Ministério do Esporte Garantidos recursos para finalizar dua pistas de atletismo da Universidade de Brasília
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Garantidos recursos para finalizar dua pistas de atletismo da Universidade de Brasília

O Ministério do Esporte garantiu recursos para finalizar as reformas de duas pistas de atletismo na Universidade de Brasília (UnB), uma de oito e outra de seis raias. O governo federal vai investir R$ 8,7 milhões na execução das obras no Centro Olímpico da instituição. A informação foi publicada nesta segunda-feira (04.09) no Diário Oficial da União.

O valor divulgado nesta segunda-feira será executado em três etapas. Cada fase será concretizada anualmente, com repasses via orçamento do ministério em 2017, 2018 e 2019. Na primeira etapa, o valor de R$ 2,12 milhões será utilizado na reforma da pista de atletismo 1 do Centro Olímpico. Na segunda fase, o investimento de R$ 1,8 milhão será utilizado na reforma da pista de atletismo 2, em 2018. Na última fase, em 2019, haverá a implantação do sistema de iluminação das pistas, que custará R$ 4,7 milhões.

As reformas tiveram início em 2012. A universidade já adquiriu os revestimentos para as pistas, equipamentos fixos, adesivos e tintas. Eles foram comprados com recursos da União no valor de R$ 5,1 milhões.

O equipamento esportivo custará R$ 13.926.020,45 (R$ 5.198.935,09 + R$ 8.727.085,36) no final da reforma. O Ministério do Esporte construiu ou reformou 47 novas pistas oficiais de atletismo em todo país, como legado dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. As estruturas foram construídas em parceria com universidades, prefeituras, governos estaduais, Confederação Brasileira de Atletismo, federações estaduais e clubes. As obras são de responsabilidade da parte conveniada, com investimentos do governo federal.

Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla