Ministério do Esporte Fim de semana de inclusão social e muito esporte no Parque Olímpico da Barra
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Fim de semana de inclusão social e muito esporte no Parque Olímpico da Barra

O fim de semana e o início de dezembro serão divididos entre atividades de inclusão social e muito esporte no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro. Enquanto a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) abre as portas da Arena Carioca 2 para a primeira feira do estado voltada para pessoas com deficiência (PCD), a Arena Carioca 1 recebe o Sul-americano de Badminton e o Estadual de Tênis de Mesa. Já o Velódromo tem a área central cedida para as artes marciais: a Federação de Judô do Rio de Janeiro realiza o estadual por equipes e a Federação de Karatê promove a Final do Estadual.
 
O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, ressaltou a importância do respeito às diferenças e da acessibilidade na abertura do eventoO ministro do Esporte, Leonardo Picciani, ressaltou a importância do respeito às diferenças e da acessibilidade na abertura do evento
 
A Feira Cidade PCD teve início nesta sexta e segue até domingo (3/12), com entrada e estacionamento gratuitos. O conceito é apresentar produtos e serviços que trabalham a questão de acessibilidade, mostrar ao público modalidades incluídas no programa paralímpico e promover momentos em que os visitantes possam experimentar e conhecer os desafios diários das pessoas com deficiência. 
 
"Estão previstas uma série de atividades, como basquete em cadeira de rodas, futebol de cinco, bocha, vôlei sentado. Haverá o projeto Experimentando Diferenças, em que familiares e visitantes podem experimentar modalidades paralímpicas. Temos também uma sala sensorial, que convida o visitante a vendar os olhos e viver algumas experiências que envolvem tato, olfato e paladar. Também haverá uma demonstração da equoterapia", listou Marcos Salles, presidente do Jornal O Dia e organizador do evento. 
 
Para receber os visitantes, o evento contará com uma estrutura de acesso guiado que vai desde a saída da estação Cidade Olímpica, do BRT, até a chegada à Arena 2. Acompanhantes para pessoas com deficiência estarão na entrada do evento. No interior da Arena 2, banheiros adaptados e um ambiente climatizado foram preparados para maior conforto.
 
“A gente sempre exige dos organizadores de eventos que eles realizem projetos com vocação social nesses espaços, como forma de contrapartida para o uso dos equipamentos geridos pela AGLO. Recentemente, tivemos uma competição de tênis para cadeirantes, de iniciativa da Federação de Tênis do Rio, e um campeonato de futebol em cadeira de rodas. É gratificante ver o legado se consolidando também para modalidades paralímpicas”, afirmou o presidente da autarquia federal, Paulo Márcio Dias Mello.
 
Presente à abertura do evento, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, enfatizou que a ênfase no respeito às diferenças é essencial para uma sociedade mais justa. "Essa é uma tecla que batíamos bastante desde as Olimpíadas. As pessoas buscam nada mais que a concretização da acessibilidade, da qualidade de vida adequada, como qualquer cidadão que contribui para o desenvolvimento do país e da nossa sociedade", disse. "É muito bom que possamos incentivar isso na casa do legado olímpico, reforçando os bons valores do esporte, de superação, de busca pelas conquistas, de jogo limpo". 
 
Judô e karatê
 
Além da feira, o Parque Olímpico vai receber neste sábado (2.12) o Campeonato Estadual de Judô por equipes, na área central do velódromo. A competição é de iniciativa da Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro. No domingo, será a vez da Federação de Karatê do Rio de Janeiro (FKERJ) realizar a Final do Estadual. A modalidade foi incluída recentemente no programa dos Jogos Olímpicos. Cerca de 400 atletas vão lutar no tatame. As disputas integram crianças e jovens de comunidades carentes atendidas por projetos sociais de Karatê e os melhores atletas do Rio de Janeiro.
 
Badminton
 
O fim de semana termina e os fãs de badminton entram em cena. A modalidade será destaque no Sul-americano a ser realizado na Arena Carioca 1. A competição terá início na terça-feira (5.12) e segue até o dia 14. De acordo com a Confederação Brasileira de Badminton (CBBd), o torneio terá representantes de Brasil, Chile, Peru, Equador, Argentina e Paraguai. 
 
SERVIÇO
 
Sexta-feira (1/12)
Feira Cidade PCD, das 10h às 19h, na Arena Carioca 2. De acesso gratuito, o evento também seguirá nos dias 2 e 3 de dezembro.
 
Sábado (2.12)
Campeonato Estadual de Judô por equipes; a partir das 9h, no Velódromo.
 
Domingo (3.12)
VI Etapa Ranking Estadual de Tênis de Mesa, a partir das 9h30 na Arena 1. Evento gratuito para público em geral. 
Final do Campeonato Estadual de Karatê, das 9h às 16h no Velódromo. Evento gratuito para público em geral. 
 
Terça-feira (5.12)
Sul-americano de Badminton, das 9h às 18h na Arena 1. De acesso gratuito, a competição seguirá até 14 de dezembro no Parque Olímpico da Barra, RJ.
 
Fonte: Autoridade de Governança do Legado Olímpico
 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla