Ministério do Esporte Lei de Incentivo ao Esporte garante participação de velejador olímpico em etapa da Copa do Mundo
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Lei de Incentivo ao Esporte garante participação de velejador olímpico em etapa da Copa do Mundo

Foto: DivulgaçãoFoto: DivulgaçãoO velejador Bruno Fontes participa desde o inicio da semana da primeira etapa da Copa do Mundo de Vela, na cidade de Qingdao, na China. O atleta, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres na classe laser, ocupa  atualmente o sexto lugar no ranking mundial. A etapa na China abre a temporada 2014/2015 e oferece pontuação importante na corrida pelo título do circuito mundial. “Essa é a minha quinta passagem pela China, mas é a primeira vez que tenho a chance de competir com os melhores atletas do mundo na raia”, declarou Bruno.

Para Bruno, competir na Copa do Mundo significa “uma grande oportunidade para aferir meu desempenho em relação à elite mundial”. A etapa da China, que será disputada até o próximo sábado (18.10), reúne cerca de 180 atletas de 24 países, nas classes SRX-laser radial, SRX-laser standard e 470, com regatas no masculino e no feminino.

Bruno é um dos atletas beneficiados pelo projeto “Aperfeiçoamento de velejadores para desempenho em competições nacionais e internacionais”, desenvolvido pelo Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha (ICSC-VI), que conta com recursos captados via Lei de Incentivo ao Esporte. Outros três velejadores do clube integram a equipe olímpica: Matheus Dellagnelo, atual campeão brasileiro da classe laser, Maria Cristina Boabaid, melhor brasileira na categoria sub-21 do circuito mundial na classe laser radial, e Alex Veerem.

O projeto, que tem o apoio da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), oferece aos atletas desenvolvimento técnico, físico e psicológico, com acompanhamento fisiológico/nutricional, viagens e hospedagens para competições nacionais e internacionais. O patrocínio vem das seguintes empresas: Tractebel Energia, Nortox S/A, Komlong Importação, as distribuidoras de petróleo Dibrapi e Rudipel e a Orsitec Assessoria Contábil. Há também participação financeira de pessoas físicas: Umberto Gobatto e Homero Gorafalis.

“Na sequência, vamos assegurar a participação de mais quatro atletas em duas competições sul-americanas que ocorrerão no Peru, de laser radial e laser standard”, anuncia Wagner Palmieri, diretor do projeto.

Carla Belizária
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla