Ministério do Esporte Brasil conquista torneio internacional no adeus de Formiga da Seleção
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasil conquista torneio internacional no adeus de Formiga da Seleção

Uma noite marcante na história da Seleção Brasileira Feminina. O 18 de dezembro de 2016 representou o último jogo oficial da veterana Formiga. Ao lado de uma nova geração, a volante conquistou o título do Torneio Internacional de Manaus, na Arena da Amazônia, ao vencer a Itália por 5 x 3. Foi o sétimo título da Seleção em oito edições do torneio. Na única vez em que não venceu, o Brasil ficou em segundo, em 2010.

Formiga comemora o título do Torneio Internacional de Manaus com as companheiras de seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)Formiga comemora o título do Torneio Internacional de Manaus com as companheiras de seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Formiga pendura as chuteiras após 21 anos de serviços prestados, com seis Copas do Mundo e seis Olimpíadas no currículo. Foram duas pratas olímpicas (Atenas, 2004, e Pequim, 2008) e uma prata e um bronze em Copas do Mundo (1999 e 2007).

"No momento do hino eu sempre me segurei, mas agora, no último jogo, tive que soltar. Desde quando comecei na Seleção, na hora que toca o hino é uma emoção grande. Representar milhares de brasileiros, estar entre os melhores na modalidade, é tanta coisa que vem à cabeça e a gente tem que ser forte, tentar pelo menos, para focar no jogo", afirmou a atleta. "É uma mistura de sentimentos... A emoção me pegou... Difícil dizer o que eu realmente sinto. É uma honra para mim lutar e brigar pelo futebol feminino", completou, emocionada, a atleta de 38 anos.

Com muitas homenagens no estádio e nas redes sociais, a volante entrou em campo com a determinação de sempre e viu a equipe abrir o placar aos oito minutos. Após leve pressão inicial da Itália, o time comandado por Emily Lima se impôs. Thaisa chutou e a bola sobrou para Beatriz Zaneratto (Bia), que driblou a zagueira adversária e chutou na saída de Schroffnegger: 1 x 0. 

Aos 14, Ilaria Mauro finalizou com perfeição no ângulo superior da goleira Bárbara para deixar tudo igual: 1 a 1. Seis minutos depois, Bia deu passe para Gabi Zanotti chutar na saída da goleira italiana: 2 x 1. Aos 32, Gabbiardini recebeu cruzamento e empatou novamente. Quatro minutos depois, Andressinha cobrou falta com perfeição e marcou o terceiro do Brasil.

Na volta do intervalo, aos dois minutos, Bia iniciou a jogada que deixou a sobra de bola para Andressinha. A camisa 17 pegou de primeira e mandou um chutaço para o gol italiano: 4 x 2. A partida seguiu movimentada, e a Itália chegou ao terceiro aos 11, com a camisa 11 Bonansea. Aos 15, Fabiana avançou pela direita e cruzou. Gabi Nunes (que entrou no lugar de Thaisa), deixou para Debinha, que não desperdiçou: 5 x 3, números finais no placar e muita festa para a despedida de Formiga.

"É o momento de sair, de me dedicar a outras coisas e continuar ajudando as meninas. Conseguir me despedir dessa maneira, com título, é maravilhoso. O que a gente pode no momento é dar esse retorno à torcida. Quero agradecer de novo a todos, todas as mensagens que recebi, nesse momento e em todos os outros que passei", resumiu.

Fonte: Confederação Brasileira de Futebol

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla