Ministério do Esporte Ministro reforça compromisso com investimentos no esporte paralímpico
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministro reforça compromisso com investimentos no esporte paralímpico

Douglas Amador traz até no nome a marca de um tempo de pioneiros. Integrou uma geração para a qual expressões como estrutura, acompanhamento multidisciplinar e viver exclusivamente do esporte paralímpico não fazia parte do vocabulário. Viu colegas em competições de dardo arremessando com bambus. Ainda assim, nos Jogos de Atlanta, em 1996, foi lá e voltou com três pódios nas provas para atletas com paralisia cerebral. Uma prata nos 200m e dois bronzes, um nos 100m e outro no salto em distância.

Na tarde desta terça, Douglas visitou a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Posou para fotos em frente a um banner com uma foto de seu voo para o bronze. A imagem é uma das que integra a exposição Gigantes Paralímpicos, que se propõe a contar um pouco da história de como o setor, no Brasil e no mundo, se organizou e se desenvolveu.

"Um evento assim é importante porque mostra que tudo o que estamos vendo hoje aqui no Brasil teve um início. E foi importante esse trabalho pioneiro que fizemos para chegarmos a essa estrutura de hoje, bem mais profissional", avaliou Douglas.

Douglas diante da própria imagem nos Jogos de Atlanta: pioneirismo em tempos de amadorismo. Foto: Francisco Medeiros/MEDouglas diante da própria imagem nos Jogos de Atlanta: pioneirismo em tempos de amadorismo. Foto: Francisco Medeiros/ME

"Temos aqui uma belíssima exposição contando a história do movimento paralímpico e a história de personagens que muitos não conhecem, mas são verdadeiros heróis brasileiros", completou o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, um dos visitantes da mostra. Diante de atletas do passado e do presente, como Douglas e Fábio Bordignon (velocista dono de duas pratas no Rio), além de representantes de entidades ligadas ao esporte paralímpico e parlamentares, o ministro garantiu que os investimentos federais terão sequência nos próximos ciclos.

"O Governo Federal tem sido o principal parceiro do esporte paralímpico no Brasil. E podem ter certeza de que vamos ampliar as parcerias que temos para dar ainda mais oportunidades a mais brasileiros e brasileiras de conhecerem as modalidades e terem essa possibilidade de mostrar talento, determinação e servir de exemplo", afirmou o Picciani.

Para ele, o resultado expressivo da delegação nacional, a adoção do evento pelo público e a visibilidade dos Jogos nos meios de comunicação constróem um cenário promissor. "Essa oportunidade de competir em casa e ser assistido por todos os brasileiros dará ainda mais conhecimento do que é feito. O sucesso dos Jogos Paralímpicos se deve à capacidade dos atletas brasileiros de se superar e vencer desafios", disse.

Desafios que Douglas tem tentado aproveitar ao máximo para ver de pertinho. "Estou indo quase todos os dias. Rodando tudo. Só não consegui ainda ver o futebol, mas vou hoje à noite", afirmou o ex-atleta, que também tem no currículo um bronze no futebol de sete, conquistado nos Jogos de Sydney, em 2000. "O nosso desempenho está muito bom, dentro da meta traçada de ficarmos entre os cinco melhores. A saída da Rússia nos ajudou e dizem que a Austrália está numa entressafra. Mas nós fizemos nossa parte. Não temos entressafra porque nos preparamos, temos renovação o tempo todo", avaliou Douglas.

Ministro Leonardo Picciani reforçou que a intenção federal é manter investimentos no desporto paralímpico durante visita à exposição na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Foto: Francisco Medeiros/MEMinistro Leonardo Picciani reforçou que a intenção federal é manter investimentos no desporto paralímpico durante visita à exposição na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Foto: Francisco Medeiros/ME

Primeira grandeza

Além da face esportiva apontada por Doulgas, o ministro Leonardo Picciani avalia que os Jogos têm uma consequência no plano da gestão de políticas públicas, com uma mudança de postura do país diante da dimensão estratégica das agendas do esporte. "O que importa para nós, que vivemos o esporte diariamente, é que, depois desses Jogos, ninguém mais enxerga o esporte como política pública de segunda importância. Ao contrário. Todos passaram a enxergar o esporte como política pública de primeira grandeza, seja na transformação das pessoas ou no incentivo ao desenvolvimento econômico".

Casas de hospitalidade

Antes da visita à exposição, o titular do Esporte participou de um evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro para reconhecer as casas de hospitalidade que realizaram ações e atividades ao longo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. As categorias levadas em conta na premiação foram inovação, promoção cultural, legado, confraternização e promoção de negócios.

As casas de hospitalidade que receberam os prêmios foram: a Casa Catar, na categoria promoção cultural. A Casa Ernst & Young, na categoria promoção de negócios. A Casa da Federação Internacional de Vôlei, na categoria Legado. A Casa Hungria, na categoria Inovação. E a Casa Suíça, na categoria Confraternização. A Casa NBA recebeu menção honrosa como "Favorita do Público".

Durante o evento, o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, recebeu o troféu Visconde de Mauá, como personalidade do Esporte. O ministro Picciani recebeu uma medalha comemorativa do evento.

Serviço:

A exposição tem acesso gratuito e fica disponível até 22 de setembro: de segunda a sábado, das 10h às 17h, e domingos e feriados, das 12h às 17h.

Ascom – Ministério do Esporte

 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla