Ministério do Esporte Diretos e cruzados ao alcance de todos em Pinhais (PR)
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Diretos e cruzados ao alcance de todos em Pinhais (PR)

Foi em 2015 que o ex-pugilista Macaris do Livramento (56) transformou em realidade um sonho de mais de 20 anos, que consistia em criar um projeto social para ensinar o seu esporte a crianças e jovens carentes. Assim nasceu o Centro de Excelência de Boxe do Paraná, em São Jose dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. “É o sonho da minha vida, batalhei por isso durante muito tempo. Nem acreditei quando recebi a notícia de que havia sido aprovado. Foi uma emoção enorme”, afirma o idealizador.

O projeto atualmente atende cerca de 200 alunos, entre 10 e 18 anos, e é executado através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal. Conta com o repasse de duas empresas apoiadoras: Copel (Companhia Paranaense de Energia) e Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná).

“Quando soubemos que a Lei de Incentivo ao Esporte poderia ajudar na concretização deste sonho, resolvemos colocar a proposta para análise e aprovação. Marcamos reuniões com possíveis patrocinadores que abraçaram a ideia imediatamente e então recebemos a Carta de Intenção de Patrocínio, o que acreditamos ser de grande relevância para a execução financeira do projeto”, explica a coordenadora Rosilete dos Santos, esposa de Macaris e ex-lutadora profissional.

O projeto em São José dos Pinhais atende, atualmente, cerca de 200 alunos entre 10 e 18 anos. (Foto: Divulgação)O projeto em São José dos Pinhais atende, atualmente, cerca de 200 alunos entre 10 e 18 anos. (Foto: Divulgação)

O esporte vive um momento de alta visibilidade no país, principalmente em função da conquista do inédito ouro pelo pugilista Robson Conceição nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Com uma história de vida permeada por capítulos de superação, o lutador baiano, de 27 anos, também não tinha recursos financeiros que permitissem com que ele se dedicasse exclusivamente ao esporte. Atualmente, Conceição é inspiração para muitos jovens que, assim como ele, estão cheios de sonhos. Mas antes de formar um campeão nos ringues, a busca de Macaris, por meio de seu núcleo de ensino, é formar cidadãos.

Aulas de boxe, avaliação física, palestras sobre nutrição e motivação, competições internas, reuniões de pais para apresentar resultados. Essas são algumas das atividades oferecidas pelo Centro de Excelência, cuja filosofia não é necessariamente formar um atleta de ponta, mas democratizar a prática esportiva. “Já conseguimos identificar alunos com grande talento, mas a formação do atleta de alto rendimento é um passo que leva tempo e neste momento a nossa proposta é ratificar a importância dos valores sociais e desenvolver os alunos de maneira global, ensinando as técnicas da modalidade e estimulando a continuação da prática esportiva”, avalia Macaris.

A divulgação das atividades é feita em escolas públicas e comunidades carentes, por meio de palestras e panfletagens. As inscrições são gratuitas, por ordem de chegada e dependem da quantidade de vagas disponíveis para as turmas da manhã ou da tarde.

Aulas de boxe, avaliação física, palestras, competições internas e reuniões com pais fazem parte do cardápio de atividades do Centro de Excelência. (Foto: Divulgação)Aulas de boxe, avaliação física, palestras, competições internas e reuniões com pais fazem parte do cardápio de atividades do Centro de Excelência. (Foto: Divulgação)

O aluno Kainan Gabriel Lange, de 14 anos, sempre gostou de praticar esportes, mas conheceu o boxe após se inscrever para as aulas no Centro de Excelência, há quase um ano, e desde então não parou. “Eu adoro os treinos e a maneira como os professores nos incentivam. Acho que esse projeto é importante principalmente por ser gratuito e oferece a oportunidade para quem não tem condições financeiras”, conta o jovem atleta, ressaltando ainda que, além do aprendizado, ganhou novos amigos.

No primeiro ano de funcionamento do Centro de Excelência de Boxe, o montante arrecadado para investimento em execução foi de quase R$ 250 mil. Os gestores têm uma visão otimista quanto à continuidade do projeto, que conta, ainda, com o apoio da prefeitura de São Jose dos Pinhais. “A Lei de Incentivo desenvolve o esporte ao permitir, através de parceiros, que a prática seja apresentada não apenas pelo alto rendimento, mas também através da participação da sociedade, ou seja, é a prática do esporte aliada à saúde. Estamos animados para dar sequência por muitos anos”, diz Rosilete dos Santos.

Valéria Barbarotto

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla