Ministério do Esporte Plataforma de financiamento coletivo ajuda a divulgar projetos da Lei de Incentivo ao Esporte
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Plataforma de financiamento coletivo ajuda a divulgar projetos da Lei de Incentivo ao Esporte

A plataforma de crowdfunding Coletivo do Esporte foi lançada com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de projetos esportivos. A proposta é facilitar a captação de recursos financeiros para projetos esportivos em todo país. A iniciativa conta com apoio dos Comitês Olímpico do Brasil (COB) e Paralímpico (CBP).
 
Um dos objetivos é disseminar o conhecimento da Lei de Incentivo ao Esporte, que oferece abatimento fiscal em Imposto de Renda. Para pessoas físicas, o desconto devido é de 6%, e de 1% para pessoas jurídicas. O cálculo do benefício pode ser simulado pela calculadora fiscal disponível dentro da plataforma. As formas de pagamento incluem cartão de crédito, depósito e boleto bancário pela Pagseguro.
 
O Coletivo do Esporte está baseado em três pilares: a reunião de vários projetos de atletas, ex-atletas e treinadores em uma única plataforma pública, a visibilidade deles e o estímulo ao apoio e o acompanhamento da evolução de cada um de forma simples e transparente.
 
Cada projeto tem a sua história e terá suas metas, objetivos e resultados claramente comunicados, assim como seu impacto na vida de milhares de jovens e futuros atletas. Trata-se de uma forma mais profunda de engajamento entre os fãs e as suas paixões.
 
“Essa parceria é para ajudar a promover o desenvolvimento do esporte olímpico após os Jogos Rio 2016, em complementação aos investimentos que o COB já faz através da Lei Agnelo/Piva e também aos que vários agentes já fazem nos atletas, tais como Clubes e Associações, Confederações, Ministério do Esporte, Forças Armadas, Patrocinadores, Prefeituras e etc. É uma oportunidade para mostrar para a população alguns projetos que não chegam ao conhecimento do público. Existem inúmeros projetos incentivados no Brasil que contam com a possibilidade de uso de leis de incentivo, mas que as pessoas não sabem como fazer para contribuir. O portal oferecerá essa oportunidade”, comentou Marcus Vinícius Freire, diretor executivo de Esportes do Comitê Olímpico do Brasil.
 
Para o presidente do CPB, Andrews Parsons, o mecanismo será mais uma opção de estímulo ao desenvolvimento do esporte. “O desenvolvimento pleno do esporte paralímpico passa por uma série de iniciativas e pela participação de diferentes agentes. Por isso, o Comitê Paralímpico Brasileiro apoia o lançamento da plataforma Coletivo do Esporte. Será mais um importante instrumento para trazer apoio aos nossos atletas, somado aos investimentos que já fazemos em conjunto com as confederações e as diferentes esferas de governo”, afirmou Andrews Parsons. 
 
Fonte: COB
Ascom – Ministério do Esporte
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla