Ministério do Esporte Mais de 90 mil jovens participarão de Campeonatos Interclubes de base até 2020
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Mais de 90 mil jovens participarão de Campeonatos Interclubes de base até 2020

Os atletas olímpicos e paraolímpicos das categorias de base ganharam mais um instrumento para impulsionar o crescimento técnico e esportivo. Até os Jogos de Tóquio 2020, os jovens de diferentes modalidades irão competir em Campeonatos Brasileiros entre os principais clubes formadores do país. Ao todo, serão promovidos 248 eventos interclubes ao longo de três anos. A previsão é de que mais de 90 mil jovens sejam beneficiados em 17 modalidades olímpicas e quatro paralímpicas.
 
Os eventos serão realizados com recursos do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) voltados para as agremiações filiadas. Foram aprovados 69 projetos por meio de seleção de Chamada Pública. As competições terão garantidas o custeio de despesas de passagens aéreas e de hospedagens dos filiados dos clubes participantes. As competições serão organizadas por 40 clubes parceiros ao CBC.
 
O presidente do CBC, Jair Alfredo Pereira, explica que o investimento é inédito ao garantir acesso ao maior número de eventos de qualidade. "Até o final do ciclo olímpico 2020 teremos mais de 90 mil beneficiários por meio das Competições interclubes, que ocorrerão em diversas modalidades no período de quatro anos. Uma atitude pioneira, que promete mudar a realidade do esporte no país, pois mais atletas terão condições de participar de jogos e incrementar sua formação, focando apenas no que é mais importante sem o adicional dos custos para que isso se concretize: a preparação como atleta", disse.
 
Os campeonatos nacionais serão promovidos em parceria com as respectivas confederações esportivas. Até 2020 serão investimentos R$ 66,9 milhões. Os recursos são provenientes daLei 9.615/98 (Nova Lei Pelé). 
 
Serão promovidas competições de basquete, esgrima, handebol, hipismo, judô, maratona aquática, nado sincronizado, natação, polo aquático, remo, atletismo, saltos ornamentais, tênis, tênis de mesa, vela, vôlei e vôlei de praia. Já no esporte paralímpico, os atletas do paratriathlon, rugby em cadeira de rodas, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas serão beneficiados.
 
Primeiro evento
A primeira competição interclubes será de atletismo. No dia 30 de setembro, o Centro de Formação Olímpica do Nordeste (CFO), em Fortaleza, receberá mais de 100 clubes do país para o Campeonato Brasileiro Interclubes Caixa de Atletismo Sub-16. O evento é organizado pelo BNB Clube Fortaleza. Ao todo, serão 650 atletas que participam do evento até o dia 1º de outubro.
 
Rededoesporte.gov.br, com informações do CBC
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla