Ministério do Esporte Centro de Iniciação ao Esporte de Rio Branco, no Acre, é inaugurado
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Centro de Iniciação ao Esporte de Rio Branco, no Acre, é inaugurado

Foi inaugurado no último sábado (24.03) o Centro de Iniciação ao Esporte de Rio Branco, no Acre. A unidade, primeira da Região Norte a ser entregue, contou com R$ 5,4 milhões em investimentos, sendo R$ 4,4 milhões em recursos do Ministério do Esporte. O espaço tem capacidade para até 20 modalidades esportivas, como handebol, futsal, voleibol, basquete, ginástica artística e rítmica, badminton, tênis de mesa, judô, boxe, levantamento de peso e goalball.

Construído no Bairro Aeroporto Velho, o CIE dispõe de ginásio com pavimento térreo e mezanino. No térreo há a área de jogos, banheiros e vestiários, três salas administrativas, copa, banheiros acessíveis, escada e plataforma.

A obra também conta com acessibilidade e quadra de areia, além de espaço esportivo para salto em altura, arremesso de peso e salto em distância. A estrutura conta, ainda, com pista de atletismo de 100 metros. O projeto está de acordo com as normas exigidas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF).

A antiga quadra esportiva ao lado do CIE foi reformada e, além de abrigar competições de futsal, vôlei e basquete, servirá para os ensaios da Família Junina, os grupos folclóricos do Acre.

Para manter e administrar a unidade, a Secretaria de Esporte e Lazer de Rio Branco firmou parceria com federações esportivas de taekwondo, vôlei, basquete, atletismo, handebol, tênis de mesa, judô, boxe, ginástica, shotokan de Karatê-Do e futsal. A gestão é compartilhada com as federações por meio do Conselho Gestor do CIE, que construirá o Plano de Uso do equipamento.

Infraestrutura

Os CIEs são um dos principais projetos de legado de infraestrutura esportiva dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O programa conta hoje com 136 contratos ativos, o que representa um investimento total de R$ 486,5 milhões do governo federal.

As instalações foram idealizadas para ampliar a oferta de infraestrutura de equipamentos públicos esportivos qualificados no Brasil e com a perspectiva de aprimorar as chances de detecção de talentos.

A primeira unidade do projeto, inaugurada em Franco da Rocha (SP) em junho de 2016, indica uma referência de caminho. Localizado no bairro Parque Vitória, uma das áreas mais carentes da cidade, o CIE iniciou as atividades com aulas de basquete, vôlei, judô, taekwondo, futsal, handebol, ginástica, dança e balé.

No início, o equipamento recebeu uma média de 750 a 900 alunos por mês, dependendo do período. Em 2017, foram agregados ginástica rítmica, ginástica artística, tênis, tênis de mesa, capoeira, jiu-jitsu, luta olímpica, ioga, pilates e muay-tai, o que trouxe centenas de novos frequentadores. O número de alunos em 2017 girou entre 1.500 e 1.700 por mês. Para 2018, a ideia é chegar a 2.400 pessoas atendidas por mês.

Além das unidades de Franco da Rocha e de Rio Branco, também já foram inaugurados os CIES de Uberaba, em Minas Gerais, e de Maringá e Arapongas, no Paraná. A expectativa é de que ainda nesta semana seja inaugurado o CIE de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Fonte: Ministério do Esporte, com informações da Prefeitura de Rio Branco (AC)

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla