Ministério do Esporte Disputas nas modalidades individuais do 64º JUBs chegaram ao fim no domingo
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Disputas nas modalidades individuais do 64º JUBs chegaram ao fim no domingo

As disputas pelos pódios nas modalidades individuais da 64ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) chegaram ao fim neste domingo (06.11), em Cuiabá. Natação, corrida rua, judô, tênis de mesa, tênis, vôlei de praia e badminton foram alguns dos esportes que se despediram da competição.

A chuva quase atrapalhou o terceiro e último dia da natação. Os fortes relâmpagos levaram a direção da prova a esperar o tempo melhorar para que as finais pudessem acontecer. O clima, no entanto, não atrapalhou o bom desempenho de Pamela Alencar Souza da UNIP (SP), que encerrou os jogos com quatro ouros e uma prata. A jovem de 22 anos levou duas medalhas nos 100m peito e no revezamento 4 x 400m medley. Ela já havia conquistado no sábado (05.11), ouro nos 50m peito e 4 x 200m livre e prata nos 200m medley.

Pamela Alencar Souza conquistou quatro ouros e uma prata. (Foto: CBDU)Pamela Alencar Souza conquistou quatro ouros e uma prata. (Foto: CBDU)

Outro que confirmou o favoritismo foi o nadador Leonardo Schilling da UNESC (SC) que ganhou os 50m borboleta e levou pelo terceiro ano consecutivo a prova no JUBs. No dia anterior ele já havia levado o ouro nos 50m livre. O atleta chamou a atenção para organização do evento. “Nunca vi um JUBs tão bem organizado, nadar ao lado do estádio da Copa, em uma piscina nova, com refeitório, hotel, logística maravilhosa, estrutura”, comentou, fazendo referência à Arena Pantanal, palco de jogos da Copa do Mundo de 2014.

Amanda Gomes da UEAP (AP) foi outro destaque e conquistou três medalhas de ouro: nos 50m costas, 50m livre e 100m livre.

Corrida de rua
Laurindo Nunes Neto, da Uniarp (SC), e Erika Oliveira Machado, da Unip (SP), ambos de 23 anos, foram os campeões da corrida de rua, em uma prova de 10 Km, ou 12 voltas, ao redor da Arena Pantanal. A largada foi dada às 08h10 para as mulheres e às 08h11 para os homens. Dos 43 corredores inscritos, 32 largaram e 28 completaram a prova.

Laurindo concluiu a prova em 32m34s. A prata ficou com Raphael Magalhães Moura, da Unip (SP), que fechou o percurso em 33m40s. O bronze foi conquistado por Patrick Aguinaldo Barbosa, da Univali (SC) com 34m54s.

Laurindo concluiu a prova em 32m34s. (Foto: CBDU)Laurindo concluiu a prova em 32m34s. (Foto: CBDU)

Erika, que participa pela primeira vez no JUBs, compete pela seleção brasileira e já ganhou o sul-americano por quatro vezes. A atleta fez o tempo de 38min 19seg. “Meu objetivo era brigar para ganhar, e eu já imaginava que ficaria entre as três primeiras. Venho treinando especificamente para correr rua e, hoje, corri forte”, disse.

Na competição feminina, completaram o pódio, ao lado de Erika, July Ferreira da Silva, da Unip (SP), com o tempo de 39m35s, e Elaine Nascimento Gama, Univar (MT), com 42 m51s.

Tênis de mesa
A disputa das finais do tênis de mesa masculino e feminino confirmou o alto nível dos atletas que fazem parte da seleção brasileira juvenil, representada por Amanda Marques, UNIP (AM), e Gustavo Yokota, Makenzie (SP).

Ambos participaram pela primeira vez do JUBs e vieram focados para saírem campeões, conquistar a bolsa em suas instituições de ensino e se classificarem para os Jogos Universitários Sul-Americanos, que acontecem em 2017, na Colômbia.

Amanda Marques tem 24 anos, mora em Manaus e começou a praticar o esporte aos 11, na escola. A atleta, que foi campeã brasileira mirim e infantil em quatro campeonatos, relata que o maior desafio atualmente é devido ao fato de Manaus estar fora do eixo nacional de competições. “A emoção foi grande, a pressão foi forte, até porque é o primeiro JUBs que participo. Para essa conquista, passei a noite toda pensando na estratégia, imaginando que não seria fácil, porque minha adversária do Amapá era muito forte. Mas fui para cima e venci!”, vibrou.

Gustavo Yokota, 18 anos, mora em Santo André (SP) e começou a praticar o tênis de mesa aos 12 anos no Clube São Caetano. Hoje faz parte da seleção brasileira juvenil. Este ano, entrou para a universidade e corre em busca de bons resultados para conseguir a bolsa. Gustavo é bicampeão Sul-Americano Juvenil, bicampeão Brasileiro e foi medalhista Infantil na Eslovênia.

“Eu entrei no jogo bem tenso. O meu adversário, o Guilherme Gomes, da Univille, é muito forte, mas consegui sacar bem, nas horas decisivas, e deu certo. Estou muito feliz e satisfeito, era o título que me faltava. E eu vim aqui para ser campeão”, comemorou.

Gustavo comemora título no JUBs. (Foto: CBDU)Gustavo comemora título no JUBs. (Foto: CBDU)

Vôlei de praia
Debaixo de sol na casa dos 35°C, foram disputadas as finais do vôlei de praia. Tanto a dupla masculina quanto a dupla feminina da UNIPÊ (PB) saíram com o primeiro lugar, repetindo o resultado de Uberlândia em 2015 e conseguindo o bicampeonato para os dois naipes.

Na final masculina, a dupla formada por George/Saymon Barbosa venceu a dupla da UNIFACEX (RN) por 2 sets a 0 (21/16 e 21/12). “Jogamos junto o tempo todo, ele (Saymon) é um cara muito descontraído, nós jogamos nos divertindo sempre”, destaca George, que venceu o ano passado formando dupla com outro atleta.

No lado feminino, a dupla formada por Tainá Bigi/Andressa Ramalho venceu a dupla da FANEC (RN) por 2 sets a 0 (21/17 e 21/15). Para as atletas, vencer este ano foi um pouco mais difícil. “As meninas evoluíram, foi mais disputado que o ano passado”, garantiu Andressa.

Badminton
Os atletas de São Paulo ficaram com o título da competição no badminton. Luiz dos Santos Júnior representando a Puc Campinas venceu na final o atleta Alisson Vasconcelos da Unipar-Cianorte (PR). Francielton Rocha Farias da Faculdade Santo Agostinho (PI) ficou em terceiro colocado, seguido por Matheus Voigt da FURB (SC) em quarto.

No feminino, o título ficou com a atleta Paloma Eduarda da Silva da faculdade Metrocamp de Campinas. Na final, Paloma venceu a campeã da edição 2015, Gabriele Cavalcante Pereira, da Faculdade Santo Agostinho (PI) que este ano ficou com a medalha de prata. Completando o pódio, Andreza Miranda Santos da faculdade Uni-Nassau (PE) ficou com o bronze e Naira Beatriz Vier, da FURB (SC), ficou com a quarta colocação entre as meninas.

Foto: CBDUFoto: CBDU

Jogos Universitários Brasileiros
O JUBs chega à sua 64ª edição como a maior competição universitária do país. O evento reúne em Cuiabá, entre os dias 2 e 13 de novembro, 4,5 mil participantes das 27 Unidades da Federação, dentre delegações, árbitros, voluntários e Comitê Organizador. Ao todo, são 17 modalidades, sendo 13 individuais e quatro coletivas.

Além das já conhecidas badminton, basquete 3x3, judô, corrida de rua, natação, vôlei de praia, tênis, tênis de mesa, xadrez, basquetebol, futsal, handebol e voleibol, a edição deste ano traz algumas novidades: JUBs Acadêmico, futebol virtual – com o jogo Fifa 2016, plataforma PS4 –, natação paralímpica e tênis de mesa paralímpico. As modalidades coletivas serão entre 08 e 12 de novembro.

O JUBs é uma realização da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e da Federação Mato-grossense de Esportes Universitários (FMEU), em parceria com o Governo Federal, Governo do Estado de Mato Grosso e apoio da Prefeitura de Cuiabá.

Ascom - MInistério do Esporte, com informações da CBDU

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla