Ministério do Esporte Com campanha 100%, seleção feminina avança para semifinal no vôlei sentado
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Com campanha 100%, seleção feminina avança para semifinal no vôlei sentado

Na busca por uma medalha inédita nas Paralimpíadas, a seleção feminina de vôlei sentado entrou em quadra, nesta terça-feira (13.09), para disputar a última partida da fase de classificação. Empurrado pela torcida, o Brasil venceu a Holanda por 3 sets a 0 (25/18, 25/15, 25/20), no Pavilhão 6 do Riocentro.
 
“A vitória contra a Holanda era previsível, pela nossa colocação no ranking internacional, mas a equipe europeia também tem brigado muito com as melhores do mundo. É bom terminar a fase de grupo invicto, mas sem perder nenhum set, é uma grata surpresa”, disse o técnico da seleção brasileira, José Dantas.
 
Para a jogadora Janaína, a conquista coroou o trabalho realizado na busca pelo pódio inédito no vôlei sentado. “Nós queríamos fechar essa campanha invicta. Agora, é decisão. Se perdermos, ficaremos de fora da final. Estamos tentando dosar a ansiedade para chegar bem e tentar fazer um bom jogo na semi”.
 
Na fase de classificação do Grupo A, o Brasil venceu Canadá e Ucrânia por 3 sets a 0 antes do jogo contra a Holanda.  Na semifinal, Brasil vai enfrentar o segundo colocado do Grupo B. Até o momento, os Estados Unidos são os adversários. A definição será após a rodada desta quarta-feira (14). A China lidera o Grupo B. China e Estados Unidos são os finalistas das duas últimas edições dos Jogos Paralímpicos. As chinesas, atuais bicampeãs, levaram a melhor nos dois últimos confrontos diretos.
 
“Possivelmente os Estados Unidos serão os nossos adversários na semifinal. A China e os Estados Unidos vêm fazendo as finais de competições desde 2008. Na edição de Pequim, elas fizeram a final da Paralimpíada, depois do Mundial e da Copa Intercontinental. São equipes que são primeira e segunda colocadas no ranking mundial. É uma pedreira, mas a gente confia na equipe, que vem crescendo no cenário internacional”, afirma o treinador brasileiro.
 
Breno Barros - brasil2016.gov.br
Ascom - Ministério do Esporte 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla