Ministério do Esporte Do the voice kids para as quadras, Amanda Lyra é destaque do Colégio Motiva (PB) nos Jogos Escolares
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Do the voice kids para as quadras, Amanda Lyra é destaque do Colégio Motiva (PB) nos Jogos Escolares

Depois de dar um show na Cerimônia de Abertura dos Jogos Escolares da Juventude João Pessoa 2016 ao cantar o Hino Nacional, a jovem Amanda Lyra ajudou o time do Colégio Motiva, de João Pessoa (PB), a estrear com vitória no torneio feminino de handebol da terceira divisão da competição para jovens de 12 a 14 anos. Na tarde deste domingo, dia 25, a equipe da capital paraibana derrotou o Centro de Ensino Cenecista Monsenhor Tabosa, de Morada Nova (CE), por 15 x 10, e segue firme rumo a mais um título na maior competição escolar do Brasil.
 
Wander Roberto/Exemplus/COBWander Roberto/Exemplus/COB
 
Amanda participou no início desse ano no The Voice Kids, programa da Rede Globo que revela novos talentos da música nacional. Apesar de sua interpretação da canção “Eu sei” não ter sido suficiente para convencer os jurados a virarem as cadeiras e avançar de fase na competição musical, ela ficou famosa em todo o Nordeste.
 
“Fiquei muito conhecida. As pessoas param para conversar comigo nos lugares mais improváveis. Um dia eu estava no meio do mar remando de caiaque quando veio uma menina e me perguntou se eu era aquela cantora do The Voice”, lembrou a talentosa cantora-atleta. “Esse reconhecimento é muito legal. Se não fosse o The Voice eu não teria recebido, por exemplo, esse convite para cantar na Cerimônia de Abertura dos Jogos, que me encheu de orgulho. Lá do alto do palco dava para ver a emoção das pessoas cantando junto comigo, o ginásio estava lotado. Um dia para nunca mais esquecer”, disse Amanda.
 
Sempre que sua agenda permite, Amanda se apresenta para shows nos mais variados locais. “Meu dia a dia é muito corrido. Acordo e vou pro colégio, depois vou direto para o ensaio, fonoaudióloga, treino...”, disse a pessoense que começou a cantar no coral da escola e ainda reserva tempo para suas atividades como escoteira.
 
Neste domingo, Amanda deixou seu lado cantora de lado para se entregar ao handebol. Ela marcou três gols na vitória do Colégio Motiva, atual campeão da segunda divisão dos Jogos Escolares de Juventude, título conquistado em Fortaleza 2015. “Jogamos bem na defesa, mas tivemos muitos altos e baixos no ataque. Nosso time teve uma renovação grande, com algumas meninas bem pequeninas mas invocadas como  Livinha, que arrebentou no jogo”, contou.
 
O time paraibano dominou o primeiro tempo, mas levou dois gols no final e sofreu o empate em 8 x 8 no início do segundo tempo. Foi quando a craque do time, Carolina Militão, a Carol, começou a marcar um gol atrás do outro. Nervosas, as cearenses não conseguiram mais encostar no placar e o jogo terminou com vantagem de cinco gols para o Colégio Motiva.
 
“Não joguei o que eu queria na defesa. Perdi um tiro de sete metros arremessando a bola para fora e podia ter jogado melhor no ataque, mas valeu pela vitória”, disse Carol, que marcou oito gols e foi a artilheira da partida. Carol é filha de Cintia Piquet, craque da seleção brasileira de handebol de praia.
 
Professor de educação física há seis anos, Marcos Silva estreou como técnico da equipe do motiva em competições nacionais. Ele afirmou que a ansiedade e o nervosismo atrapalharam um pouco a performance das suas comandadas.
 
“Estréia é sempre uma incógnita. A gente não conhecia o adversário e não sabíamos como elas iam reagir com todos os pais, tios e parentes presentes na arquibancada. A expectativa era grande. Mas passamos pelo primeiro obstáculo”, disse o técnico de 28 anos, que trabalha na formação e no desenvolvimento das meninas.
 
Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo, com apoio do Governo da Paraíba e patrocínio máster da Coca-Cola.
 
Fonte: COB
Ascom - Ministério do Esporte
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla