Ministério do Esporte Na Paraíba, ministro do Esporte participa de cerimônia de abertura do Jogos Escolares
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Na Paraíba, ministro do Esporte participa de cerimônia de abertura do Jogos Escolares

Francisco Medeiros/MEFrancisco Medeiros/ME
Começou, nesta terça-feira (20.09), em João Pessoa, na Paraíba, os Jogos Escolares da Juventude, o maior evento estudantil esportivo do Brasil. A competição, que é a porta de entrada para a categoria estudantil do Bolsa Atleta, do Governo Federal, segue até o dia 29 de setembro. Ao todo, serão 3.850 competidores, com idade de 12 a 14 anos, de todos os estados da Federação, além do Distrito Federal, de uma delegação de João Pessoa, e outra da Argentina.
 
A cerimônia de abertura dos Jogos, realizada no Ginásio da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) contou com a participação do ministro do Esporte, Leonardo Picciani. "Esse evento acontece em um momento muito especial para o esporte brasileiro, em que terminamos de sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos com extraordinário sucesso. E o maior legado das olimpíadas, sem duvida nenhuma, é fazer com o esporte seja enxergado por cada um dos gestores públicos e da iniciativa privada como uma política pública fundamental e de primeira grandeza”, analisou.
 
Picciani que declarou aberta a competição, também falou sobre a importância do esporte como ferramenta de inclusão social. "O esporte pode ser uma importante ferramenta, ao lado da educação, para transformar a vida das pessoas. Transformar para melhor. Sendo capaz de incluir, capaz de promover um futuro para cada brasileiro e brasileira", concluiu.
 
Francisco Medeiros/MEFrancisco Medeiros/ME
 
Além do ministro do Esporte, a cerimônia também contou com a participação da judoca Sarah Menezes, medalhista de ouro nos Jogos de Londres Olímpicos, em 2012, e Vanderlei Cordeiro de Lima, bronze nas Olimpíadas de Atenas, em 2004 e único latino-americano premiado com a medalha Pierre de Coubertin, maior condecoração de cunho humanitário-esportivo concedida pelo Comitê Olímpico Internacional. E, por isso, para inspirar os jovens atletas, foi o próprio Vanderlei que ascendeu a pira dos Jogos Escolares.
 
Ao todo, serão disputadas 13 modalidades esportivas diferentes: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, lutas, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei. A sergipana Priscilla Mattos, de 13 anos, atleta de vôlei, falou sobre a oportunidade de participar do evento. “É a primeira vez que eu participo de uma competição como essa. Estou muito feliz, é a chance que eu tenho de mostrar o que eu posso fazer no esporte”.
 
Além das competições, os atletas vão ter à sua disposição diversos eventos paralelos, como programas socioeducativos e culturais que tem o objetivo de aproximar os jovens da própria cultura regional e dos valores Olímpicos. A capital paraibana já recebeu em outras edições dos Jogos Escolares da Juventude. Em 2011, João Pessoa sediou a competição que reuniu atletas de 12 a 14 anos. E em 2007, 2008 e 2014 foi sede dos Jogos para atletas de 15 a 17 anos.
 
Francisco Medeiros/MEFrancisco Medeiros/MEEsporte na Paraíba
Antes de participar da cerimônia de abertura dos Jogos Escolares da Juventude, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani visitou uma vila Olímpica e conheceu projetos sociais que fomentam o esporte nas cidades de João Pessoa, Bayeux e Capina Grande.
 
Logo na chegada ao aeroporto Castro Pinto, na capital paraibana, o ministro foi recebido por alunos das escolas Moacir Dantas e do projeto social Lar Fabiano de Cristo, que realizaram apresentações culturais e esportivas. Do aeroporto, Picciani seguiu para Bayeux, na região metropolitana da capital, onde conheceu o projeto “Hulk em Ação”, que realiza um trabalho social com crianças carentes da cidade. Apadrinhado pelo ex-jogador da seleção brasileira, o projeto atende cerca de 120 jovens, com idade entre sete e 22 anos.
 
Em Campina Grande, o ministro do Esporte foi até a Vila Olímpica da cidade, onde constatou problemas "Nós vimos aqui muitos equipamentos, mas com certo grau de degradação. Então, o ministério está a inteira disposição de Campina Grande para ajudar em tudo que estiver ao nosso alcance". Ainda na vila Olímpica, o ministro conversou com atletas da região e divulgou iniciativas do ministério do Esporte, como o programa Bolsa Atleta e suas modalidades.
 
João Paulo Machado
Ascom - Ministério do Esporte
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla