Ministério do Esporte Estratégias de Ação
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte
A Rede CEDES — Centros de Desenvolvimento de Esporte Recreativo e de Lazer — foi implantada como ação programática do Ministério do Esporte, gerenciada pelo Departamento de Ciência e Tecnologia do Esporte, da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social.

Informações: (61) 2026-1481

Estratégias de Ação

1. A Rede Cedes reúne grupos de pesquisa consolidados e em consolidação(*), identificados por meio do mapeamento dos grupos existentes nas instituições brasileiras públicas e privadas sem fins lucrativos e agências de fomento à pesquisa e integrados por meio do convênio de projetos de pesquisa induzidos ou semi induzidos, ou seja, selecionados via Chamada Pública específica para este fim.

2. Publicação dos estudos realizados/apoiados por meios impressos (livros, coletâneas, cartilhas, periódicos, anais) e digitais (CDs, DVDs, vídeos e outros).

3. Distribuição qualificada das publicações impressas para bibliotecas de Instituições de Ensino Superior, secretarias de esporte e lazer, grupos de estudos e outras entidades, socializando o conhecimento produzido para gestores, pesquisadores e agentes que atuam com o esporte e lazer.

4. Criação de um Sistema de Rede On Line de Informações (Repositório da Rede Cedes/Repositório Vitor Marinho) para congregar as instituições, os grupos de pesquisa e sociedades científicas que partilham as ações da Rede e dos mesmos interesses e objetivos, permitindo ampla troca de informações e dos conhecimentos produzidos por meio digital.

5. Análise da consistência dos trabalhos realizados, perfil dos pesquisadores e tendências dos estudos e das formas de difusão do conhecimento produzido pela Rede (Balanço da Produção).

(*) A Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social entende como grupo consolidado de pesquisa aquele que apresentar: cadastro no CNPq há mais de cinco anos; no mínimo cinco professores pesquisadores, sendo três doutores; produção científica compatível com o tempo de criação do grupo; produção científica de cada pesquisador compatível com o tempo de titulação; ter tido aprovado e realizado, nos últimos três anos, no mínimo dois projetos de pesquisa, financiados por reconhecidas agências nacionais de fomento. Financiamentos internos à instituição de origem do grupo não serão considerados; possuir no grupo alunos com bolsa de iniciação científica ou Pet; ter pelo menos 30% de seus membros envolvidos com programas de pós-graduação e comprovada orientação de dissertações e teses; ter participado, com apresentação de trabalho realizado pelo grupo nos últimos cinco anos, de pelo menos um evento internacional. Grupos em consolidação são os que não atendem ou atendem parcialmente os critérios supramencionados.

 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla