Ministério do Esporte Parceria dos governos federal, estadual e municipal amplia infraestrutura esportiva de Pernambuco
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Parceria dos governos federal, estadual e municipal amplia infraestrutura esportiva de Pernambuco

No primeiro semestre de 2019, a população de Recife vai ganhar duas estruturas esportivas de referência internacional. A reforma do Ginásio Geraldo Magalhães (Geraldão) tem 60% das obras concluídas, enquanto a ampliação do Centro Esportivo Santos Dumont atingiu cerca de 50% de execução. O ministro do Esporte, Leandro Cruz, conferiu nesta terça-feira (04.12) o andamento dos trabalhos, que contam com investimentos do governo federal, em parceria com a prefeitura e o governo estadual, respectivamente.

Foto: Abelardo Mendes Jr/MEFoto: Abelardo Mendes Jr/ME

Foto: Abelardo Mendes Jr/MEFoto: Abelardo Mendes Jr/ME

O Geraldão, no bairro de Imbiribeira, foi o primeiro equipamento visitado pelo ministro. São R$ 45 milhões – R$ 20 milhões do Ministério do Esporte e o restante da Prefeitura – em recursos para dotá-lo de infraestrutura de primeira linha, com readequação da quadra aos padrões internacionais, climatização e revitalização dos vestiários, banheiros e áreas técnicas. O principal ginásio da capital pernambucana, que chegou a ter capacidade para 15 mil pessoas em arquibancadas de cimento, passará a receber 10 mil espectadores em cadeiras ergonômicas, com conforto e segurança.

Acompanhado do prefeito de Recife, Geraldo Júlio, da secretária de Turismo, Esportes e Lazer, Ana Paula Vilaça, e da secretária executiva de Esportes, Yane Marques – medalhista olímpica de bronze nos Jogos Londres 2012, competindo no pentatlo moderno –, Leandro Cruz elogiou a parceria entre os entes públicos: “A reforma do Geraldão é um exemplo de bom uso do dinheiro público. A população de Recife vai receber um equipamento preparado para competições de alto nível e espetáculos culturais”, afirmou o ministro.

“Nós precisávamos desta parceria com o Ministério do Esporte para chegar até onde chegamos agora. Superamos a crise econômica para entregar aos recifenses nos próximos meses um ginásio de patamar internacional”, disse o prefeito Geraldo Júlio, lembrando que, por apresentar um projeto original antigo, do início da década de 1970, o ginásio precisou ter as dimensões da quadra aumentadas para se adequar às mudanças ocorridas em regras de esportes como futsal e handebol.

Do esporte social ao alto rendimento

Após a visita ao Geraldão, o ministro se dirigiu ao bairro de Boa Viagem, onde fica o Centro Esportivo Santos Dumont. Ele foi recebido pelo secretário executivo de Esportes do Governo Estadual, Diego Pérez, e pelo deputado federal Felipe Carreras. A reforma do complexo tem investimento de R$ 16 milhões do Ministério do Esporte, com o objetivo de transformá-lo num centro de referência no Nordeste, tanto para a iniciação esportiva quanto para o alto rendimento.

Foto: Abelardo Mendes Jr/MEFoto: Abelardo Mendes Jr/ME

Outras duas atletas olímpicas se juntaram a Yane Marques, que já acompanhara o ministro na ida ao Geraldão: Joanna Maranhão (natação) e Cisiane Dutra (marcha atlética). As duas também são servidoras da Secretaria Executiva de Esportes do município de Recife. A comitiva visitou, entre outras estruturas do Santos Dumont, o ginásio de esportes, o dojô de artes marciais, o salão de danças, a piscina olímpica e a pista de atletismo.

“Aqui no Santos Dumont temos um modelo muito interessante de integração do treinamento esportivo de alto rendimento com o lazer e o esporte de inclusão. Em poucos lugares você consegue um ambiente tão favorável. Uma piscina olímpica, por exemplo, ao lado de um dojô em que se ensinam artes marciais para deficientes físicos. O governo estadual está de parabéns por desenvolver esse conceito”, destacou Leandro Cruz.

O centro esportivo atende hoje a mais de 2 mil pessoas, entre atletas, alunos da rede pública de ensino e população em geral. Além de aulas de atletismo, natação, hidroginástica, caratê, vôlei e futsal, são realizadas atividades de yoga, ginástica, dança, musculação, handebol, badminton, futebol, judô, skate e bocha.

Galeria de fotos

Visita ao Ginásio Geraldão e ao Centro Esportivo Santos Dumont, em RecifeVisita ao Ginásio Geraldão e ao Centro Esportivo Santos Dumont, em Recife

Paulo Rossi, de Recife
Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla