Ministério do Esporte Centro Nacional de Ciclismo, em Londrina, entra na reta final para abertura
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Centro Nacional de Ciclismo, em Londrina, entra na reta final para abertura

O Centro de Treinamento Nacional de Ciclismo entrou na última fase de preparação para o início das atividades em Londrina (PR). Projeto inédito no país, a instalação pretende garantir o aperfeiçoamento técnico e físico de ciclistas de alto rendimento de diferentes disciplinas, e auxiliar a preparação dos brasileiros para as principais competições internacionais e para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de de Tóquio, em 2020.

A estrutura conta com prédio de 700m² e pista de BMX com padrão da União Ciclística Internacional (UCI). Entre as facilidades do local estão sala de musculação, bike indoor, treino funcional, sala de fisioterapia e de recuperação, refeitório, auditório e vestiários. Tal lista permite que todas as modalidades do ciclismo olímpico sejam beneficiadas, como BMX, BMX freestyle park, estrada, pista e mountain bike.

Pista de BMX e estrutura física do CT estão concluídas. Fotos: DivulgaçãoPista de BMX e estrutura física do CT estão concluídas. Fotos: Divulgação

"Com os equipamentos, os atletas serão submetidos a avaliação física completa para um desenvolvimento criterioso. Pretendemos trabalhar com as diferentes disciplinas do ciclismo", disse o presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), José Luiz Vasconcellos.

Com a estrutura do CT pronta, o Ministério do Esporte liberou na última semana R$ 1.334.988,90 para a aquisição de equipamentos. A prefeitura vai investir R$ 17.598,98 de contrapartida. A ação é a última etapa necessária para o início das atividades.

A infraestrutura é administrada pela Fundação de Esportes de Londrina. O órgão vai abrir licitação para adquirir os equipamentos. Serão comprados materiais para mobília, informática, fisioterapia, fisiologia, musculação e ar condicionado. A proposta é abrir chamada pública no futuro para que uma entidade especializada possa gerir o equipamento esportivo.

"É uma obra que esperamos há muito tempo. Já estamos trabalhando para lançar o edital e adquirir os equipamentos. Queremos começar o quanto antes. Vamos promover novos eventos para envolver a população local e montar escolinhas de ciclismo para toda a comunidade", disse o diretor-presidente da Fundação de Esporte de Londrina, Fernando Madureira.

Para Priscilla Carnaval, CT pode deixar brasileiros em condição de igualdade com os melhores do mundo. Foto: DivulgaçãoPara Priscilla Carnaval, CT pode deixar brasileiros em condição de igualdade com os melhores do mundo. Foto: Divulgação

Quatro etapas
A estrutura foi construída em quatro fases. A primeira foi a implantação das pistas de BMX de Challenger e BMX Supercross. A segunda foi a construção do prédio do Centro de Treinamento. A terceira foi a implementação das áreas de escritórios abaixo da plataforma de largada da pista de BMX. A aquisição dos equipamentos é a última fase.

Das cinco provas olímpicas que serão atendidas, os pilotos de BMX serão protagonistas no equipamento. Além de serem beneficiados pela estrutura de avaliação física e técnica, eles poderão utilizar a pista oficial para treinamento. Atletas de todo o país poderão agendar períodos no local.

A classificação do BMX para os Jogos de Tóquio 2020 tem início em junho de 2018. Os atletas irão buscar pontos no ranking internacional durante o Mundial do Azerbaijão. Os principais pilotos do país terão ainda na temporada dez etapas da Copa do Mundo, além dos campeonatos sul-americano e pan-americano.

A atleta olímpica Priscilla Carnaval Stevaux, 23 anos, espera que a estrutura seja um diferencial na preparação para Tóquio. "Acredito que vai mudar a realidade da modalidade. Os atletas terão uma esperança maior para o futuro do ciclismo nacional e motivação para continuar na busca por resultados inéditos", disse.

Segundo Priscilla, os brasileiros ainda buscam no exterior condições de igualdade para enfrentar os principais atletas do continente. Com o equipamento, avalia, mais pilotos terão a oportunidade de treinar no mesmo padrão dos melhores do mundo. "Na última vez que competi na etapa da Copa do Mundo, tive que viajar com antecedência à Argentina para poder treinar. Em pouco tempo, consegui resultado expressivo. Isso mostra que os brasileiros têm condições de competir contra os melhores", disse.

O atendimento multidisciplinar é o diferencial do CT. Além dos atletas, o espaço será aberto para cursos de capacitação de técnicos e de profissionais que atuam no ciclismo em diversas áreas profissionais, como treinamento, fisiologia, fisioterapia e nutrição.

Vocação local
Londrina tem vocação para o ciclismo: 454 atletas da cidade são filiados à confederação da modalidade. As regiões Sudeste e Sul concentram cerca de 5 mil atletas. O Brasil conta com mais de 8,5 mil ciclistas filiados à confederação brasileira nas diferentes disciplinas.

De olho na renovação das seleções brasileiras, a proposta do centro é receber atletas das categorias infantil e juvenil, além de atender a população local com atividades de fomento ao esporte e de recreação.

"Além dos atletas de alto rendimento, a ideia é atender a base do ciclismo local do Paraná. Será um trabalho de desenvolvimento do esporte. A história da modalidade está ligada diretamente com o estado, pois sempre foi um grande celeiro do ciclismo de estrada e de velódromo no país. Teremos a oportunidade de lapidar novos talentos", explicou o presidente da CBC.

Breno Barros – RededoEsporte.gov.br

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla