Ministério do Esporte Confederação de Canoagem é homenageada pela eficiência na prestação de contas de projetos da Lei de Incentivo
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Confederação de Canoagem é homenageada pela eficiência na prestação de contas de projetos da Lei de Incentivo

O Ministério do Esporte entregou, nesta quinta-feira (17.08), em Brasília-DF, o Certificado de Qualidade em Prestação de Contas para a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa). A entidade, ao apostar em um sistema inovador, praticamente estabeleceu um novo patamar na forma de prestar contas do uso dos recursos captados em projetos da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE). O certificado foi recebido por João Tomasini Schwertner, presidente da CBCa.

Um dos principais captadores de recursos da LIE, a Confederação Brasileira de Canoagem faz uso, agora, de um software criado especialmente para o gerenciamento e prestação de contas de projetos relacionados à Lei de Incentivo ao Esporte. O novo programa trabalha com prestação de contas em tempo real (ou seja, cada gasto do projeto pode ser incluído no sistema instantaneamente, o que agiliza o processo final) e o sistema está integrado com os parâmetros e modelos de análise técnica do Ministério do Esporte e com as determinações da Lei 1.438/2006, que criou a Lei de Incentivo ao Esporte.

José Cândido da Silva Muricy, diretor Departamento de Incentivo e Fomento ao Esporte, entrega o certificado a João Tomasini, presidente da CBCa. Foto: Francisco Medeiros/MEJosé Cândido da Silva Muricy, diretor Departamento de Incentivo e Fomento ao Esporte, entrega o certificado a João Tomasini, presidente da CBCa. Foto: Francisco Medeiros/ME

“É importante ressaltar a melhoria na qualidade de prestação de contas da Confederação Brasileira de Canoagem, que chamou muito a nossa atenção e foi isso o que motivou que a gente inovasse com essa certificação de qualidade”, ressalta José Cândido da Silva Muricy, diretor Departamento de Incentivo e Fomento ao Esporte (DIFE) do Ministério do Esporte.

“A forma como a Confederação Brasileira de Canoagem apresentou a prestação foi espetacular. Eu acho importante passar essa mensagem aos demais proponentes para que eles se esmerem na qualidade de prestação de contas, pois agiliza muito os processos internos e facilita enormemente a nossa atuação. Foi com essa intenção que nós criamos essa certificação”, prossegue o diretor do DIFE.

João Tomasini Schwertner explicou o que motivou a Confederação Brasileira de Canoagem a investir na nova ferramenta. “Desde 2012, a canoagem tem o patrocínio do BNDES e utiliza a Lei (de Incentivo ao Esporte). O patrocínio do BNDES é totalmente incentivado. Havia a necessidade de uma ferramenta que pudesse dar condições de gerenciamento e prestação de contas. Junto com a empresa que desenvolveu o programa, nós trabalhamos um ano, literalmente, para o software ficar em condições de rodar. E hoje ele realmente nos dá condição de apresentar com qualidade a prestação de contas”, lembra o dirigente, que adiantou que o programa não irá se restringir a atuação apenas na prestação de contas.

“Nós temos outras fases a desenvolver em um futuro próximo, integrando o sistema ao financeiro e ao contábil. O processo já tem o setor de compras. Toda a parte de tramitação da compra do material, pagamento, tudo isso é lançado no sistema, chegando ao ponto da prestação de contas imprimir o relatório, juntar os documentos e aí é só mandar (para o Ministério do Esporte)”, prossegue.

O presidente da CBCa esclareceu, ainda, que o novo software assegura mais transparência ao processo, uma vez que permite que o patrocinador acompanhe a prestação de contas na medida em que os gastos são efetuados.

“A Confederação Brasileira de Canoagem fornece ao BNDES o acompanhamento em tempo real do processo e aos novos patrocinadores que estamos buscando para complementar as necessidades da canoagem no próximo ciclo olímpico também está sendo ofertado esse acompanhamento. O que é feito de pagamento, o extrato semanal sobe para o sistema e no final do mês está lá o extrato fechado com a prestação de contas. É uma ferramenta gerencial e de acompanhamento para o patrocinador”, detalha Tomasini.

Agilidade na análise

Juliano Duarte trabalha no Ministério do Esporte há oito anos com prestação de contas da Lei de Incentivo ao Esporte. Ele é categórico ao falar sobre a agilidade do novo método adotado pela Confederação Brasileira de Canoagem.

“Essa foi a primeira vez que eu vi uma prestação de contas da LIE chegar ao Ministério tão completa e de acordo com o que determina a legislação”, explica. “Em cerca de 80% dos casos nós temos que solicitar mais informações antes de emitir o parecer. Em geral, nós levamos três dias para analisar a prestação de contas. Nesse caso, fizemos em um dia. Foi muito mais fácil”, ressalta Juliano.

Os interessados em saber mais sobre o software podem entrar em contato com a Confederação Brasileira de Canoagem, no telefone (41) 3083-2600. “Nós ajudamos a desenvolver o programa e estamos muito felizes com esse software. Mas ele não é nosso. É da empresa e ela está aberta à locação do software com uma taxa mensal. O interessado tem que procurar a empresa e fazer uma análise de acordo com a necessidade de cada projeto”, lembra João Tomasini Schwertner.

Luiz Roberto Magalhães – Ministério do Esporte
 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla