Ministério do Esporte Viva Melhor – Pratique Esporte - Anota aí: esporte faz bem à saúde. E nunca é tarde para começar
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens e áudios mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875 E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Viva Melhor – Pratique Esporte - Anota aí: esporte faz bem à saúde. E nunca é tarde para começar

Viva Melhor – Pratique Esporte

Anota aí: esporte faz bem à saúde. E nunca é tarde para começar. Confira as dicas de especialistas para uma vida mais saudável e ativa com a prática de esporte. 

 

Alexandra Marinho

Nutricionista

Uma alimentação balanceada faz a diferença, especialmente para jovens atletas e crianças. Frutas, verduras e legumes são os principais aliados. A nutricionista esportiva Alexandra Marinho é quem garante.

Os jovens atletas que estão começando uma atividade física, é realmente importante que ela tenha uma alimentação regulada, balanceada, mais do que aquelas pessoas que são um pouco mais sedentárias. Quando a gente começa uma atividade física, no início, a gente fabrica um nível maior de radicais livres, então é nesse momento que a gente precisa dar um boom de antioxidantes para combater estes radicais livres que não são legais para o nosso organismo. A gente precisa aumentar esse nível de antioxidante com este tipo de alimentação.

 

André Boechat

Professor de Educação Física

Você já sabe que praticar exercícios é o caminho para uma vida mais saudável. Mas existe um limite para fazer atividades físicas durante a semana? Confira a dica do educador físico André Boechat.

Tem um limite sim, e esse limite é que ultimamente mais pegam as pessoas, porque elas começam a fazer duas vezes na semana, daí passam para três, e daqui a pouco estão fazendo cinco vezes na semana ou todo o dia. O que importa de fato não é a quantidade de vezes que você faz na semana, mas o tempo de descanso e recuperação até que você possa fazer até a próxima sessão. A pessoa pode praticar todos os dias? Pode. Mas ela tem que procurar sempre variar: se ela fez em alta intensidade hoje, amanhã é em baixa intensidade, por exemplo.

 

André Boechat

Professor de Educação Física

Trabalhar,cuidar dos filhos e ainda ter que se exercitar todos os dias?! É preciso atenção para não transformar a sua rotina em uma maratona exaustiva. O educador físico André Boechat faz o alerta.

Os atletas eles têm uma vida muito diferenciada das pessoas comuns. Eu costumo dizer aos meus atletas que treinam: agora você, depois dessa sessão, pode ir pra casa, comer, dormir, depois fazer uma massagem, o que não acontece com a população brasileira. Ela treina e vai trabalhar e à noite vai cuidar dos filhos, e as pessoas gostam de desrespeitar isso e acabam que vão se machucar. Cuidado, porque você pode atrapalhar a sua maturidade, a sua velhice, se machucando e se limitando para poder fazer uma atividade ao longo de toda a vida.

 

André Boechat

Professor de Educação Física

Tô me sentindo meio fraco, sem energia… Preciso começar a praticar algum esporte e me movimentar, mas não tenho nem ideia por onde começar. O que devo fazer? O educador físico André Boechat responde.

Comece com a coisa mais fácil que existe que é o próprio ato de caminhar. A caminhada ela é super saudável! Desafio você a caminhar por trinta minutos! Você vai ver como é uma atividade muito boa de se fazer e já vai começar a melhorar toda a sua musculatura de membros inferiores, o seu coração, o seu pulmão... Se você vai fazer um apoio sobre os braços e vê ainda que não consegue subir e descer usando a força dos seus braços, por exemplo, coloque o seu joelho no solo, use o seu corpo e vá dosando, usando o seu corpo para você poder se movimentar. Mas não deixe de se movimentar!

 

André de Melo

Fisioterapeuta

A prática regular de exercícios tem o potencial de diminuir a necessidade do corpo por medicamentos. Para pessoas com diabetes, por exemplo, o exercício ajuda no equilíbrio metabólico. O fisioterapeuta André de Melo explica o assunto.

O exercícios ele traz muito mais benefícios, né? Considerando a diabetes, é uma condição em que o corpo tem dificuldade de lidar com o nível se açúcar no sangue, a glicose. Então o exercício precisa de um combustível – e o combustível normalmente é a glicose. O fato de movimentar, aumentar o metabolismo, aumentar essa necessidade por açúcar, já ajuda a regular o nível de açúcar no sangue. O exercício ajuda a diminuir essa resistência à insulina e controlar, diminuir os níveis altos de glicemia no corpo.

 

André de Melo

Fisioterapeuta

Após passar por uma lesão, o corpo parou de doer e você está naquela dúvida se já pode ou não voltar a praticar esportes. Cuidado: o fisioterapeuta André de Melo faz um alerta importante.

Passou o sintoma, não está doendo mais, e voltar a fazer o que fazia antes (ou o que ocasionou a lesão) é um risco! É preciso oferecer carga gradual. Se eu tive uma fratura, vou ficar um tempo imobilizado; quando eu começar a movimentar, vai estar enrijecido. Se a gente passa da conta, o corpo pode reagir com muita dor. Preciso entender que no processo de recuperação é diferente, todas vão envolver movimento, e que é preciso melhorar a capacidade para a gente realizar o que fazia antes

 

André de Melo

Fisioterapeuta

O caminho mais saudável para a prática regular de esportes passa pela boa orientação profissional. O fisioterapeuta André de Melo garante que uma boa avaliação evita dores e contusões.

A fisioterapia tem evoluído, saindo dessa parte de recuperação de lesão e indo além. Indo para a prevenção de lesão, as pessoas tem procurado a fisioterapia buscando: o que eu devo fazer para prevenir lesão? Para passar para uma prevenção efetiva, é preciso uma avaliação. Cada paciente, cada pessoa é única. Essa prevenção ela deve envolver a análise de movimento, eu tenho que ver como o corpo dela se comporta com o movimento. Se a gente definir os exercícios mais específicos para essa pessoa, ela tem uma chance maior de estar protegida de lesão.

 

Cristiane Coronel

Nutricionista Esportiva

Tem muita gente que combina a prática de atividades físicas e dietas restritivas para perder peso mais rápido. Mas é preciso ter muito cuidado com isso!! A nutricionista esportiva Cristiane Coronel explica porque.

É muito perigoso principalmente quando você tem aquele nível de restrição muito alto. Por exemplo, restrição de carboidrato. Zera carboidrato em um dia para poder perder peso muito rápido. Quem tira o carboidrato completo da alimentação não consegue nem raciocinar! Então, tem que tomar um cuidado com essas restrições alimentares, e aí você pode olhar na balança que você perdeu cinco ou dez quilos, mas aí depois você não sabe realmente qual tecido foi perdido. Muitas vezes você pode estragar completamente o teu metabolismo fazendo uma dieta desse tipo.

 

Guigo Lopes

Professor de Educação Física

As pessoas obesas que estão começando a praticar exercícios para sair do sedentarismo precisam de cautela. Evite os exercícios de alta intensidade. Quem alerta é o preparador físico Guigo Lopes.

O principal cuidado da pessoa obesa é a intensidade do exercício. O obeso, normalmente, ele é sedentário – dificilmente você vai ver um obeso que é muito ativo. Então, se você começa com uma alta intensidade, isso pode dar um prejuízo muito grande para o sistema dele como um todo. Principalmente para o sistema articular! Então, exercícios que protejam a articulação e exercícios que deem força muscular para ela talvez sejam mais importantes do que os exercícios aeróbicos, que a gente chama. O trabalho de força pode ser muito importante para isso: vai dar para o nosso corpo uma melhor condição para a prática de atividade física.

 

Guilherme Giovannone

Atleta e Professor de Basquete

É difícil encontrar duas coisas que combinem mais que o ESPORTE e a EDUCAÇÃO. Muitos profissionais de saúde, educadores esportivos e atletas profissionais, como o jogador de basquete Guilherme Giovannone, concordam ao dizer:

O Esporte é pai da Educação. Assim como uma aula de Português, uma aula de Matemática, o Esporte tem que ser uma dessas matérias obrigatórias, faz parte da formação do ser humano. E a pessoa começa, garoto ainda, a ter uma série de benefícios, como a coordenação, a parte cognitiva, de pensar rápido, reflexo... A atividade física traz a maior disposição no dia a dia e tem a questão social também, porque você começa a conhecer outras pessoas que estão um pouco fora do seu trabalho, ou então fora da sua roda de amigos que você já tem, família. Quer queira, quer não, você acaba conhecendo outras pessoas de outras áreas e isso é fundamental para o ser humano adulto, né?

 

José Santarém

Médico, especialista em Fisiatria

Fica difícil praticar esportes com regularidade na terceira idade. Mas não é por conta disso que você deve ficar parado! O médico José Santarém, especialista em fisiatria, explica os benefícios da musculação para uma vida saudável após os 50.

O melhor exercício para as pessoas idosas são os exercícios de musculação. Primeiro, são aqueles efeitos de fortalecimento, de alongamento, de coordenação, de fortalecimento ósseo. E a segunda razão é a segurança! A musculação bem orientada é o exercício eficiente e seguro. Então, é possível adaptar os exercícios de musculação para que eles sejam possíveis e confortáveis.

 

Kleber Fialho

Psicólogo, especialista em Psicologia do Esporte

Você sabe o que a prática de exercícios físicos provoca no nosso organismo? O psicólogo Kleber Fialho, especialista em Neuropsicologia e Psicologia do Esporte, explica em detalhes os benefícios.

Necessariamente, o exercício produz no nosso organismo um neurotransmissor chamado “serotonina”. Ele, inclusive, é um combatente para a depressão, para estados depressivos, para a mudança do humor, ansiedade. E pessoas que fazem atividade física regular, aumentam significativamente o desempenho para essas atividades, reduzindo o tempo do tratamento e também reduzindo o sintoma. Então é, hoje, uma recomendação para o controle de doenças mentais – e doenças psiquiátricas e psicológicas – que haja essa junção multidisciplinar: a atividade física entra como este componente.

 

Luciana Assmann

Professora de Educação Física

Pacientes com câncer precisam se manter ativos e praticando atividades físicas para que o corpo fique mais resistente à doença. Luciana Assmann, professora de educação física que viveu este processo, orienta sobre o assunto.

A melhor dica para quem descobre um câncer é: não interrompa as suas atividades. Por mais que você pense “eu estou doente”... pense assim: “preciso estar bem para vencer o câncer”. A atividade física vai diminuir, comprovadamente, os efeitos colaterais desse tratamento. Vai depender, sempre, do tipo de câncer, da limitação que o tratamento está causando para ele (se é que está causando alguma limitação) e do histórico de atividade física que ele tem de antes da doença. Mas ela é recomendada sim, sempre com o aval do médico.

 

Marcelo Sampaio

Médico Cardiologista

Sabe quem mais agradece quando você pratica esportes com regularidade? Seu coração!

O médico cardiologista Marcelo Sampaio entende do assunto e traz para você esta dica.

Com certeza, o exercício físico é a melhor forma de você evitar de ficar doente da parte respiratória, de cânceres, da parte imunitária (reforça a imunidade), ele lhe deixa mais fortalecido. Então o exercício físico é muito bom, é muito importante. Agora, você deve fazer o exercício físico com responsabilidade e com organização. Não dá para você querer fazer uma exercício físico sem passar por uma avaliação.

 

Marcelo Sampaio

Médico Cardiologista

Tudo bem que bater uma bolinha no final de semana ou correr com os amigos no parque tem seu valor! Mas não custa nada se cuidar um pouco mais para prevenir lesões. O alerta é do médico cardiologista Marcelo Sampaio.

O atleta de fim de semana não adquire condicionamento e ele pode levar a lesões musculares e vão impedir, inclusive, a continuidade do exercício físico. O quê que nós, cardiologistas, preconizamos para as pessoas que estão sempre correndo pra lá e pra cá e com pouco tempo para se exercitar: uma caminhada, de uma hora, que seja uma caminhada no plano, o ideal é todos os dias, mas se não puder, no mínimo cinco vezes por semana. Ela vai estar adquirindo condicionamento, e ela vai estar usufruindo dos melhores efeitos do exercício.

 

Márcio Atalla

Professora de Educação Física

A alimentação é a grande aliada do exercício físico para uma vida mais saudável. Mas existe uma alimentação correta a ser seguida? O educador físico Márcio Atalla orienta sobre o assunto.

Quando a gente fala de obesidade, de sobrepeso, é importante que essa pessoa consiga consumir uma quantidade de alimentos que equilibre com o tanto de movimento que ela está fazendo. Tem algumas dicas: que é comer bastante fibra, colocando frutas, legumes, verduras, cereais integrais na alimentação. Outros erros comuns na alimentação do brasileiro, é um excesso de açúcar, de sal e um excesso de gordura. Via de regra, um alimento industrializado é rico nestes três produtos. Então, o simples fato de você privilegiar uma alimentação mais in natura, vai aumentar o consumo de fibras, diminuir gorduras, sal e açúcar. Então acho que essa é uma boa dica.

 

Márcio Atalla

Professora de Educação Física

Você só tem o final de semana para praticar esportes? Tudo bem, isso é melhor que não praticar nenhuma atividade. Mas o educador físico Márcio Atalla faz um alerta: não exagere!

Você ser atleta de final de semana pode ser saudável, pode aumentar sua longevidade e você ter ganhos. O problema do atleta de fim de semana é querer tirar o atraso em dois dias. Então, se ele só tem o sábado e o domingo para fazer atividade física, não exagere. Porque o seu corpo está mais descondicionado. Você passou a semana ali no sedentarismo. Outra coisa, já que durante a semana você não vai conseguir fazer um exercício físico, procure ter mais movimento no seu dia, porque naturalmente você está fortalecendo a sua musculatura, e isso é muito importante e vai te dar um condicionamento melhor nesse esporte no fim de semana.

 

Roberto KalilFilho

Médico Cardiologista

Os exercícios são fundamentais na vida de qualquer pessoa. Mas não é qualquer exercício, não é fazer de qualquer jeito. Roberto Kalil Filho, médico cardiologista, garante: quem faz exercícios vive mais!

A pessoa que faz exercícios reduz a chance não só de ter doenças cardíacas como outras doenças também, em qualquer idade. Claro que são exercícios que você tem que ter orientação, mas os exercícios são fundamentais para prevenção de doenças cardíacas, para tratamento de doenças cardíacas e pós-tratamento de doenças cardíacas. Exercício faz parte do tratamento. Tem vários estudos mostrando até que os idosos acima de 80, 90 anos de idade, aquele senhorzinho, aquele idoso, que caminha 10 minutos, 15 minutos por dias, ele tem menos enfarto, menos acidente vascular cerebral do que quem não caminha.

 

Rodrigo Acioli

Psicólogo do Esporte

Muita coisa acontece no seu corpo e na sua mente quando você pratica esporte. Quem garante é o psicólogo do esporte Rodrigo Acioli. Confira essa dica que ele traz para você:

O esporte é uma ferramenta importantíssima para o desenvolvimento do cidadão, do ser humano. As atividades físicas muitas vezes as pessoas associam apenas ao vigor físico, né? Mas a gente vai falar de humor, de sensações de prazer, de empoderamento, de autoestima, ela também influencia. Tem uma coisa que às vezes as pessoas não se dão conta – e a gente até brinca – que é uma boa atividade contra a depressão, por exemplo. Então, eu incentivo que as pessoas pratiquem esportes e atividades físicas coerentes com seus objetivos, com seus desejos, de fato que procurem um profissional porque esporte não é só entretenimento, esporte também é saúde quando feito de maneira adequada, simples e organizada.

 

Rodrigo Acioli

Psicólogo do Esporte

O esporte na vida dos jovens funciona como uma importante ferramenta, não só para o desenvolvimento físico. O psicólogo Rodrigo Acioli explica o que acontece quando as pessoas se encontram para praticar esportes.

Os jovens e adolescentes estão ainda em uma fase de desenvolvimento, não só físico mas também de personalidade. O esporte tem diversas atividades que trabalham a coletividade, o individualismo, parcerias, a confiança, então tudo isso ajuda também nessa formação dele enquanto indivíduo e dele na sociedade. Através do esporte também tem o desabafo, tem a descarga de energia, né? Além do mais, você também começa a identificar no outro às vezes as mesmas tensões, as mesmas questões que você tem. E ai começam as relações sociais também, então você começa a ver o esporte como ferramenta para isso.

 

André de Melo

Fisioterapeuta

Quando praticamos esporte ou atividade física regular precisamos tomar algumas precauções para prevenir possíveis lesões. Ouça as dicas do fisioterapeuta esportivo André de Melo.

A prevenção de lesão está muita ligada a um modelo que a gente segue dentro da fisioterapia, dentro da reabilitação, que é o modelo de capacidade e demanda. A demanda de uma caminhada é uma demanda mais baixa, é um peso mais leve. Mas, se por exemplo, eu estou saindo do sedentarismo e eu quero aumentar essa demanda, ou seja, eu quero fazer um vôlei, eu quero fazer uma corrida, eu tenho que entender que meu corpo precisa de uma estrutura para isso. E dentro da avaliação com um fisioterapeuta, ou com um ortopedista, saber como que uma pessoa faz um movimento de subir e descer uma escada, de um agachamento, para saber se ela tem condições de aumentar essa atividade sem sentir essas dores e sem desenvolver uma lesão mais séria. Tudo a gente tem que entender se o corpo está capaz de lidar com essa demanda sem sofrer sobrecarga.

 

 

Guigo Lopes

Professor de Educação Física

Alguns cuidados são importantes quando vamos praticar esportes ou alguma atividade física. Para o educador físico Guigo Lopes, o conselho mais importante é: respeitar o seu corpo.

Não tenham dúvidas de que procurar um professor de educação física que acompanhe é o melhor modelo. Você vai ter mais segurança, mais confiança, menos chance de erro. Mas aí, nem todo mundo consegue, não tem acesso, tem dificuldade pra ter um profissional de educação física para gerenciar isso daí. Procurando boas referências, você vai ter bons modelos, tem muitos canais do YouTube, canais de vídeo muito legais, com boa qualidade, ensinando a fazer exercícios muito bem feitos. Não tendo isso, talvez a principal dica é: respeite o seu corpo. Se você está fazendo exercício e está sentindo um incômodo em alguma região, o pescoço está ficando duro, ou o punho dói, o joelho dói, ou as costas ficam incomodando, respeite o teu corpo, seja mais conservador e faça simplesmente exercícios menos complexos e aquilo que não vai te trazer dor.

 

  

Guigo Lopes 

  

INCENTIVO PARA PRATICAR AO AR LIVRE 

Fazer atividades físicas ao ar livre é tão eficaz quanto fazer em uma academia. // Você pode começar a se exercitar em qualquer lugar, sem custo nenhum. // O professor de educação física Guigo Lopes dá as dicas.


Muita gente acha que precisa ir para a academia, né? Muita gente acha que precisa estar em um ambiente estruturado, organizado… hoje a gente vê espaços públicos generosos, ciclovias que estão se espalhando em várias cidades do Brasil, a gente ouve falar nisso, parques que são muito bons para fazer atividade física. Talvez priorizar espaços ao ar livre pode ser alguma coisa muito interessante, né? Então, às vezes a gente fica obrigado: ah, eu vou entrar numa academia, ou não tem uma academia perto de casa. Para caminhar, para correr, você não precisa de uma esteira tecnológica, não precisa de nenhum grande investimento. Basta o chão, basta uma pista, uma ciclovia, um parque. Chão tem em todo lugar, né?

 

Márcio Atalla

NADA É MELHOR QUE PRATICAR EXERCÍCIOS

Quem pratica esportes ou atividades físicas regulares evita doenças e ainda tem muitos benefícios no dia a dia. // Quem garante é o educador físico Márcio Atalla.


Não existe nada que produza mais benefícios para sua saúde do que fazer atividade física. Por que? Porque quando você faz atividade física você vai melhorar a saúde cardiorrespiratória; a sua captação de glicose ajudando a evitar ou tratar o diabetes; você vai melhorar a sua massa muscular te dando muito mais autonomia para viver os anos que a medicina nos proporciona a mais com qualidade; você vai ganhar massa óssea, sem o estímulo físico você não ganha massa óssea; você vai ter uma série de hormônios regulados a partir da atividade física que vão melhorar o seu humor, controlar o seu estresse, melhorar a sua capacidade de concentração. Então, se você for em qualquer especialidade médica hoje e perguntar se você precisa fazer atividade física, todos eles vão indicar atividade física.

 

André Boechat

DOSE IDEAL DE EXERCÍCIO

Você gosta de jogar uma bolinha no final de semana, mas não faz exercícios de segunda a sexta? // Cuidado! Você pode acabar se machucando. // O alerta é do professor de educação física, André Boechat.

 

Normalmente estes atletas de final de semana são aqueles que realmente já vivenciaram alguma atividade no passado e ainda acham que estão com toda aquela aptidão física do passado - e aí é que mora todo o perigo! Porque esta lesão pode acontecer de uma forma simples, uma lesão no joelho, uma lesão no cotovelo, no ombro, o que já vai dificultar posteriormente, caso essa lesão aconteça, dele realmente se engajar novamente em algum esporte. Então a recomendação é que você faça sim o seu esporte, mas atenção ao que eu vou dizer: nunca passe da intensidade moderada! Se você sentiu que está começando a faltar um pouquinho de oxigênio, está se sentindo um pouquinho ofegante, cansado, então é a hora de parar e deixar um pouquinho mais para o próximo final de semana.

 

André de Melo

EXERCÍCIO COMO MEDICAMENTO

A gente ouve muito falar que a prática de exercícios previne doenças.  Mas você sabia que o esporte pode funcionar como remédio natural para o corpo?  O fisioterapeuta André de Melo explica o assunto.

 

O exercício deve ser encarado como um medicamento. Ou seja, hoje cada vez mais os médicos, os profissionais da área de saúde tem recomendado exercício. Os efeitos colaterais são mínimos, né? Tem muito mais benefício que efeito colateral. Quando a gente fala de dose ideal é interessante que a pessoa saiba que é em torno de 150 minutos por semana, ou seja, se a gente dividir aí por 5 dias, são 30 minutos. A frequência ideal com doses mais moderadas é o principal. O movimento é para todo mundo, seja jovem, adulto. A vida é movimento. Então a gente tem que partir daí.

 

Guigo Lopes

TEMPO NECESSÁRIO PARA PRATICAR

Você sabia que menos de 30 minutos de exercícios físicos por dia são suficientes para ter uma vida mais saudável? Ouça as dicas do educador físico Guigo Lopes.


Trinta minutos é muito tempo de atividade física! Quem fala que só tem 30 minutos, você fala assim: você tem está gastando tempo até demais, não precisa nem de tudo isso. Treinos de 10 minutos diários são suficientes para evitar problemas da inatividade física. Hoje em dia realmente as séries de musculação, ostipos de treinos são bem mais curtos, a ciência da atividade física está crescendo e está vendo o quê que realmente é efetivo, qual que é a dose necessária. Tem muita gente que hoje treina com o peso do próprio corpo, né? Mas o quê que é isso? É fazer a flexão de braço, é fazer o abdominal no chão mesmo, em casa, é fazer aquela flexão na barra, né? Quanto tempo a gente consegue fazer uma flexão daquela, um abdominal e uma flexão? Dez minutos e a gente está morto, já fez uma intensidade muito alta. Nosso peso é uma intensidade alta e boa de trabalho. Inclusive uma das tendências aí para 2017 são os exercícios com peso do próprio corpo, que dão uma boa intensidade e a gente faz em 10 minutos, resolveu o problema, está tudo bem.

 

Márcio Atalla

MUDAR O HÁBITO

Não é fácil fazer o esporte virar uma rotina no seu dia a dia.  Mas o professor de educação física Márcio Atalla dá algumas dicas importantes para você vencer o desânimo e ter uma vida mais saudável.


O mais importante é você mudar o hábito, mudar o hábito não é fácil. Por isso é importante você escolher uma atividade física que seja possível ser feita quase todos os dias. Escolher uma atividade física que você tenha prazer, isso é uma outra dica muito importante, envolver mais alguém nesse projeto, seja o marido, seja a esposa, um irmão, um amigo, ter um compromisso com uma outra pessoa, porque naqueles dias em que você não está tão disposto a fazer, você tem uma outra pessoa que está com você e que te ajuda.Então se você consegue aliar uma atividade física que seja possível fazer todos os dias, uma boa companhia, você ter ali uma mínima orientação nesse começo, a chance de sucesso é muito grande. Principalmente se for uma atividade que você tem algum tipo de prazer.

 

André de Melo

ALONGAR OU AQUECER?

Alongar ou aquecer antes de praticar esportes? Você sabe a importância deles para o exercício físico? Quem esclarece é o fisioterapeuta esportivo André de Melo.

 

O alongamento é um assunto que é muito discutido, muitas vezes também polêmico, mas a gente tem que saber que o alongamento é uma técnica. De maneira geral, na prática, o que eu recomendo antes da atividade é o aquecimento. Um aquecimento dinâmico, a pessoa se aquecer, se movimentar, e dentro destes movimentos pode até envolver alguns alongamentos, é o ideal. Então, dentro dos benefícios do aquecimento, tem a dilatação dos vasos sanguíneos, dos músculos, isso leva a uma maior chegada de sangue nos músculos, aumenta a temperatura do corpo, prepara o coração, que já fica preparado para a atividade que vai vir logo em seguida. Então, este aquecimento mais voltado para a atividade que vai ser feita, é o ideal. Isso não pode faltar.

 

André Boechat

SAIR DO SEDENTARISMO

Quer sair do sedentarismo mas ainda não sabe por onde começar?  A dica do educador físico André Boechat é super simples: escolha primeiro um esporte que você goste.


A primeira escolha deve ser baseada no gostar. Então, por exemplo, se eu gostava de jogar futebol e hoje eu não tenho mais o grupo para jogar futebol, então envolve o pouquinho futebol o ato de caminhar e correr! Aquilo que também é fácil, que seja possível de realmente ser concretizado quando você se propõe. Então, eu posso dar uma corridinha duas vezes na semana? Porque às vezes há uma recomendação: ah, você deve nadar. Mas nadar eu não sei nadar, nunca nadei e a piscina é longe, a piscina é fria. São todos estes fatores que dificultam e vão fazer com que você fracasse na sua nova ambição. Então, se eu pudesse resumir numa palavra só seria o “gostar”.

 

Guigo Lopes

IMPORTÂNCIA DO ESPORTE NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS

Atenção papais e mamães! // Criança que não faz exercícios físicos e não pratica esportes pode ficar obesa, doente e pode virar um adulto com problemas de saúde e de relacionamento. // O alerta é do educador físico Guigo Lopes. 


Olha a importância da prática de exercício para a criança! Ela não trabalha só o físico, o esporte, a brincadeira, o jogo para criança é um trabalho cognitivo muito grande, mental muito grande: eu vou cair, como eu resolvo isso; eu vou perder, como eu resolvo isso aqui agora; eu tenho que passar a bola para um, para outro, para quem eu passo? A criança toma muitas decisões, ela está aprendendo a tomar decisões. Além disso ela se relaciona. Então quando ela pratica um esporte, ela ganha, perde, ela se frustra, tem sucesso… lidar com estas coisas na infância é a hora que ela aprende, para quando for para a vida adulta ela vai trabalhar, se relacionar com outras pessoas, sentir as mesmas coisas que ela sentiu no esporte na infância.

 

Márcio Atalla

COMECE COM REGULARIDADE

Quando começamos a praticar algum esporte, é preciso ter alguns cuidados.  O professor de educação física Márcio Atalla alerta que é importante dar um passo de cada vez e manter a regularidade.


O primeiro cuidado que ela deve ter é o de avaliar o atual estágio físico dela. Então a pessoa decidiu que vai fazer algum tipo de exercício físico, algum tipo de atividade física programada. Meu conselho: escolha algum tipo de atividade física que você consiga dar regularidade, que é o mais importante nesse início, comece sem se preocupar com a intensidade. O nosso corpo se adapta muito rápido e a intensidade vem com o tempo. O maior erro das pessoas é escolher essa atividade física baseada nas promessas que essas atividades físicas têm. Então, o primeiro passo: avalia como é o seu estilo de vida, qual atividade física você gosta e é possível dar regularidade e não se preocupe neste começo com a intensidade. Dê regularidade!

 

André de Melo

ESPORTE NA TERCEIRA IDADE

A pessoa na terceira idade que pratica exercícios físicos é bem disposta, bem humorada e se relaciona melhor com os outros. Quem explica esses e outros benefícios é o fisioterapeuta André de Melo.


O exercício ele traz benefícios não só físicos, mas também psicológicos e sociais. A questão psicológica também previne perda de memória, a demência, então essa lucidez ajuda muito. O convívio social com outras pessoas da mesma idade leva a uma auto-estima, vê que ele está em um ambiente em que ele se sente mais animado. O idoso mais ativo é um idoso que funciona melhor no ambiente dele, em casa ele é um idoso que vai ser mais independente e mais autônomo. Ao invés de deixar tudo na mão, deixa ele fazer o que ele é capaz.

 

André Boechat 

TREINOS NA AREIA

Treinos e corridas na areia são mais intensos e muita gente tem praticado para ter resultados mais rápidos.  Mas é preciso atenção!  O educador físico André Boechat reforça que é importante ter uma preparação.


O esporte na areia é muito bacana e as pessoas procuram por causa da sobrecarga que ele impõe, por causa da dificuldade. O que seria certo para a gente poder passar sem perigo é que ele tivesse um período antes de um mês, se ele vai fazer uma corridinha na areia de dez minutos, por exemplo, que ele tenha uma preparação, que já tenha passado pela grama, pelo asfalto, e aí ele vá para um outro nível de intensidade que é uma areia, onde ela é muito mais pesada e muito mais instável - fazendo que você tenha que acionar o seu sistema muscular de estabilização de uma forma muito mais ativa, para que você não machuque as suas articulações.

 

Márcio Atalla

TODO MUNDO PODE FAZER

Pequenas alterações no estilo de vida podem nos manter longe dos hospitais.  Todo mundo pode se adaptar no dia-a-dia e isso vai contribuir para uma vida mais saudável.  A dica é do orientador físico Márcio Atalla.

A gente sempre cobra muito o governo para ter bons médicos, para ter acesso a bons hospitais, mas é importante lembrar que a saúde hoje, comprovadamente, depende de 70 a 75% que compõe a nossa saúde é o estilo de vida, é aquilo que a gente faz todos os dias. Então está na hora também da população olharcada um para sua vida e ver como você pode contribuir para a sua saúde. É ficando um pouco mais em movimento, é tendo uma alimentação um pouco mais in natura. Isso qualquer pessoa pode fazer em qualquer situação. Saúde a gente não compra num hospital, a gente não compra em uma farmácia. A gente constrói dia a dia.

 

Guigo Lopes

SAIR DO SEDENTARISMO

Quem é sedentário e quer começar a se movimentar, precisa começar aos poucos.  Confira o conselho do educador físico, Guigo Lopes, e abrace uma vida mais saudável.


É muito importante que o sedentário tome uma decisão de fazer, mesmo não gostando, não tendo horário, não tendo tempo, não sendo prioridade na vida dele, é importante que ele faça alguma coisa. O começo dessa atividade física pode ser se levantar mais no horário de trabalho, pode ser ao invés dele subir de elevador, ele subir de escada, porque talvez seja essa condição que vai salvar a vida de muitas pessoas e elas saírem do sedentarismo, porque realmente não têm tempo, têm alguma dificuldade, não têm dinheiro para uma academia. Mas se tornar mais ativo, menos tempo sentado, é muito importante. Então, essas ações eu acho que são muito práticas e relevantes para quem quer sair do sedentarismo.

 

Cristiane Coronel

ALIMENTAÇÃO PRÉ E PÓS TREINO

Tem alimentação específica para quem vai treinar pela manhã. // Você sabia? // Para cada horário um tipo de refeição é recomendado, antes e depois. // A nutricionista esportiva Cristiane Coronel dá as dicas.


Para cada horário existe uma alimentação específica de pré e pós-treino. Tem gente que treina logo cedinho, então, como um pré-treino, fazer um lanche simples, um lanche rápido, vitamina, frutas, algo que dê energia, como também uma proteína é importante no pré-treino. Assim como pessoas, por exemplo, que treinam no meio da manhã. Também dá pra fazer um lanche bem simples sendo que o pós-treino já pode ser o próprio almoço, né? Quem treina no período da tarde, a gente também pode colocar esse lanche, que seria ou um sanduíche ou uma salada de frutas, iogurte com fruta, fontes de proteína. E o pós-treino a gente também adequa ou como um segundo lanche ou então o jantar mesmo, ele é muito importante muitas vezes para a pessoa que treina no período noturno ou à tarde mesmo.

 

Luciana Assamann

CORRIDAS E CAMINHADAS

Além de contribuir para o emagrecimento, caminhadas e corridas previnem a osteoporose, o infarto e outras doenças.  A diferença entre as duas é a intensidade.  A professora de educação física Luciana Assmann explica os benefícios.


Tanto a corrida como a caminhada promovem mudanças metabólicas super importantes, especialmente cardiovasculares. As duas previnem a osteoporose, melhoram a depressão, a qualidade do sono, mantêm o peso, protegem contra o infarto, equilibram níveis de colesterol. A corrida tem um adicional, que ela faz tudo isso e ela ainda contribui na queima de gordura. Então a diferença básica entre a corrida e a caminhada é a intensidade. Para quem está começando, a melhor opção é a caminhada, mas se o seu objetivo for emagrecer, por exemplo, deixar o teu coração mais resistente, trabalhar mesmo a parte cardiovascular, a corrida é mais eficiente.

 

Cristiane Coronel

REPOSIÇÃO APÓS OS TREINOS

O final de semana chegou e você está naquela animação para jogar com os amigos, né? // Mas atenção com a alimentação e a hidratação! // Ouça os conselhos da nutricionista esportiva Cristiane Coronel.

A gente precisa de uma reposição, porque o treino geralmente ele passa de 50 minutos, passa de uma hora, muitas vezes duas horas direto e tem pouco tempo de intervalo. Então, muitas vezes a gente tem que colocar ou um suco ou um repositor hidroeletrolítico, ou até mesmo uma água de coco, mas a gente não pode deixar com que o indivíduo faça uma atividade prolongada com estômago vazio ou que coma pouco. Então, geralmente até 40 minutos antes desta atividade aí, que é esse futebol de final de semana, é bom fazer um café da manhã bem completo ou um lanche, que seja bem completo, para que ele tenha energia até o final da atividade e, terminando a atividade, até 40 minutos depois, é necessária a reposição desses nutrientes. Vai depender de cada um.

 

José Santarem

BENEFÍCIOS PARA PESSOAS ACIMA DE 50 ANOS

A prática regular de atividades físicas traz benefícios para todas as idades. // Mas para as pessoas acima de 50, o ganho é ainda maior! // O médico José Santarém explica que vantagens são estas.

Os exercícios físicos trazem muitos benefícios estimulantes em todas as idades. Mas, particularmente quando a pessoa passa dos 50 anos, esses efeitos se tornam cada vez mais importantes. Principalmente no aparelho locomotor, não é? Ossos, músculos, articulações. E com o passar da idade ocorre naturalmente processos de enfraquecimento, então o efeito dos exercícios é combater efeitos do envelhecimento, fortalecer as estruturas. Quando elas começam a fazer exercícios adequados elas começam a perceber que a vida está ficando mais fácil!

 

Luciana Assamann

CALÇADOS ADEQUADOS E ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL

Para quem costuma fazer caminhadas e corridas regularmente, uma dica super importante é usar um calçado adequado. // A professora de educação física Luciana Assmann dá algumas orientações para você ter uma vida mais saudável.


Uma boa dica para quem está começando a correr é intercalar a caminhada com a corrida. Independente se você faz duas vezes por semana ou três vezes por semana essa progressão o corpo vai agradecer, essa transição. Usar um tênis adequado é super importante. Fazer exercícios para fortalecer a musculatura é ótimo! E vai evitar lesões durante a corrida. Fazer uma boa alimentação antes e depois do treino é essencial. E o meu conselho para quem quer fazer um trabalho bem feito é procurar a orientação, ao menos, de um profissional, que vai te orientar levando em conta o teu peso, a tua idade, a tua história.

 

Cristiane Coronel

PRECISO DE SUPLEMENTAÇÃO?

Após começar com prática de exercícios físicos regulares, muita gente pensa logo em começar também com os suplementos. // Mas a nutricionista Cristiane Coronel faz um importante alerta:

 


A suplementação é só mediante uma avaliação nutricional bem completa. Existem até atletas que não precisam de suplementação alguma, a própria alimentação supre isso. Agora quando o gasto energético é muito alto, quando a pessoa tem um déficit metabólico muito grande com a própria atividade física, aí a gente avalia isso pra ver se é necessária uma reposição. Tudo mediante avaliação, não pode simplesmente começar uma atividade física e já suplementar sem ter a orientação. Porque muitas vezes, a própria suplementação por conta própria, faz com que você ou ganhe peso ou de repente você pague um peso caro aí, em longo prazo. Então tem que ter muito cuidado, é só mesmo sob avaliação.

 

Guilherme Giovannoni

ESPORTES E SOCIALIZAÇÃO

O esporte é um fator fundamental para o desenvolvimento das crianças, tanto físico quanto social. // O atleta da seleção brasileira de basquete, Guilherme Giovannoni, comprovou isso na prática.

 


O que a gente identificou bastante é que hoje em dia, nestas turmas de crianças, tudo é telefone, é videogame, a criançada fica muito dentro de casa e muito ociosa na parte física, né? Então você vê as crianças muito tímidas, com dificuldades de se relacionar com outras crianças, e a melhora que a gente vê nessas crianças quando começam a praticar o esporte, de se relacionar com um amiguinho diferente da escola dele, a brincadeira não é só no jogo eletrônico, é uma brincadeira com bola, onde eles estão se exercitando, isso aí para o desenvolvimento da criança é fundamental. Porque o esporte traz isso, principalmente o esporte coletivo, onde você tem que conviver, e conviver com os defeitos e as coisas boas do seu companheiro. A atividade física ajuda inclusive no desempenho escolar da criança.

 

Cristiane Coronel

BOAS PRÁTICAS PARA ALIMENTAÇÃO

O comida da moda para quem pratica esportes é a batata doce? // Ou é o ovo? // A nutricionista Cristiane Coronel alerta que o importante é a variedade e dá dicas para melhorar o seu metabolismo.

 


A gente primeiro procura a frequência alimentar - períodos prolongados de jejum, tem cada dia mais estudos comprovando que não é uma prática interessante - como também a variedade de alimentos. Não existe eleger um alimento só e comê-lo todos os dias que você vai ter um resultado e você vai ter um metabolismo perfeito. A variedade de alimentos, quanto mais o prato é colorido, quanto mais os seus lanches são coloridos, a variedade de frutas, verduras, legumes e principalmente carnes também, isso garante um metabolismo mais equilibrado, que a gente chama de homeostase - um equilíbrio metabólico. Então, variedade, com certeza!

 

 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla