Ministério do Esporte Parque de Deodoro mostra o legado olímpico em visita do ministro do Esporte
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Parque de Deodoro mostra o legado olímpico em visita do ministro do Esporte

Fotos: Marco SennaFotos: Marco Senna
 
Uma das principais sedes dos Jogos Rio 2016, o Parque Olímpico de Deodoro abriu suas portas nesta terça-feira (09.10) para a visita do ministro do Esporte, Leandro Cruz, que percorreu todas as instalações do complexo esportivo a fim de verificar de perto as arenas do legado olímpico, a utilização delas em prol do desenvolvimento do esporte nacional e a implantação de projetos de inclusão social de crianças e adolescentes. Caso, por exemplo, do Programa Forças no Esporte (Profesp), parceria dos ministério da Defesa e do Esporte, que, no Parque de Deodoro, atende a mais de 60 jovens por meio de aulas de vôlei, basquete e futebol.
 
Na companhia do general André Luiz Allão, comandante do Centro de Capacitação Física do Exército (CCFEX) e responsável pela gestão do Parque de Deodoro, e também do presidente da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO), Paulo Márcio Dias Mello, Leandro Cruz esteve em cada uma das áreas esportivas do complexo.
 
Ele iniciou o tour pelo estande de tiro, considerado hoje um dos três mais modernos do mundo, e que leva o nome do tenente-coronel Guilherme Paraense, primeiro atleta brasileiro a ganhar uma medalha de ouro olímpica, na categoria tiro rápido, feito alcançado nos Jogos da Antuérpia (Bélgica), em 1920. O estande de Deodoro vai sediar no ano que vem a Copa do Mundo de Tiro, prevista para o mês de agosto – é a primeira vez que o Brasil realizará um Mundial da modalidade.
 
Depois, o ministro conheceu o Centro de Hóquei sobre Grama (sintética), que durante a visita estava sendo utilizado por dezenas de jovens praticantes da modalidade que começa a ganhar adeptos no país – uma demonstração da aplicação do legado olímpico na prática. Em seguida, foi à Arena Coronel Wenceslau Malta, onde crianças e jovens do programa Profesp faziam aulas de basquete, vôlei e futebol. Leandro Cruz também esteve no parque aquático, local das disputas do pentatlo por ocasião dos Jogos RIo 2016.
 
“Muito bom ver de perto que as arenas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos aqui no Parque de Deodoro estão cumprindo o papel de proporcionar um legado não apenas para o esporte de alto rendimento, mas também para a implementação de programas sociais pelo esporte. Isso é muito importante", comentou o ministro.
 
O general Allão, gestor do complexo esportivo, deu números da efetiva utilização do parque. ”No ano passado, realizamos 81 eventos aqui, e este ano já foram 89. Estamos fazendo do legado olímpico uma realidade”, atestou.
 
Curso de Ações de Comandos
O ministro Leandro Cruz se deslocou do Parque de Deodoro para Niterói e visitou também as obras da nova sede do Curso de Ações de Comandos, que está sendo construída em parceria com o Ministério do Esporte no Centro de Instrução de Operações Especiais do Exército (CIOpEsp), no Forte Imbuhy. Trata-se de uma grande área que terá pavilhão com salas para 120 alunos, refeitório, sala de jogos, piscina e quadra poliesportiva, entre outras benfeitorias.
 
Participaram ainda do tour o secretário de Economia e Finanças, general Marco Antônio Amaro; o vice-chefe do Decex, general Joarez Alves Junior; o chefe da Assessoria Especial de Orçamento e Finanças, general André Bastos Santos; o diretor de Infraestrutura da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento (Snear) do Ministério do Esporte, general Antônio Leite dos Santos Filho; o assistente do secretário de Economia e Finanças, coronel Adelson Robbi; o assessor do Legado Olímpico CCFEx, Mauro Secco; o superintendente do Legado Olímpico de Deodoro, coronel Sérgio Perdigão Bernardes; o adjunto da AOFin, tenente-coronel Dimas Machado; e o chefe de gabinete do ministro do Esporte, Marcelo Martinelli.
 
Marco Senna, do Rio de Janeiro
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla