Ministério do Esporte Jogos Escolares da Juventude desembarcam em Natal para início das etapas regionais
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Jogos Escolares da Juventude desembarcam em Natal para início das etapas regionais

Está chegando a hora do início dos Jogos Escolares da Juventude 2018, que este ano apresenta novidades no formato de disputa. Organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) desde 2005, a maior competição esportiva estudantil do país terá agora três etapas regionais e uma nacional. A partir da próxima quinta-feira (13), a cidade de Natal (RN) receberá cerca de 1.300 atletas de oito estados da região Nordeste para a disputa de vagas no basquete, futsal, handebol e vôlei. Até o dia 16, serão quatro dias de disputas para os alunos-atletas das duas faixas etárias da competição, 12 a 14 e 15 a 17 anos. Depois de Natal, a etapa regional dos Jogos Escolares segue para Manaus (AM) e Joinville (SC), que receberão pela primeira vez o evento. Em novembro, os Jogos voltam para a capital potiguar, agora para a etapa nacional, com disputas em 14 modalidades e cerca de 6 mil atletas participantes. 
 
Foto: Wander Roberto/Exemplus/COBFoto: Wander Roberto/Exemplus/COB
 
“O novo formato dos Jogos Escolares da Juventude gerará uma otimização de recursos e possibilitará que mais cidades possam receber o evento, aumentando ainda mais a abrangência da competição. Estamos muito animados com as perspectivas de contar com todos os estados do país nas disputas regionais e acreditamos que, com menos deslocamentos, aumentaremos ainda mais o nível de competitividade do evento”, avaliou André Mattos, coordenador-geral dos Jogos Escolares da Juventude.
 
A regionalização das etapas possibilita que mais cidades possam receber o evento. Depois de Natal, os Jogos Escolares seguem pela primeira vez para Manaus, entre 19 e 23 de setembro, e Joinville, entre 26 e 30 de setembro, sedes da segunda e terceira etapas regionais, respectivamente. Para definir as sedes do evento, o COB realizou diversas visitas de inspeção a 16 cidades candidatas. Três quesitos principais foram avaliados para a escolha da cidade-sede: intenção da cidade em realizar o evento, rede hoteleira compatível e locais adequados para as competições. 
 
Participarão das três etapas regionais escolas representantes dos 27 estados do país. De lá sairão as 12 melhores equipes de cada faixa etária das quatro modalidades coletivas para a disputa do evento principal, em novembro. A etapa nacional, em Natal, será disputada entre 12 e 25 de novembro e terá 14 modalidades. Além das quatro coletivas, atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa, vôlei de praia (apenas na categoria 15 a 17 anos), xadrez e wrestling completam a programação esportiva.
 
Celeiro de talentos para o esporte nacional, os Jogos Escolares vêm a cada ano contribuindo mais e mais com as delegações multiesportivas organizadas pelo COB em competições internacionais. Nomes como Sarah Menezes, Mayra Aguiar, Hugo Calderano, Raulzinho, Ana Claudia Lemos e Leonardo de Deus, que integraram o Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, deram seus primeiros passos no esporte nos Jogos Escolares. Até uma medalhista em Jogos Paralímpicos – Bruna Alexandre, também do tênis de mesa – já passou pela competição escolar.
 
No próximo mês, em Buenos Aires, o Time Brasil será representado por 81 atletas nos Jogos Olímpicos da Juventude. Destes, 33 competiram nos Jogos Escolares entre 59 possíveis em 11 modalidades. No atletismo, por exemplo, que terá 21 atletas, quase 80% passaram pelos Jogos Escolares. 
 
“Estes números só reforçam a importância dos Jogos Escolares para o desenvolvimento do esporte nacional. O COB enxerga a importância do esporte de base e, por isso, hoje possui uma área específica para este assunto em sua estrutura. Já realizamos diversas ações de apoio ao desenvolvimento de jovens atletas. Queremos avançar ainda mais e estabelecer um modelo sustentável para a detecção de talentos”, ressaltou o gerente executivo de Desenvolvimento Esportivo do COB.
 
Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e parceria dos governos estaduais e municipais na realização das etapas regionais e nacional.
 
Fonte: Comitê Olímpico do Brasil
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla