Ministério do Esporte Secretaria Especial do Esporte e COB discutem parcerias no esporte de base e de alto rendimento
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Secretaria Especial do Esporte e COB discutem parcerias no esporte de base e de alto rendimento

A descoberta e o desenvolvimento de atletas, da base ao alto rendimento, e a capacitação de profissionais da área esportiva foram alguns dos temas debatidos pelo secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Décio Brasil, e o presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley, em encontros realizados nos últimos dois dias no Rio de Janeiro. O secretário visitou, na segunda-feira (13.05), a sede do COB e conheceu nesta terça (14.05) o Centro de Treinamento do Time Brasil, onde acompanhou parte dos treinos da seleção brasileira de ginástica artística. 

Na visita ao COB, Décio Brasil assistiu a uma apresentação da diretoria da entidade sobre os projetos desenvolvidos nas modalidades olímpicas, a maior parte deles garantida pelos recursos das loterias federais – Lei Agnelo-Piva. Programas como o Transforma, que transmite os valores olímpicos a estudantes do ensino fundamental, e os cursos de capacitação do Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), direcionados a gestores, treinadores e atletas, chamaram a atenção do secretário especial do Esporte. "Vimos que existe grande possibilidade de interação entre o comitê e a secretaria. São projetos que visam não só aos Jogos Pan-Americanos, em julho, e aos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano que vem, mas a toda uma preparação para os próximos ciclos olímpicos", avaliou o secretário.

O secretário Décio Brasil e o presidente do COB, Paulo Wanderley. Foto: Breno Barros/ Ministério da CidadaniaO secretário Décio Brasil e o presidente do COB, Paulo Wanderley. Foto: Breno Barros/ Ministério da Cidadania

Décio Brasil vê no Transforma uma oportunidade de parceria com o Programa Segundo Tempo/Forças no Esporte (Profesp), que utiliza a infraestrutura de unidades das Forças Armadas para levar o esporte a alunos da rede pública de ensino. E considera primordial para ações da secretaria, como os Centros de Iniciação ao Esporte (CIEs), contar com profissionais formados em cursos similares aos oferecidos pelo IOB. "Somente com professores e treinadores capacitados poderemos unir a função social do esporte com a triagem de atletas promissores", afirmou o secretário.

Paulo Wanderley explicou para Décio Brasil as alterações feitas no estatuto do COB, nos últimos dois anos, para tornar a gestão do esporte olímpico mais profissional e transparente. "Abrimos nossa administração para a participação dos atletas, que hoje têm direito a um terço dos votos nas assembleias, e estabelecemos o programa Gestão, Ética e Transparência (GET), que já é um dos critérios para a distribuição de recursos para as confederações", detalhou o dirigente.

"É muito bom receber aqui no COB o general Décio Brasil, um homem experiente, que tem um histórico esportivo importante. O debate vai trazer frutos para o esporte brasileiro", acrescentou Paulo Wanderley, lembrando a atuação anterior do secretário no esporte militar, como chefe do Centro de Capacitação Física do Exército (CCFEx) e coordenador do Programa de Atleta de Alto Rendimento do Exército.

Ginástica artística 

Na manhã desta terça-feira, o secretário Décio Brasil conheceu o CT do Time Brasil, na Arena Jeunesse, no Parque Olímpico da Barra. Ele foi recebido por Paulo Wanderley, pelo vice-presidente do COB, Marco La Porta, e pelo diretor de Esportes da entidade, Jorge Bichara. Inaugurado em janeiro de 2015, o espaço fica ao lado do Parque Aquático Maria Lenk, também administrado pelo COB, e tem ginásio com aparelhos de ginástica artística, salas de atendimento, médica, de fisioterapia e de convivência, refeitório e sala de estudos.

As seleções masculina e feminina realizam atualmente no CT a preparação para os Jogos Pan-Americanos de Lima. O secretário especial do Esporte conversou com os medalhistas olímpicos Arthur Zanetti (ouro em Londres 2012 e prata no Rio 2016 nas argolas) e Arthur Nory (bronze no Rio 2016 no solo) e com o treinador da equipe masculina, Marcos Goto. "Dificilmente a gente encontra no mundo um centro de treinamento deste nível. O atleta tem todo o apoio, não só técnico, como administrativo, logístico. Isso ajuda a equipe a se tornar coesa e a conquistar resultados", disse Décio Brasil.

 Foto: Breno Barros/ Ministério da Cidadania Foto: Breno Barros/ Ministério da Cidadania

Goto contou que o atual ciclo de treinamentos é intenso e inclui no radar várias competições importantes: "Temos este ano o Pan e o primeiro Mundial Júnior da história da ginástica. Em 2020, os Jogos Olímpicos. Estamos muito concentrados para chegar em alto nível nesses eventos".

O diretor Jorge Bichara destacou o trabalho dos treinadores Goto e Valeri Liukin – cazaque naturalizado norte-americano – para manter o Brasil entre os melhores países do mundo na ginástica: "Goto e Zanetti chegaram ao ouro em Londres quando não tinham ainda acesso a uma estrutura como têm hoje no CT. Sempre fizeram um trabalho excepcional. E trouxemos para a equipe feminina um nome como o Valeri, campeão olímpico como atleta e técnico que levou a equipe feminina dos Estados Unidos a várias medalhas".

Parque Olímpico

Após conhecer o CT do Time Brasil, o secretário de Esporte completou a agenda no Rio de Janeiro com uma visita ao Parque Olímpico da Barra. Ao lado do presidente da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO), Paulo Márcio, ele conferiu as estruturas geridas pelo governo federal: Arenas Cariocas 1 e 2, Velódromo e Centro de Tênis.

Na Arena Carioca 2, Décio Brasil acompanhou parte de um jogo de futsal dos Jogos Estudantis da Cidade do Rio de Janeiro. O ginásio recebe também, diariamente, programas sociais da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) e treinamentos de modalidades como wrestling, judô, jiu-jitsu e MMA.

Foto: Breno Barros/ Ministério da CidadaniaFoto: Breno Barros/ Ministério da Cidadania

Paulo Rossi – Ministério da Cidadania, do Rio de Janeiro

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla