Vida Saudável

"É tempo de viver diferente!"


O Brasil vem sofrendo com as inúmeras transformações e consequências de um país em desenvolvimento. Com a tecnologia e a modernidade, passou-se a viver mais, com o desafio de refletir e promover políticas públicas voltadas para qualidade de vida do cidadão idoso ― a partir de 60 anos – incluindo pessoas com deficiência. Nesse sentido e com o objetivo de desenvolver uma proposta de política pública e social, o Ministério do Esporte reconheceu em 2012 o Programa Vida Saudável, até então uma das vertentes do PELC (tipo de núcleo).

 

O Programa Vida Saudável, na sua essência, visa oportunizar a prática de exercícios físicos, atividades culturais e de lazer para o cidadão idoso, estimulando a convivência social, a formação de gestores e lideranças comunitárias, a pesquisa e a socialização do conhecimento, contribuindo para que o esporte e o lazer sejam tratados como políticas públicas e direitos de todos.

 

Objetivos

• Desenvolver ações voltadas para pessoas, predominantemente, a partir de 60 anos, nos núcleos de esporte recreativo e de lazer;

• estimular a intersetorialidade e a gestão participativa entre os sujeitos locais direta e indiretamente envolvidos;

• orientar entidades convenentes para estruturar e conduzir políticas públicas de lazer e de esporte para pessoas idosas, baseadas na educação popular;

• promover e estimular a formação continuada de gestores e agentes sociais de lazer e esporte recreativo, com vistas a intervir junto ao público idoso;

• incentivar a organização coletiva de eventos de lazer e esporte recreativo para envolver a população local;

• garantir a apropriação do direito ao lazer e ao esporte recreativo, reconhecendo e valorizando a cultura local.

 

Eixos centrais do Programa Vida Saudável

1 - Implementação e desenvolvimento de núcleos de lazer e esporte recreativo, nas diversas regiões brasileiras, com atividades sistemáticas e assistemáticas, no sentido de garantir o direito ao lazer para pessoas idosas (predominantemente, a partir de 60 anos).

2 - Formação continuada de gestores, agentes sociais de lazer e esporte, lideranças comunitárias, legisladores e demais parceiros atuantes na esfera pública, com vistas à formação e implementação de políticas locais para pessoas idosas.

 

Público-Alvo

O Programa tem como público-alvo predominantemente pessoas idosas (a partir de 60 anos) e pessoas com deficiência.

200 atendimentos por núcleo.

 

Como Participar

Governos dos Estados, dos Municípios, do Distrito Federal, Universidades Federais, Estaduais e Institutos Públicos de Ensino Superior podem encaminhar proposta na ocasião da publicação do edital de chamamento público ou por meio da indicação de emenda parlamentar.

As parcerias possuem período de vigência conforme estabelecido em cada uma das diretrizes válidas no ato da formalização. Há um período definido para estruturação, implantação, desenvolvimento e avaliação dos Programas.

No valor-núcleo dos Programas PELC e Vida Saudável são previstos recursos para:

• contratação de coordenadores e agentes sociais, que atuem nas atividades sistemáticas e eventos;

• aquisição de material esportivo e permanente;

• formação continuada dos agentes;

• itens para eventos.