Ministério do Esporte Pan Universitário segue até domingo com atletas de 13 países, em nove modalidades
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Pan Universitário segue até domingo com atletas de 13 países, em nove modalidades

O Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo é o palco da primeira edição do FISU America Games. A competição pan-americana, voltada para o esporte universitário, teve início no dia 19 e segue até o próximo domingo (29.07), com a participação de 13 países do continente.

Durante o evento, os atletas representam suas instituições de ensino e seus países. Além do Brasil, Estados Unidos, Canadá, Chile, Colômbia, Argentina, Costa Rica, Venezuela, Peru, Paraguai, Honduras, México e Uruguai participam. Ao todo, as delegações somam cerca de 1.500 pessoas, entre atletas e comissão técnica, para a disputa de atletismo, basquete, futebol, futsal, vôlei, judô, natação, tênis e tênis de mesa.

Delegação brasileira na cerimônia de abertura da competição. Foto: CBDU/DivulgaçãoDelegação brasileira na cerimônia de abertura da competição. Foto: CBDU/DivulgaçãoA competição também tem a participação de atletas paralímpicos universitários. Entre os brasileiros, são 129 alunos-atletas nas modalidades adaptadas de tênis de mesa, atletismo e natação. Um dos destaques ficou por conta de Ádria Santos, maior medalhista paralímpica do Brasil, com 13 medalhas em seis edições dos Jogos Paralímpicos. A velocista começou a cursar educação física no ano passado e resolveu disputar o torneio universitário.

"Depois que encerrei carreira, estava só fazendo corrida de rua para manter o físico. Resolvi participar do regional em Santa Catarina, isso me motivou a voltar a treinar e consegui a vaga para estar aqui", conta a atleta, que perdeu totalmente a visão em 1994. Ádria, agora competindo em novas categorias, deixa o FISU America Games com duas medalhas de ouro, no lançamento de disco e nos 1.500 metros. O Brasil também já conquistou medalhas em outras modalidades em São Paulo, como no judô e no tênis de mesa.

O torneio é uma realização da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) e da Federação Internacional do Esporte Universitário (FISU) América, além da Federação Universitária Paulista de Esportes (FUPE). "Para o Brasil e para a CBDU, é uma honra sediar o primeiro Pan-Americano Universitário. A CBDU tem tido a satisfação de ser pioneira em alguns eventos do calendário internacional do esporte universitário, como o Mundial de Futsal e o Beach Games Internacional, duas modalidades que começaram no Brasil e depois ganharam o cenário internacional. E agora temos mais uma vez a oportunidade de sediar os primeiros Jogos Universitários Pan-Americanos", afirmou o presidente da CBDU, Luciano Cabral.

Rededoesporte.gov.br, com informações da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) 

 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla