Ministério do Esporte Secretário especial do Esporte recebe a visita do cônsul-geral do Brasil em Hamamatsu, no Japão
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Secretário especial do Esporte recebe a visita do cônsul-geral do Brasil em Hamamatsu, no Japão

O secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marco Aurélio Vieira, recebeu, nesta terça-feira (22.01), o embaixador e cônsul-geral do Brasil em Hamamatsu, no Japão, Ernesto Rubarth. Maior colônia brasileira no Japão, Hamamatsu terá papel determinante para o Brasil durante o período de aclimatação das delegações do Brasil tanto para os Jogos Olímpicos quanto para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. A cidade, com uma população de cerca de 800 mil habitantes, será a base das delegações nacionais na reta final de preparação para as Olimpíadas e Paralimpíadas do ano que vem.

Foto: Abelardo Mendes Jr/Secretaria Especial do EsporteFoto: Abelardo Mendes Jr/Secretaria Especial do Esporte

“Eu vim convidar o nosso secretário para nos dar o prazer de participar de toda essa experiência”, afirmou Ernesto Rubarth. “A Olimpíada vai ser um evento que nos dá a oportunidade de fortalecer a comunidade brasileira residente, que está muito distante e que às vezes se sente um pouco isolada e que precisa de um apoio maior”, detalhou o diplomata.

“Por outro lado, o presidente Bolsonaro, então candidato, esteve em Hamamatsu, fez uma reunião lá, e a comunidade pediu e ele afirmou que ele poderia ajudar e apoiar sempre que possível. Então, a presença do secretário em um evento dessa grandeza espetacular como as Olimpíadas vai ser uma demonstração concreta dessa proposta de ajudar e apoiar. Espero que ele possa ir e que a gente possa organizar lá uma boa programação, fazer umas visitas a autoridades locais, visitar as escolas brasileiras, visitar os ginásios e estádios onde os atletas brasileiros vão treinar na fase que antecede as Olimpíadas”, prosseguiu.

Ernesto Rubarth, inclusive, fez um convite para que o secretário Marco Aurélio Vieira visite Hamamatsu ainda neste ano e disse que uma boa oportunidade seria durante o Campeonato Mundial de Judô, que será disputado de 25 de agosto a 1 de setembro, em Tóquio, distante uma hora e meia de trem de Hamamatsu.

“O cônsul veio aqui para praticamente estender procedimentos que já vinham sendo adotados anteriormente. Os brasileiros estiveram lá por intermédio da Confederação Brasileira de Judô por dois anos seguidos, estão desenvolvendo um trabalho juntamente com o Japão de aproximação, e ele está muito preocupado com a comunidade brasileira”, declarou o secretário Marco Aurélio Vieira.

“A intenção dele é fazer com que a aproximação com os judocas e atletas brasileiros eleve a autoestima do brasileiro que lá está isolado. Quando os atletas brasileiros vão lá, principalmente as crianças que têm contato com nossos atletas têm essa lembrança do Brasil mais próxima. Nossa ideia, e eu vou conversar com o ministro Osmar Terra, é de a gente participar do Mundial de judô, que vai acontecer um ano antes dos Jogos Olímpicos, e, com isso, a gente fazer não só o trabalho devido aos atletas, mas aproveitar para fazer essa aproximação com a população da cidade”, encerrou o secretário.

Luiz Roberto Magalhães
Ascom - Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla