Ministério do Esporte Ministério do Esporte é homenageado no 2º Prêmio DNA do Brasil
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministério do Esporte é homenageado no 2º Prêmio DNA do Brasil

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, o secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Rogério Sampaio, e o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Luiz Lima, foram homenageados na noite desta quarta-feira (28.06), no Museu Nacional da República, em Brasília, durante a cerimônia de entrega do 2º Prêmio DNA do Brasil – Legado Social Esportivo. Os três receberam placas de honra ao mérito e o ministro, que não pôde estar presente, foi representado na ocasião por Rogério Sampaio.

O secretário da ABCD Rogério Sampaio (ao centro), além de homenageado, representou o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, no evento. Foto: Francisco Medeiros/MEO secretário da ABCD Rogério Sampaio (ao centro), além de homenageado, representou o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, no evento. Foto: Francisco Medeiros/ME

Promovido pelo Instituto para o Desenvolvimento da Criança e do Adolescente pela Cultura e Esporte – IDECACE, em parceria com a Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer do Distrito Federal, o prêmio foi criado para ressaltar as ações do Programa DNA do Brasil, que já atendeu a aproximadamente 30 mil jovens, entre 7 e 17 anos, com resultados alcançados na gestão dos Centros Olímpicos e Paralímpicos.

O Programa DNA do Brasil apoia os estados brasileiros na inclusão social, formação de atletas, adequação e criação de infraestrutura esportiva, detecção de talentos esportivos, orientação vocacional, implantação de sistema de gestão de centros esportivos e campanha social para envolvimento da população por meio da qualificação, certificação de gestores, professores e profissionais de Esporte e Educação para trabalhar com a iniciação esportiva em diversas modalidades.

O IDECACE, além da parceria com o Governo do Distrito Federal, tem como parceiro a Associação Brasileira de Secretários Municipais de Esporte e Lazer - ABSMEL e abrirá inscrições para que estados e municípios possam aderir ao programa e qualificar seus profissionais de educação física.

Na cerimônia, além das autoridades, professores e gestores e crianças e adolescentes de modalidades olímpicas e paralímpicas que participam do Programa DNA, foram premiados.

“Reunir anualmente as pessoas que fazem parte do projeto é fundamental para celebrar todo o êxito alcançado. Esse projeto, DNA do Brasil, mostra como o esporte pode ser transformador na vida das pessoas e ele tem um diferencial: envolve a família e detecta as crianças e jovens que têm talento para o esporte de competição”, destacou Rogério Sampaio.

O secretário Luiz Lima entrega a premiação a uma das participantes do projeto DNA Brasil. Ao lado, ele recebe a homenagem dos promotores do prêmio. Fotos: Francisco Medeiros/MEO secretário Luiz Lima entrega a premiação a uma das participantes do projeto DNA Brasil. Ao lado, ele recebe a homenagem dos promotores do prêmio. Fotos: Francisco Medeiros/ME

“Seja no campo educacional ou de competição, o esporte tem esse poder: seus valores transformam as pessoas. Eu só tenho a parabenizar todos os envolvidos no projeto, o Governo do Distrito Federal, o IDECACE e seus parceiros, por todo o êxito alcançado com milhares de crianças e jovens”, continuou o secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem.

Luiz Lima destacou que o projeto é bem-sucedido em várias frentes, o que o torna ainda mais forte. “Quando a gente vê ações como essas, que começam pequenas e se tornam grandiosas, com parcerias com as secretarias municipais de esporte e com a união com uma universidade e com um curso de educação voltado para o treinamento do esporte, a gente percebe claramente que eles fazem não só a detecção de futuros jovens promissores para alcançar desempenho esportivo, mas também um projeto que dá a chance de a criança iniciar na prática esportiva e que valoriza muito o profissional de educação física, com premiação de cursos inclusive fora do país. É um projeto muito interessante”, elogiou.

“Como representante do Ministério do Esporte, como professor de educação física e como atleta que fui, me senti abraçado muitas vezes ao ver um projeto apoiando a universidade, o professor de educação física, o esporte paralímpico, o esporte olímpico e a cultura. Fiquei muito feliz em participar desse prêmio”, encerrou o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte.

Luiz Roberto Magalhães – Ministério do Esporte

 

 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla