Ministério do Esporte Saltos ornamentais: clubes brasilienses dominam brasileiro - classes C e D, em Santa Catarina
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Saltos ornamentais: clubes brasilienses dominam brasileiro - classes C e D, em Santa Catarina

Gabriela Drummond/CBDAGabriela Drummond/CBDA
O Campeonato Brasileiro de Grupos C (12 e 13 anos) e D (até os 11 anos) foi dominado pelos clubes de Brasília, que ocuparam as três primeiras colocações. A competição foi vencida pela Associação Saltando para o Futuro (ASF), de Brasília, com 331,50 pontos. O evento, com cerca de 65 atletas, terminou neste domingo, 30/10, no parque aquático da Unisul, em Santa Catarina.
 
Na divisão por sexo, a ASF também foi a melhor entre as mulheres, com 195,50, ficando em segundo lugar no masculino (136 pontos), atrás somente de outro representante do Distrito Federal, o Gama, que marcou 169 pontos. Este por sinal foi o segundo colocado feminino, com 129,50 pontos. O terceiro representante da capital federal, a Associação Brasiliense de Saltos Ornamentais (Abrasso) ficou em terceiro nas duas categorias: 122 pontos no masculino e 108 no feminino.
 
Logo a seguir na classificação geral vieram o Gama (295,50); Abrasso, também de Brasília (230); Fluminense (123); Pinheiros(117); Grêmio Cief/PB (113,50); Clube Semanal, de Campinas/SP (55); Sesi/GO (24); Eccb-Acqua R1, de João Pessoa/PB (18,50); e Complexo Aquático-Anado, da Unisul/SC (16 pontos).
 
Os saltadores vencedores do Troféu Eficiência foram Rafael Almeida, do Gama, e Tainá Matos, da ASF, com 67,50 e 50 pontos, respectivamente, pelo Grupo C. Já no Grupo D, os melhores foram Kauê Emílio, do Clube Semanal, com 55 pontos, e Heloá Camelo, do Gama, com 65,50 pontos. 
 
Os Saltos Ornamentais do Brasil conta com recursos dos Correios - Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros -, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva - Governo Federal - Ministério do Esporte, COB, Speedo e Estácio.
 
Fonte: CBDA
Ascom - Ministério do Esporte
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla