Ministério do Esporte João Pessoa sedia Jogos Escolares pela sexta vez e se beneficia com investimentos
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

João Pessoa sedia Jogos Escolares pela sexta vez e se beneficia com investimentos

Foto: Wander Roberto/Exemplus/COBFoto: Wander Roberto/Exemplus/COB

João Pessoa, na Paraíba, recebe até o próximo dia 19 os Jogos Escolares da Juventude pela sexta vez. Com isso, torna-se a cidade que mais vezes foi sede da maior competição esportiva escolar do país. Em 2016, a capital paraibana foi a anfitriã das duas etapas nacionais e vem se beneficiando do investimento econômico e das instalações esportivas.

Neste ano, a capital paraibana ultrapassou Poços de Caldas (MG) como a cidade que mais vezes sediou os Jogos Escolares da Juvetude. Ao longo das duas etapas nacionais, em setembro e em novembro, a cidade terá recebido mais de dez mil pessoas de todo o Brasil envolvidos no evento. "João Pessoa reúne todas as características necessárias para receber um evento do porte dos Jogos Escolares da Juventude. A cidade possui boa infraestrutura esportiva, uma rede hoteleira extensa, fácil locomoção, além de vontade política do governo do Estado em realizar a competição", destacou o diretor geral dos Jogos Escolares da Juventude, Edgar Hubner.

Nesta etapa de 15 a 17 anos, 20 hotéis da cidade estão sendo utilizados para hospedar atletas de 25 estados do país, além de membros da organização do evento. A receita gerada pelas diárias ao longo da competição será em torno de R$ 4 milhões.

Sustentabilidade

Tema de interesse global, a sustentabilidade também é levada a sério nos Jogos Escolares da Juventude. A organização da competição promoverá nos dias 12 e 17 de novembro, das 16h30 às 17h30, o plantio simbólico de mudas no Centro de Convenções da cidade, ação que representa a compensação ambiental dos impactos causados pelo evento. No dia 13 o programa acontecerá na praia. Às 9h será feito um multirão de limpeza no local de disputa do vôlei de praia, na Avenida Cabo Branco, em frente ao número 2348. O objetivo é chamar a atenção para a importância da preservação ambiental e do descarte do lixo de forma consciente.

As ações de sustentabilidade já são uma marca dos Jogos Escolares da Juventude. Nos últimos eventos, mais de dez toneladas de material reciclável foram doados para cooperativas, mais de três toneladas de resíduo orgânico foram encaminhados para a compostagem, além da redução de quantidade de lixo descartado em aterros sanitários, capacitação de funcionários que atuam na limpeza, cozinha e restaurante, e plantio de mais de duas mil árvores nativas da Mata Atlântica visando neutralizar o dióxido de carbono emitido durante os eventos.

Vila Olímpica da Parahyba, reinaugurada em 2015, conta com piscinas de 50m e de 25m, uma para saltos ornamentais e outra para nado sincronizado. (Foto: Roberto Castro/ ME)Vila Olímpica da Parahyba, reinaugurada em 2015, conta com piscinas de 50m e de 25m, uma para saltos ornamentais e outra para nado sincronizado. (Foto: Roberto Castro/ ME)

Infraestrutura esportiva

Outro benefício que os Jogos Escolares trouxe para a cidade foi a melhoria das instalações esportivas locais. Desde 2007, quando recebeu a competição pela primeira vez, o COB visitou a cidade diversas vezes e recomendou o aprimoramento de uma série de pistas, ginásios e piscinas.

Com isso, João Pessoa se credenciou para ser uma das bases de aclimatação de países na preparação para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A capital paraibana foi anfitriã da equipe russa de nado sincronizado e das equipes alemã e estadunidense de saltos ornamentais no início desse ano e na véspera dos Jogos. As delegações dos três países fizeram a aclimatação e os últimos ajustes para os Jogos Rio 2016 na Vila Olímpica da Parahyba, um espaço reinaugurado em 2015 e que conta com piscinas de 50m e de 25m, uma para saltos ornamentais e a única piscina das Américas construída exclusivamente para o nado sincronizado.

"Os estrangeiros aprovaram a nossa estrutura e ainda adquiriram outros equipamentos que foram doados após esse período. Os Estados Unidos e a Alemanha doaram colchões, piso de borracha, cinto e um tapete novo para a piscina de saltos. A Rússia doou uma capa para aquecer a água, chuveiros elétricos e fizeram melhorias na piscina, qualificando ainda mais o nosso equipamento", afirmou o gerente da Vila Olímpica, Antônio Meira.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), com apoio do Ministério do Esporte e do Governo da Paraíba.

Fonte: COB

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla