de Sorriso (MT), foi ouro nos 100m com barreiras e estabeleceu o novo recorde da competição, além de medalhista de prata no revezamento 4x75m e bronze nos 75m rasos.
 
Outro recorde de competição estabelecido por atletas mato-grossenses foi o de Arielly Rodrigues, da Escola Estadual Domingos Aparecido dos Santos, de Rondonópolis (MT). Ela venceu o salto em altura com a marca de 1,67m. “Nunca tinha atingido essa marca. Chorei demais com essa conquista”, disse.
 
Já no badminton, a piauiense Sania Lima conquistou todas as medalhas de ouro possíveis. Na final individual, a jovem de 14 anos da Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, de Teresina (PI), derrotou a conterrânea Maria Emanuelle da Rocha, da Escola Municipal Barjas Negri, também da capital, por 2 sets a 0, parciais de 21/10 e 21/15. Juntas, Sania e Maria Emanuelle venceram as paulistas Sofia Alonso e Vitoria Brunetti na final de duplas feminina, e, ao lado de Thiago Ribeiro, Sania conquistou o ouro nas duplas mistas.
 
Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo, com apoio do Governo da Paraíba e patrocínio máster da Coca-Cola.
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla