Ministério do Esporte Torneio interescolar de rúgbi agita a rotina de 300 alunos da rede pública de Curitiba
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Torneio interescolar de rúgbi agita a rotina de 300 alunos da rede pública de Curitiba

Foto: DivulgaçãoFoto: DivulgaçãoUma competição esportiva com mais 300 estudantes disputando o rúgbi, com direito a torcida organizada das famílias e medalhas de participação. Esse foi o estímulo a mais que crianças e adolescentes da rede pública de Curitiba e região metropolitana, beneficiadas pelo Projeto Vivendo o Rugby (VOR), do Curitiba Rugby Clube, receberam em agosto.

Ao participar do 9º Torneio Interescolar, os alunos mostraram suas habilidades com a modalidade que aprenderam a praticar no primeiro semestre deste ano, no projeto desenvolvido com recursos captados pela Lei de Incentivo ao Esporte. “Nossa missão maior é ensinar o rúgbi e contribuir na formação de jovens como  cidadãos brasileiros”, informa Wanderleia Jentzsch, coordenadora pedagógica do projeto VOR.

A garotada do rúgbi representa as escolas Julia Amaral Di Lenna, Professor Erasmo Pilotto, São Miguel, Papa João XXIII, Helrey Mehl e Caic Candido Portinari,além do Cadi Fazenda Rio Grande, onde cursam os ensinos médio e fundamental. Promovido neste mês, o torneio ocorreu nos três campos da sede da Secretaria do Esporte do Paraná e contabilizou 30 jogos, coordenados pelos atletas das equipes oficiais do Curitiba.

O espaço contou com disputas nas categorias M11, M13 e M15, ou seja, menores de 11, 13 e 15 anos, respectivamente. O evento foi prestigiado por autoridades locais e pela comunidade, que compareceu em massa para conferir a abertura e os jogos.

Crianças com menos de 11 anos praticaram a Tag Rugby, modalidade em que os atletas usam fitas coloridas presas na cintura, que podem ser destacadas pelo adversário para simular o contato. Os menores de 13 praticaram o Rugby propriamente dito, mas sem "lines" ou "scrums", formações normalmente indicadas para disputas de bola, a fim de evitar acidentes.
 

Carla Belizária
Ascom - Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla