Ministério do Esporte Copa da Juventude de vela começa nesta segunda no Rio de Janeiro
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Copa da Juventude de vela começa nesta segunda no Rio de Janeiro

Seletiva para o Campeonato Mundial de Vela da Juventude, a Copa da Juventude será disputada a partir de segunda-feira (10) no Iate Clube do Rio de Janeiro. O evento reúne os futuros nomes da modalidade nacional e contará com a presença de Javier Torres, técnico da dupla Martine Grael e Kahena Kunze, campeãs olímpicas nos Jogos Rio 2016 na classe 49erFX. O Mundial será disputado em Auckland, na Nova Zelândia, em dezembro.  
 
Créditos: Fred Hoffmann/CBVela e Wander Roberto/InovafotoCréditos: Fred Hoffmann/CBVela e Wander Roberto/Inovafoto
 
“A Copa da Juventude, ao lado da Copa Brasil de Vela Jovem, é um campeonato importante no nosso projeto para o desenvolvimento do esporte entre os jovens. Será a primeira grande competição na Baía de Guanabara após os Jogos Rio 2016. A presença do Javi é de grande valia para que ele possa conversar com a molecada e passar um pouco da sua experiência”, afirmou o diretor executivo da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), Daniel Santiago.
 
Até o momento, estão inscritos 82 velejadores de 6 estados nas classes Laser Radial (masculino e feminino); 420 (masculino e feminino); RS:X (masculino e feminino); 29er (masculino e feminino) e Hobie Cat 16 (aberto). Para competir, o atleta precisa ser brasileiro, ter idade abaixo de 19 anos (nascido após 31 de dezembro de 1997) e registrado na Federação Internacional de Vela (World Sailing).
 
Os vencedores em cada classe na Copa da Juventude ingressam no Programa de Desenvolvimento Individual de Atletas da CBVela. Nele, o Conselho Técnico de Vela Jovem e a diretoria da entidade avaliam os atletas para a formação da Equipe Brasileira de Vela Jovem que irá representar o país no Mundial da Juventude.
 
“O investimento na Vela Jovem é um dos grandes pilares da CBVela. Nós queremos sempre revelar novos nomes, descobrir novos talentos. A Martine e a Kahena, agora campeãs olímpicas, venceram tanto a Copa da Juventude quanto o Mundial da Juventude. Queremos sempre incentivar a participação dos jovens nas competições”, disse Santiago.
 
Na edição 2015 do Mundial da Juventude, em Langkawi, na Malásia, o Brasil conquistou duas medalhas. Na classe 420 masculina, Leonardo Lombardi e Rodrigo Luz faturaram a prata. Na RS:X masculina, Brenno Francioli ficou com o bronze.
 
A Copa da Juventude 2016 tem organização da CBVela e do Iate Clube do Rio de Janeiro. Conta com patrocínio do Banco Bradesco e do Grupo Energisa e apoio da Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro (Feverj).
 
Fonte: CBVela
Ascom – Ministério do Esporte
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla