Ministério do Esporte Profissionais do projeto Esporte e Cidadania recebem formação no Rio de Janeiro
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Profissionais do projeto Esporte e Cidadania recebem formação no Rio de Janeiro

A Universidade Federal Fluminense iniciou, no último fim de semana (28 e 29 de julho), o Ciclo de Formação de profissionais que integram o Projeto Esporte e Cidadania. A primeira etapa da capacitação presencial foi realizada no Velódromo do Parque Olímpico da Barra (POB), no Rio de Janeiro, e reuniu mais de 150 professores que atuam nos núcleos do programa no estado do Rio. Cada núcleo atende a 100 crianças e adolescentes, de 6 a 21 anos, e o objetivo é fazer com que o esporte seja uma ferramenta educacional e transformadora da realidade especialmente em vulnerabilidade social.

Hoje, o projeto beneficia um total de 15.600 crianças, adolescentes e jovens e conta com mais de 600 profissionais envolvidos, somando-se todos os 156 núcleos implementados em diversas regiões do estado.

Cerca de 150 professores participaram da capacitação no Parque Olímpico da Barra. Foto: Marco Senna/MECerca de 150 professores participaram da capacitação no Parque Olímpico da Barra. Foto: Marco Senna/ME

A finalidade da capacitação é qualificar os participantes do projeto para que possam desempenhar suas atividades de forma mais efetiva nos seus respectivos núcleos. Os profissionais envolvidos são professores e estagiários de educação física, especialistas e monitores de lutas e artes marciais, e agentes sociais. O treinamento englobou integrantes dos núcleos da cidade do Rio de Janeiro e Itaguaí. No Sul-Fluminense os profissionais fizeram a formação na Faculdade de Engenharia da UFF (Volta Redonda). 

A Universidade Federal Fluminense (UFF) é a proponente do Projeto, sendo responsável pela organização da Formação dos profissionais. A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é responsável pelo conteúdo da Formação, conta com apoio também da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coordenadora da formação dos profissionais envolvidos na capacitação, Ângela Brêtas, professora da UFRJ, destaca a importância para a continuidade do êxito do programa.

“O objetivo maior dessa capacitação é democratizar e universalizar o acesso às práticas de esporte, lazer e cultura, bem como estimular a produção de conhecimento em políticas públicas nessas áreas voltadas ao desenvolvimento humano e social”, destacou Ângela, salientando a relevância do projeto que possui núcleo, por exemplo, no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), que acolhe adolescentes em conflito com a Lei/autores de ato infracional, para ressocialização social.  

Principais temas contemplados na qualificação: direitos humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente, território e diagnóstico da realidade local, conceitos de esporte e lazer, conceito de lutas corporais, práticas e avaliação.

Segunda etapa
A capacitação dos profissionais que atuam no programa Esporte e Cidadania terá seguimento nos próximos dias 4 e 5 de agosto. A segunda etapa do treinamento reunirá professores dos núcleos das regiões Norte e Noroeste do estado, Niterói, Baixadas Litorâneas e Baixada Fluminense. As aulas acontecerão na UFF de Pádua e Niterói e em Nova Iguaçu.

Além das aulas presenciais, toda a equipe de trabalho dos núcleos deverá cursar três módulos de formação à distância - ministrados pela UFMG -, que abordarão temas como esporte recreativo e lazer, lutas e artes marciais.

Marco Senna, do Rio de Janeiro
Ministério do Esporte
    

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla