Ministério do Esporte Campo Olímpico de Golfe abre as portas na versão legado
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Campo Olímpico de Golfe abre as portas na versão legado

Ricardo CassianoRicardo Cassiano
Com 127 competidores de 18 países, terminou neste domingo (25.09), no Campo Olímpico de Golfe, a 63ª edição do Aberto do Brasil, mais tradicional competição do golfe profissional do país. O argentino Jorge Fernandez-Valdes foi vitorioso com duas tacadas de vantagem em relação a três competidores que empataram em segundo lugar. Fernandez-Valdes disse ter ficado impressionado com o desenho do campo. "Eu já tinha recebido informações de que o campo era espetacular. Foi um grande trabalho de quem construiu", afirmou o atleta, que enfrentou o desafio de jogar a final debaixo de chuva.
 
O torneio teve início na quinta-feira (22.09) e foi a primeira competição em instalação olímpica após os Jogos Rio 2016. Marcou o início do período de legado, com ingressos e aulas gratuitas para o público. O Aberto do Brasil faz parte do PGA Tour Latinoamerica, principal circuito de golfe do continente, que dá vagas para o Web.com Tour, que por sua vez dá acesso ao PGA Tour americano. O país com maior número de representantes no Aberto do Brasil foi os EUA, com 38 golfistas, seguido pelo Brasil, com 32 atletas, e pela Argentina, com 19.
 
Ricardo CassianoRicardo CassianoMais de 40 crianças e adolescentes das escolas municipais Ciep Nelson Mandela, em Campo Grande, e Gastão Rangel, em Guaratiba, que participam do programa Golfe para a Vida, da Confederação Brasileira de Golfe, compareceram ao evento para ter aulas da modalidade no Campo Olímpico. O espaço será a sede nacional do Golfe para a Vida, programa que já levou o ensino do esporte a quase 80 mil crianças no Brasil. No Rio de Janeiro, 2.000 jovens já têm regularmente aulas de golfe dentro das escolas e passarão em breve para a segunda fase do programa, com prática no Campo Olímpico.
 
Tássio de Oliveira Souza, de 16 anos, aluno do 9º ano da Escola Municipal Gastão Rangel, foi o primeiro aluno a praticar golfe em sua escola, há dois anos. "Eu estava no pátio quando vi um pessoal jogando. Achei interessante e perguntei para o professor se podia me inscrever. Desde então venho me dedicando e agora consegui a oportunidade de trabalhar no Campo de Golfe como Jovem Aprendiz. Começo em outubro e estou animado", conta Tássio, que foi ao campo olímpico pela primeira vez em março, durante o evento-teste de golfe para os Jogos Rio 2016.
 
Legado
Os Jogos Olímpicos Rio 2016 marcaram o retorno do esporte às Olimpíadas após 112 anos. "Nós esperamos daqui a alguns anos ter 200 mil meninos e meninas do Brasil jogando a modalidade", afirmou o comentarista de golfe Marco Antônio Rodrigues.
 
A partir de outubro, o Campo Olímpico entrará em funcionamento em regime de soft opening, se tornando o primeiro campo público de 18 buracos de nível internacional do Brasil. O acesso às suas dependências será livre. Quem quiser jogar terá de pagar uma taxa, cujo valor será divulgado em breve.
 
Fonte: Rio Media Center
Ascom - Ministério do Esporte
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla