Ministério do Esporte Campeonato Brasileiro de Wrestling traz mudança significativa na modalidade pós Jogos Olímpicos
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Campeonato Brasileiro de Wrestling traz mudança significativa na modalidade pós Jogos Olímpicos

O wrestling (Luta Olímpica) mundial entra em uma nova fase depois dos Jogos no Rio de Janeiro. O Campeonato Caixa Brasileiro de Wrestling – Sênior 2016, que acontece nos dias 8 e 9 de outubro na Vila Olímpica de Duque de Caxias (RJ), vai incorporar as mudanças significativas feitas pela United World Wrestling, entidade máxima do esporte, em 2015. A principal alteração é o fim do par terre, punição dada ao atleta passivo no estilo greco-romano, em que os lutadores ficavam em posição de quatro apoios e com as costas expostas ao adversário. A punição agora passa a ser verbal, mas, se ainda assim houver passividade, um ponto é concedido ao rival.

“É uma mudança importante para o esporte. A dinâmica do combate mudará e a luta terá menos interrupções. A posição incômoda de quatro apoios como forma de punição não irá mais acontecer. Agora, o árbitro dará um aviso sem interromper a luta e caso o atleta persista passivo, o oponente ganha um ponto. Tudo sem interromper o combate” explica Eduardo Paz Gonçalves, uma das referências da arbitragem mundial.

Atletas brasileiras que participaram dos Jogos Olímpicos (Joice Silva, Gilda Oliveira, Lais Nunes e Aline Silva). Foto: Bruna Felix/CBWAtletas brasileiras que participaram dos Jogos Olímpicos (Joice Silva, Gilda Oliveira, Lais Nunes e Aline Silva). Foto: Bruna Felix/CBW

Depois da participação recorde do Brasil nos Jogos Olímpicos, com cinco atletas (Aline Silva, Lais Nunes, Eduard Soghomonyan, Joice Silva e Gilda Oliveira), o Campeonato Brasileiro de Wrestling 2016 será a oportunidade para o público rever as estrelas da modalidade em três tapetes de competição simultâneos. O sábado (08.10) está reservado aos estilos greco-romano e estilo livre feminino. Já o domingo será dedicado às disputas do estilo livre masculino. A entrada é gratuita nos dois dias.

“O público ainda sente saudade do clima olímpico depois de pouco mais de dois meses dos Jogos. Agora, as pessoas vão poder rever e torcer pelos atletas brasileiros. Vamos ter os melhores lutadores do país em ação e uma nova geração que demonstra campeonato após campeonato, o crescimento da modalidade em todo o país”, projetou Pedro Gama Filho, presidente da Confederação Brasileira de Wrestling.

Serviço

Credenciamento de imprensa: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Data: 08 e 09 de outubro

Local: Ginásio da Vila Olímpica de Duque de Caxias (RJ)

Endereço: Rua Garibaldi s/n, Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Programação

Sábado: 08.10
Estilo greco-romano: 10h às 12h (até 59kg, até 66kg, até 71kg, até 75kg, 80kg, até 85kg, até 96kg e até 130kg

Wrestling feminino: 14h às 17h ( até 48kg,até 53kg, até 55kg,até 60kg, até 63kg, até 69kg e até 75kg)

Domingo: 09.10
Estilo livre masculino: 10h às 14h ( 57kg,61kg, 65kg,70kg, 74kg, 86kg, 97kg e 125kg)
 
Fonte: Confederação Brasileira de Wrestling (CBW)

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla