Ministério do Esporte Congresso Pan-Americano de Medicina do Esporte terá mesa redonda da ABCD
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Congresso Pan-Americano de Medicina do Esporte terá mesa redonda da ABCD

A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) promoverá uma mesa redonda para discutir o combate à dopagem no esporte durante o 26º Congresso Pan-Americano de Medicina do Esporte, que será realizado no Rio de Janeiro, entre os dias 14 e 16 de setembro, no Windsor Barra Hotel.

“Vamos participar pela primeira vez de um congresso desse porte e a discussão sobre o tema dopagem terá um lugar relevante na programação. Isso, para nós, é algo fantástico, pois se trata de um evento internacional com médicos de vários países da área esportiva e, portanto, teremos um público altamente qualificado para debater as ações da ABCD”, comemorou Alexandre Nunes, diretor de operações da ABCD, que será um dos palestrantes no congresso.

Na verdade, essa não será a primeira ação da ABCD junto à comunidade médica. No dia 30 de junho, o próprio Alexandre foi um dos palestrantes, em São Paulo, do fórum Uso Não Ético e Ilegal de Medicamentos no Esporte. O evento foi promovido pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) e, na ocasião, Alexandre discursou sobre o seguinte Detecção do hormônio do crescimento e testosterona: como fazer.

Essa foi a segunda vez que Alexandre participou de um fórum promovido pelo CREMESP este ano. No fim de março, ele fez uma palestra sobre o tema doping e antidoping, responsabilidade ética e criminal.

“Esse último fórum do CREMESP, assim, como o primeiro, foi muito interessante. Deve ter chegado em torno de 100 pessoas e, mais uma vez, é um público de elite no assunto, com muitos médicos de clubes, inclusive do futebol, de todo o estado e que fazem parte do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo”, ressaltou Alexandre.

“Para nós é uma honra participar de eventos dessa natureza. A comunidade médica está preocupada com esse tema e isso é fundamental, pois os médicos sempre vão exercer um papel importantíssimo nessa cruzada antidopagem e na busca pelo jogo limpo”, encerrou Alexandre, que já foi convidado para o próximo fórum do CREMESP, marcado para agosto.

Luiz Roberto Magalhães – Ministério do Esporte


 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla