Ministério do Esporte Corrida Para a Paz leva 9.600 ao Eixão, em Brasília
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Corrida Para a Paz leva 9.600 ao Eixão, em Brasília

Uma das avenidas mais importantes da capital federal, o Eixão Sul foi “invadido” na manhã deste domingo (18.02) por 9.600 corredores que largaram, às 9h, para os 5 quilômetros da 13ª edição da Corrida para a Paz do Conselho Internacional do Desporto Militar (CISM DAY RUN FOR PEACE). A prova foi promovida pelo Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM); pelo Ministério da Defesa, por meio da Comissão Desportiva Militar do Brasil; e pelo Ministério do Esporte, por meio da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

A Corrida Para a Paz é realizada para celebrar a data de criação do Conselho Internacional do Desporto Militar - CISM que, em 2018, completa 70 anos, ou então em uma data próxima, para que tenha a participação do maior número de militares e esportistas ao redor do globo. A proposta é reforçar o lema "Amizade através do esporte" e na edição de 2017 o CISM registrou a presença de 360 mil militares, em 36 países. Neste ano, a participação de Brasília superou os números de 2017, quando aproximadamente 7 mil pessoas participaram da prova.

9.600 pessoas largaram para a 13ª edição da Corrida Para a Paz em Brasília. Fotos: Cintia Aquino/ME9.600 pessoas largaram para a 13ª edição da Corrida Para a Paz em Brasília. Fotos: Cintia Aquino/ME

Secretário da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, o professor Luiz Celso Giacomini (foto) prestigiou o evento e ressaltou a importante do apoio da ABCD ao evento. “A parceria foi feita com as Forças Armadas e nós entramos com as camisetas e ajudamos também na organização”, explicou o secretário. “A ideia é que esse evento, que tem repercussão internacional, nos ajude a ampliar a campanha #jogolimpo em todo o país. E existe também a ideia de que essa parceria com as Forças Armadas possa ser ampliada para que a campanha #jogolimpo seja cada vez mais difundida em todo o país”, completou.

O tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira, secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa, também comemorou o sucesso da prova em Brasília e destacou a importância do apoio do Ministério do Esporte ao evento.

“Nossa parceria com o Ministério do Esporte tem dois pilares. Um é o Programa Forças no Esporte, que atende crianças em todo o país. O outro é o Programa de Alto Rendimento das Forças Armadas. Todo os anos nós realizados a Corrida Para a Paz, que é um evento muito importante e que é realizado em todo o mundo. Para nós, essa parceria com a ABCD é muito relevante, pois queremos cada vez mais um esporte sadio, com todos competindo sempre em igualdade de condições”, declarou o tenente-brigadeiro.

Soldado do Comando Militar do Planalto (CMP), o baiano Joseias Ferreira das Chagas, 19 anos, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada. Das cinco participações na competição é a quarta vez que ele conquista a vitória. Em 2017, ele chegou em segundo, o que serviu de estímulo para treinar ainda mais.

“Comecei a correr em 2010 e quero chegar à elite brasileira na modalidade. Trabalhei muito para ganhar este ano, com treinos de domingo a domingo. Vejo nessa corrida uma oportunidade de me desenvolver”, contou Joseias, que agora irá se preparar para os Jogos Desportivos do Exército 2018.

Já a vendedora Taiane Rocha, de 29 anos, participou pela primeira vez da Corrida Para a Paz e estava animada na fila para receber sua medalha de participação. “Foi uma prova muito bem organizada. Cansei um pouco, mas curti demais”, afirmou.

O coronel Peregrino, que também competiu, ressaltou a importância daqueles que não
fazem parte das Forças Armadas. “Foi um evento muito bom. Tivemos uma participação maciça não só dos militares, mas das pessoas que frequentam o Eixão nos fins de semana. Foi um sucesso. O tempo colaborou e isso também ajudou muito”.

Histórico

No ano de 1948, Henri Debrus, líder do esquadrão francês, fundou, juntamente com militares da França, Bélgica, Holanda, Luxembrugo e Dinamarca, o “Conseil International Du Sport Militaire” (CISM), instituição cujo objetivo é promover a paz através do esporte.

Desde 2006, o Conselho celebra a comemoração do seu aniversário através do CISM Day Run (hoje CISM Day Run for Peace), uma corrida organizada pelas Forças Armadas de cada um dos 136 integrantes, nos seus respectivos países.

Luiz Roberto Magalhães e Cristiane Rosa - Ministério do Esporte
 

 
 
 
 
 
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla