Ministério do Esporte CT Paralímpico bate recorde de número de atletas em treinamento
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

CT Paralímpico bate recorde de número de atletas em treinamento

O Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, ultrapassou a marca de 1 mil atletas que utilizaram as dependências esportivas para treinamentos. Ao todo, 1.057 esportistas, de clubes e seleções, treinaram no CT no mês de setembro, quase o dobro do mesmo mês em 2017 (603 atletas).
 
As seleções de atletismo, natação e tênis de mesa treinam regularmente no CT, cerca de seis dias na semana. No mês de setembro, as seleções de futebol de 7 para paralisados cerebrais, futebol de 5, parataekwondo, parabadminton e goalball usufruíram do espaço.
 
 
Além das equipes nacionais, as instalações são utilizadas por 35 clubes, da Grande São Paulo, Baixada Santista, de forma permanente, e pelos alunos do Centro de Formação Esportiva – Esportes Paralímpico. Nas semanas que antecedem algumas competições, clubes de fora do Estado de São Paulo também realizam seus treinamentos no CT Paralímpico.
 
O Centro de Treinamento Paralímpico é mantido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, após vencer concorrência pública do Governo do Estado de São Paulo em outubro de 2017, e tem capacidade para atender 15 modalidades paralímpicas: atletismo, basquete, esgrima, rúgbi e tênis em cadeira de rodas, bocha, natação, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, halterofilismo, judô, tênis de mesa, triatlo e vôlei sentado.
 
Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla