Ministério do Esporte Brasileiros disputam ISA World Surfing Games na França
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasileiros disputam ISA World Surfing Games na França

Surfistas de 38 países terão, no mês de maio, a primeira grande competição mundial após o anúncio de que a modalidade passaria a integrar o programa dos próximos Jogos Olímpicos, em Tóquio. O World Surfing Games será realizado em Biarritz, na França, entre os dias 20 e 28 de maio, premiando atletas individualmente e também por país, em um formato semelhante ao que deverá ser adotado na disputa olímpica.

“O ISA World Surfing marca o início da preparação da modalidade do surfe como esporte olímpico”, destaca o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, que estará presente no evento. “O Ministério tem, desde o início, parceria com a Confederação Brasileira de Surf (CBS), buscando estruturar o país para essa participação olímpica, pois já iniciamos como um dos favoritos na modalidade”, comenta o ministro.

Competição em Biarritz terá formato semelhante ao que será adotado nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Foto: FFSCompetição em Biarritz terá formato semelhante ao que será adotado nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Foto: FFS

Para a competição na França, a CBS conta com um convênio com o Ministério do Esporte, no valor de R$ 223.611,20, publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (17.05).

» Veja a publicação no DOU

Com os recursos, a deleção brasileira terá passagens, diárias e seguro viagem para os oito atletas (cinco homens e três mulheres), sendo dois reservas, além de seis membros da comissão técnica (um chefe de delegação, dois técnicos, um assistente técnico, um preparador técnico e um assistente de filmagem).

Wesley Dantas, Wiggolly Dantas, Elivelton Santos, Ian Gouveia, Suelen Naraísa e Jaqueline Silva compõem o time titular do Brasil. Vitor Ferreira e Caroline Bonelli são os reservas. “Todos os atletas que vão competir estão pleiteando a vaga olímpica. Vale ressaltar que o Elivelton é índio de uma tribo da Paraíba. Ele já foi vice-campeão mundial júnior e agora vai tentar esse título. Além disso, o Ian e o Wiggolly competem no Circuito Mundial profissional da WSL (World Surf League), e o Wesley é o atual campeão mundial júnior”, ressalta o presidente da CBS, Adalvo Argolo.

Campeões

O Brasil tem dois campeões mundiais de surfe: Gabriel Medina conquistou o título em 2014 e, no ano seguinte, foi a vez de Adriano de Souza, o Mineirinho. Além disso, no atual Tour Mundial masculino, nove entre 36 participantes são brasileiros. O próprio site oficial do ISA World Surfing Games coloca o Brasil como um dos principais países na competição.

“Estamos muito animados por ter alguns dos mais talentosos surfistas profissionais do mundo representando seus países no World Surfing Games. O nível da competição em Biarritz será incrível. A participação desses grandes atletas é prova da animação que está surgindo no mundo do surfe pela oportunidade de competir no mais alto nível do esporte: os Jogos Olímpicos em 2020”, afirma o presidente da Associação Internacional de Surfe (ISA, na sigla em inglês), Fernando Aguerre.

Como será a disputa olímpica

 Além dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o surfe também estará presente nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, e nos Jogos Centro-Americanos de Mánagua, em dezembro deste ano. Assim como no World Surfing Games, a disputa olímpica deverá ser realizada tanto individualmente quanto por equipes: os resultados de cada atleta, tanto no masculino quanto no feminino, são somados no final da competição para a classificação e premiação por país.

Na França, o evento tem início com a disputa feminina, entre os dias 20 e 23 de maio. Já de 24 a 28 de maio será realizada a prova masculina, definindo também a classificação das equipes. A edição do torneio em Biarritz marca o retorno da competição à Europa pela primeira vez desde 2008, quando foi realizada na Costa da Caparica, em Portugal. O Brasil sediou o World Surfing Games no ano 2000, em Maracaípe (PE).

Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla